Por Moema Vianna

Analista de Qualidade de Conteúdo na Rock. Graduada em Jornalismo, fascinada pelo Marketing Digital, amante de música e apaixonada pelo Galo!

Publicado em 05/06/2017. | Atualizado em 12/06/2018


De um blog de turismo a agências de trabalho internacional, há diversas formas de conquistar passagens e estadias gratuitas com seus conhecimentos de Marketing Digital!

Sair pelo mundo, viajar, conhecer novos países e culturas… Se você pensa que isso é um privilégio para poucos, está na hora de rever seus conceitos. Ou melhor, de conhecer algumas possibilidades!

Não, não ficamos doidos e nem estamos sendo utópicos. Se você já trabalha como freelancer, sabe que para realizar sonhos é preciso apenas se planejar e ter paciência. No post de hoje, vamos te mostrar algumas formas de viajar gastando muito pouco ou nada ― isso mesmo: nada!

Acompanhe a leitura e comece a se planejar para viajar de graça:

O que fazer para ter o meu trabalho reconhecido?

Antes de mais nada, vamos dar algumas dicas bem práticas para você fazer sempre um bom trabalho e, claro, ser reconhecido por isso. Mas não pense que sua reputação como freelancer é construída da noite para o dia. É necessário muito esforço, dedicação e vontade de aprender para prestar um serviço de excelência aos seus clientes.

Veja alguns passos básicos a seguir:

  • faça algo de que você goste;
  • defina seu produto/serviço antes de vendê-lo;
  • divulgue seu trabalho;
  • invista em networking;
  • tenha organização e disciplina;
  • estude e pesquise sempre;
  • seja paciente;
  • preze pelo bom relacionamento com os clientes;
  • encare os desafios e não desista.

São frases e atitudes que parecem simples, mas nem sempre o são. Seguindo esses passos, seu trabalho será reconhecido e você poderá aproveitar a flexibilidade e o leque de possibilidades que uma atuação como freelancer oferece, bem como a segurança financeira e, por que não?, as férias de um emprego formal.

Como viajar de graça sendo freelancer?

Agora que você já sabe como alcançar o reconhecimento do seu trabalho freelancer, é hora de pensar nas possibilidades que esse job poderá te oferecer. Listaremos, a seguir, 5 possibilidades para você conseguir viajar de graça. E entenda “de graça” como trocar trabalho por acomodação + alimentação, ou receber o suficiente para se manter durante a viagem, ou não pagar nada mesmo e ainda receber pelo trabalho!

1. Tenha um blog de viagens

Você pode estar pensando: “mais um? Mas já existem tantos!”. Pois é, se eles existem, é porque há público. O conteúdo online nunca foi tão consumido e as pessoas estão cada vez mais famintas por informações que trazem consigo a experiência e a personalização.

Imagine que você vá pesquisar “dicas de viagem para África do Sul”. Preferiria ler informações em um site turístico ou em um blog contando experiências reais de passeios, acomodação, alimentação e compras?

Obviamente você não produzirá um blog igual a algum ou alguns que já existam, é preciso um diferencial para se destacar e atrair a atenção dos “patrocinadores”. Estude, pesquise e visite os blogs que tratam do assunto, identifique pontos de melhoria e mãos à obra!

Aos poucos, você atrairá anunciantes, que poderão ser diretos ou indiretos. Diretos são aqueles espaços para banners no blog. Já os indiretos ― e mais comuns —, são feitos de forma mais sutil, por exemplo: uma foto que você poste e esteja usando um produto, ou hospedado na pousada e marcando a localização, etc.

2. Produza conteúdo para mídias locais

Para essa opção, você terá que investir inicialmente. Deslocamento, acomodação e alimentação serão os principais gastos. Além disso, é preciso já ter o domínio da língua local, se for o caso de uma viagem internacional.

Depois disso, escolha um assunto que você domine (esporte, entretenimento, política, economia, etc.) e se candidate para escrever para essas mídias. Jornais, sites, blogs, revistas… As possibilidades são muitas, mas é preciso ter um pouco de “cara de pau” para correr atrás dessas oportunidades, porque elas não vão bater à sua porta.

Além de uma graninha para você se manter, esse trabalho ainda te dará muitos contatos e fluência no idioma.

3. Trabalhe como freelancer em hostels

Os hostels são conhecidos por serem espaços descolados, receptivos e com ótimo custo-benefício para qualquer turista. Pois saiba que também são uma ótima forma de viajar de graça.

É muito comum as pessoas trocarem a hospedagem nos hostels por algum serviço de meio período: pode ser ajudando na arrumação, dando uma mão na cozinha, recepcionando, administrando as redes sociais, etc. O que importa é que no seu tempo livre você aproveita para conhecer a cidade e, enquanto estiver lá trabalhando, ainda pode trocar experiências com pessoas de diversas partes do mundo. Incrível, não?

4. Faça algum trabalho voluntário (e receba por isso!)

Mas como? Não é voluntário? Sim! O que acontece é que existem redes mundiais de voluntariado que recrutam pessoas para “ajudarem” na área em que têm conhecimento. Elas não recebem em dinheiro pelo trabalho, mas têm acomodação gratuita oferecida pelo programa.

Nesse sentido, as possibilidades são infinitas: desde ajudar em fazendas, escolas, creches ou hospitais, até desenvolver pesquisas, cuidar de animais, promover campanhas de marketing ou fazer algo na área de tecnologia. Escolha o que você sabe fazer de melhor e procure os locais que precisam da sua mão de obra.

5. Dê aulas de português

Pode parecer fácil, afinal, essa é a nossa língua nativa, certo? Errado. Para dar aulas de português ― principalmente em outros países ―, você deve conhecer a fundo as regras do nosso idioma, se livrar de vícios de linguagem e, acima de tudo, ter muita didática.

Não é nada simples aprender uma nova língua. Um estrangeiro conhecerá muito pouco ou quase nada e você terá que ser paciente. Tente se lembrar das suas primeiras aulas de inglês e você terá uma noção de como começar.

Mas também não é impossível. E você sempre pode contar com a ajuda da internet. Pesquise aulas de outros professores para ter ideias, prepare antes o que vai abordar e esteja sempre aberto para dúvidas. Você não só reforçará seus conhecimentos de português, como também aprimorará a língua do país de destino, pois muitas vezes terá que se comunicar por meio dela.

Como você viu, viajar de graça não é algo que existe só nos filmes ou na vida das celebridades. É possível, inclusive, planejar e saber exatamente quando isso vai acontecer na sua vida. Basta seguir nossas dicas, explorar suas habilidades e encontrar a oportunidade perfeita para você!

E se você já sabe qual trabalho pode desenvolver para conseguir fazer sua viagem, está na hora de começar a pesquisar. Baixe agora o nosso e-book Dicas de viagem para freelancers: o guia completo!

Posts populares com esse assunto