como usar post it

Como usar Post-it: 8 dicas para se organizar e estudar melhor!

Apesar da simplicidade, usar post-its é um método versátil, fácil e rápido de garantir que qualquer outra coisa, um pensamento, tarefa, prazo, seja colocada ao alcance das nossas mãos.

Tem sempre aquela data que você não pode esquecer de jeito nenhum, aquele job para entregar com urgência e aquela mensagem engraçadinha colada na tela do computador, na parede, na geladeira e até no espelho do banheiro.

Não importa a cor, o formato ou o tamanho, você, com certeza, já usou um post-it — e ainda vai usar muitos mais ao longo da sua vida produtiva.

Quer saber como usar post-it para melhorar sua organização? Acompanhe o texto de hoje e aprenda a otimizar sua rotina!

Confira um compilado de dicas e leituras para melhorar a sua produtividade!
Produtividade: 25 dicas de como ser mais produtivo no trabalho
Técnica Pomodoro: aumente a produtividade com o método do cronômetro
Trello vs. Asana: qual é o melhor aplicativo de organização?
15 exercícios para o cérebro que vão te deixar mais criativo!
Leitura dinâmica: o que é e como aprender a ler mais rápido!
4 dicas para organizar o e-mail e ser mais produtivo
Conheça mais de 100 ferramentas e aplicativos para produtores de conteúdo

Como usar Post-its: 8 formas diferentes e dicas para se organizar

1. Mapas mentais

Muitos querem montar seu próprio negócio ou iniciar um novo projeto, mas não sabem como ter aquela ideia inovadora que finalmente vai trazer a tão sonhada realização profissional.

Os mapas mentais feitos nos post-it ajudarão você a ter um brainstorm e destacar mais claramente seus insights. Usar os mapas para representar visualmente suas ideias também fará com que você coloque-as em prática mais facilmente.

Pensou em algo novo ou lembrou de algo importante para aquele seu projeto? Escreva na notinha adesiva!

2. Design Thinking

O Design Thinking chegou para ficar, e tem mostrado cada dia mais que design não é algo só para designers. Com uma abordagem voltada para a inovação, o Design Thinking é uma técnica para pensar e mapear os problemas para serem solucionados.

É aí que os post-its entram em cena. Você pode agrupar as questões por afinidades, usando post-its de cores diferentes para separar as categorias. Tenha certeza que depois dessa técnica simples, você encontrará as respostas que está procurando muito mais rápido.

3. Planejamentos

Todo mundo sabe que fazer um planejamento estratégico ajuda (e muito) na tomada de decisões. Talvez, o que você não saiba é que os post-its também podem te ajudar nessa.

A análise do cenário, a definição de objetivos e a escolha das estratégias ao serem inseridas nos post-its podem te dar uma força para superar o bloqueio criativo e facilitar a sua memorização e aprendizado.

4. Kanban (ou Trello na parede)

O Trello se baseia no funcionamento do Kanban, um sistema que permite a visualização do fluxo de trabalho, individual ou em equipe, por meio de cartões visuais. O Kanban permite agilizar a produção e a entrega de peças.

Mesmo usando ferramentas online, como o Trello, nada substitui um bom e velho post-it. No trabalho em equipe, um quadro de tarefas na parede permite que vocês visualizem quem está fazendo o quê e quem está com mais ou menos demandas.

5. Cole os adesivos em lugares estratégicos

Não adianta nada fazer um milhão de post-its se você nunca mais vai voltar a vê-los. Além de colá-los em agendas ou cadernos para facilitar e deixar a estrutura das anotações mais lúdica e interessante, uma prática infalível é pensar em lugares onde você vai muito durante o dia.

Veja alguns que podem te ajudar:

  • espelho do banheiro;
  • espelho do quarto;
  • parede ao lado da cama (quando for algo muito importante);
  • porta do armário;
  • página da apostila, agenda ou algum livro no qual você tem muito contato;
  • computador.

Quando eu estava no terceiro ano do ensino médio, me vi com sérios problemas de memorização e compreensão da matéria. Tentei um monte de coisa até me encontrar, e a solução foi colar post-its ao lado da minha cama.

Ao invés de ficar no celular antes de dormir, eu olhava para o lado e lia os post its por alguns minutinhos de maneira ininterrupta. O mesmo era feito na hora de acordar.

Dessa forma, consegui memorizar as fórmulas de física e matemática muito mais rápido e com menos sofrimento do que eu imaginava.

Fazia o mesmo com tarefas importantes que eu não poderia me esquecer naquele dia: ao escovar o dente ou dar uma passeada pela internet no computador, por exemplo, eu sempre dava de cara com o papelzinho rosa me lembrando de algo que eu não podia esquecer de forma alguma. Também deu certo!

6. Escreva apenas o necessário

Post-its são daquele tamanho por uma razão. Sua função não é servir como um caderno, mas sim como maneira prática de anotar as coisas mais importantes que devem ser lembradas primeiro pela sua cabeça.

Dessa forma, seja sucinto. Escreva palavras de ordem (estudar X capítulos, lembrar de dar banho na cachorra, comprar shampoo etc) e evite dar detalhes demais sobre o conteúdo.

Para isso, tenha um bloco de notas no celular ou agendinha. Em relação às matérias do colégio, vale o mesmo: escreva ali o que deve ser fixado na sua cabeça.

Lembre-se de que você vai entrar em contato com os papeizinhos em momentos mais rápidos e corriqueiros da vida, então não vai ser nada prático ter que parar para ler um montão de palavras a cada vez que você passar pelo espelho. Depois de algumas vezes, seu cérebro não vai nem prestar mais atenção naquela anotação.

7. Priorize assuntos que você tem dificuldade

Faça como eu: escolha aquelas fórmulas chatinhas e conteúdos nos quais você não se sente confortável estudando e anote-os nos post-its.

Aqueles conteúdos que te trazem facilidade podem ser estudados de maneira convencional, então priorize atividades importantes e matérias difíceis/que demandam memorização com mais frequência do que as outras.

8. Anote suas dúvidas

Anote todas as dúvidas nos post-its e tente solucioná-las dia após dia. Ao entrar em contato com elas de forma frequente, seu cérebro estará propenso a tentar resolvê-las o mais rápido possível.

Mesmo depois de descobrir a resposta para as perguntas, não jogue fora os post-its: sinalize que elas foram resolvidas, porém, deixe-as ali mesmo para que sempre que você voltar naquele conteúdo, possa se lembrar dos pontos que te trouxeram mais dúvida.

Uma das dicas mais importantes é a seguinte: crie métodos próprios que podem te ajudar na sua realidade daquele momento específico. Dicas são interessantes e podem funcionar para muita gente, mas a praticidade dos bloquinhos de nota permite que cada um crie um próprio conteúdo sobre as melhores formas de usar post-it e otimizar o seu dia a dia.

Curiosidades sobre o Post-it

1. Uma invenção por acaso

Tradicionalmente produzido na cor amarela, o post-it é um pequeno pedaço de papel com uma tira adesiva, criado para permitir que as pessoas escrevam lembretes temporários sobre datas ou tarefas.


Mas se engana quem pensa que o post-it é só um simples bloquinho com folhas coloridas e borda colante. Ele é mais complexo do que parece, já que apresenta uma tecnologia única graças ao seu adesivo fraco.

Há 50 anos, o post-it foi inventado sem querer! A gente explica: o ano era 1968 e os funcionários da empresa norte-americana 3M trabalhavam na criação de uma cola super-resistente para ser usada na indústria aeroespacial, mas aconteceu exatamente o contrário do planejado.

O cientista Spencer Silver criou um adesivo de baixa aderência e sensível à pressão. Como deu tudo errado, ninguém viu nenhuma utilidade para a invenção — pelo menos, não de imediato. A 3M até buscou uma função para a invenção, mas seis anos se passaram sem qualquer uso.

Novamente, por acaso, outro funcionário da empresa, o químico Art Fry, teve uma inspiração. O coral da igreja em que ele cantava tinha um grande repertório e ele sempre marcava suas músicas com pedaços de papel. Um dia, ele se levantou para cantar e acabou derrubando todas as partituras no chão.

Na mesma hora, ele começou a pensar em um produto que pudesse colar todos os seus papéis para evitar problemas como aquele, mas os adesivos que ele conhecia tinham muita aderência e destruiriam o material. Foi aí que Art se lembrou da invenção de Silver, e ela tinha a aderência ideal para o que ele precisava.

Pensando na solução do seu problema, em 1974 o químico sugeriu a criação de um papel que pudesse ser colado em qualquer superfície: o nosso tão amado post-it!

2. Post-it em dados (ou notas)

O nome Post-It® foi criado e patenteado pela 3M. Os pequenos adesivos coloridos chegaram ao mercado 3 anos após a descoberta de Art Fry.

Em 1979, o post-it foi lançado no Canadá e na Europa, mas a invenção demorou um bom tempo para fazer sucesso. Hoje, o post-it é um dos produtos mais conhecidos do mundo e, desde 2006, passou a ser comercializado em mais de 100 países.

Há anos, a nota adesiva está no ranking dos cinco itens de escritório mais vendidos nos Estados Unidos. E Art Fry, o “pai do post-it”, foi consagrado como um dos inventores mais brilhantes da história norte-americana.

O principal fator de sucesso do post-it foi justamente o seu maior problema no passado: a cola, mais fraca do que o planejado, faz com que o produto possa ser removido facilmente de superfícies sem deixar vestígios.

3. Você vem usando o post-it errado a sua vida toda!

Como você destaca um post-it? Saiba que muita gente nunca usou essa notinha do jeito correto. Mas, calma! Isso não tem a ver com a utilidade inquestionável ou mesmo com as novas formas de uso para os bilhetinhos autocolantes, e sim como você retira seu post-it do bloco.

Você, provavelmente, destaca a folha de baixo para cima, levantando toda a parte sem cola primeiro, não é mesmo? Pois saiba que a força que você põe no papel para desgrudá-lo do bloco faz com que a sua parte inferior fique virada para cima — aquela pontinha que sempre fica levantada na base do post-it.


Mas nem tudo está perdido. Existe uma forma correta para você destacar seus post-its! A maneira mais eficiente para fazer isso e grudá-los por aí quando quiser é puxando o papel pela parte de cima, onde está o adesivo.

Dessa forma, o bilhetinho deixa de receber aquela força contrária que faz com que ele fique quase inutilizável e se solte da superfície muito antes do normal.

O post-it não é só um pedacinho de papel. Agora que você conhece a verdadeira história dele, é interessante pensar como diversas invenções que transformaram o mundo não foram bem aceitas de cara, não é verdade?Com o post-it, não foi diferente.

Você já sabia de todas essas curiosidades sobre o post-it? Como você mais o utiliza no dia a dia? Confira nosso Quadro de Produtividade e conheça mais um recurso para otimizar a sua rotina!

Quadro de Produtividade Para FreelancersPowered by Rock Convert