Como superar a procrastinação

Como superar a procrastinação de um jeito fácil? Conheça alguns hacks que podem mudar a sua vida!

A procrastinação pode fazer você desperdiçar as melhores oportunidades da sua vida. Mas existem hábitos fáceis, que vão desde a auto-recompensa até a música que podem transformar a sua vida. Descubra-as neste artigo.

Ser freelancer é o sonho de uma vida sem trânsito, cobranças de chefes ou ter que acordar às 6h da manhã em plena segunda-feira. Entretanto, na prática,  essa carreira também possui grandes desafios.

Por isso,  possuir uma boa reputação no mercado pode ser tão importante quanto um currículo extenso. Consequentemente, uma notória responsabilidade do freelancer é estar sempre atento aos prazos e fugir do “deixar para amanhã”.

Se você já tentou de tudo, desde a técnica Pomodoro até repetir o mantra “foco, força e fé”, mas não teve sucesso, confira agora sete dicas de como superar a procrastinação que realmente dão certo! São elas:

Identifique as distrações que comprometem a sua produtividade

O primeiro passo para entender como superar a procrastinação é reconhecer o que te faz procrastinar e se livrar disso, como aquelas “olhadinhas” nas redes sociais que levam horas ou a parada para o almoço que se transforma em uma siesta durante toda a tarde.

Se a internet, televisão ou o barulho são os maiores vilões, desligue o celular ou o mantenha longe de você durante o trabalho, bloqueie os sites que te distraem, trabalhe em um cômodo longe da televisão e converse francamente com os parentes ou roommates sobre a importância do silêncio para o que você está fazendo.

E, claro, não se preocupe: enquanto você trabalha, os seus amigos e o seu feed de notícias não irão a lugar algum, e muito provavelmente sua série favorita continuará disponível no Netflix.

Não espere pela tal disposição

A desculpa “deixe para amanhã o que você não pode fazer hoje” já não cola mais. A realidade é que você possui prazos, as suas atividades não se realizarão sozinhas, e é bem provável que amanhã você estará tão indisposto quanto hoje.

Muitas vezes acreditamos que motivação é fazer coisas que temos vontade de fazer, no entanto, a maioria das pessoas que para nós parecem dispostas e produtivas, na verdade construíram uma série de hábitos e os seguem fielmente dia após dia.

E para criar esses hábitos você precisa parar de criar desculpas para si mesmo e dar o primeiro passo, mesmo que “esteja com dor de cabeça” ou “que tenha brigado com a namorada na noite passada”. Depois de realizar a primeira pendência do dia você se sentirá bem mais disposto e motivado a seguir.

Crie recompensas para as suas tarefas

Quando estão trabalhando, é natural que as pessoas reflitam sobre o que poderiam estar fazendo em vez de dar duro. Paralelamente, também sabemos que recompensas só vêm em troca de esforço, e por isso evitamos realizar tarefas como lavar a louça ou declarar o imposto de renda.

Ainda que não pareça, o tempo todo nosso cérebro avalia o custo de oportunidade entre se esforçar ou relaxar, e na cabeça de um freelancer isso não poderia ser diferente.

No livro o Poder do Hábito, queridinho dos executivos e empreendedores em 2015, o autor mostra que o segredo para mudar hábitos nocivos e evitar a procrastinação é focar nas recompensas futuras.

Traduzindo para a realidade freelancer: Enviou aquele artigo antes do prazo? Abra uma cerveja para comemorar. Terminou aquele projeto atrasado há meses? Se presenteie com algo que quer há muito tempo.

Pense nos objetivos que você tem na vida e como cumprir essas atividades te ajudará a longo prazo. Por exemplo: mais trabalhos feitos = mais dinheiro = viagem para Tailândia no próximo ano.

Dê valor as suas tarefas de acordo com o impacto que elas terão na sua vida. Te garantimos que elas se tornarão mais prazerosas com o passar do tempo.

Conte com a ajuda da boa e velha agenda

Ou do calendário do celular, de um aplicativo gerenciador de tempo, dos post-its… não importa qual ferramenta você utiliza, jamais confie inteiramente na sua memória. Ela vai te trair.

Para superar a procrastinação é necessário ter um mínimo de organização, por isso anote tudo o que você precisa fazer, de preferência em listas, por ordem de importância, prazo ou da forma mais adequada para a ocasião.

O ideal é criar uma lista realista, impondo certos limites e transformando-a algo produtivo. Afinal, não adianta definir como primeira tarefa do dia a entrega daquele e-book que você vem adiando por semanas. Comece por tarefas mais simples.

Engane a você mesmo

Como já demonstramos, para acabar com a procrastinação é preciso mudar os hábitos, mas também é verdade que nem sempre a disciplina é a melhor habilidade de um procrastinador.

O segredo é caminhar pouco a pouco, criando uma rotina que vá enganando o seu “eu preguiçoso”, como:

  • Acordar todos os dias em um horário fixo;
  • Criar um período de início e fim da produção de tarefas;
  • Trocar aquela navegada nas redes sociais pela manhã por um exercício de 15 minutos;
  • Mudar o pijama por uma roupa que usaria fora de casa;
  • Trabalhar em um espaço diferente do habitual.

Esses pequenos truques são uma forma de dizer ao seu corpo e a sua mente que a sua realidade não é mais a mesma, e que mudanças maiores virão.

Fazer alguma coisa é melhor do que fazer nada

Um dos principais motivos da procrastinação é o medo de falhar. Parece filosófico demais, não é? Mas vamos pensar juntos:

  • Quantos projetos você já deixou de lado esse ano?
  • Quantas vezes não deu o primeiro passo por sempre esperar “o momento certo”?
  • Ou colocou a culpa pela sua inércia na falta de dinheiro, no lugar em que vive, e até no seu signo (alô, taurinos!)?

A verdade é que, muitas vezes, deixamos de fazer coisas por medo de não dar conta de tudo, e vamos adiando ao máximo a realização dos nossos planos. A dica para afastar esse pensamento é ter em mente que você não precisa começar com algo grande ou terminar tudo o que está atrasado em um só dia.

Caso se sinta desmotivado para enviar artigos, comece pelo que é mais fácil ou mude o roteiro de escrita: em vez da introdução parta direto para o desenvolvimento, e assim por diante. Com o tempo, sem que você perceba, toda a sua lista de tarefas estará prontinha.

Não planeje tanto o futuro

A maior desculpa de um procrastinador é acreditar que no futuro será uma pessoa melhor. Ele vive planejando o que fará amanhã, como terá máxima performance na próxima semana ou como vai mudar de vida no ano que vem.

Mas, você já parou para pensar que o futuro que você sonha, na verdade, é hoje? Sem mudanças, o “você do futuro” será igual ao de agora, mas talvez ainda mais frustrado pelo que não realizou.

E isso vale para todos os aspectos da vida. “Se eu tivesse ido ao pilates no ano passado, provavelmente, já estaria com o corpo que sonho agora”. “Se tivesse aumentado a produção de textos há seis meses, já teria dobrado minha cartela de clientes”.

Conjecturar sobre o passado, sobretudo se você não transforma seus erros em aprendizado, é apenas um subterfúgio mental que não muda em nada a realidade das coisas. Portanto, o maior segredo para superar a procrastinação está em reconhecer que às vezes planejamos demais apenas para ter uma desculpa para não agir.

Descubra tudo o que puder sobre seus hábitos

Sabemos que o hábito de procrastinar não tem necessariamente a ver com a preguiça. As causas vão muito além disso, e podem ser diversas. Quais são as suas?

Para descobrir e entender esse detalhe, é preciso que você coloque no papel tudo o que sabe sobre sua procrastinação. Estas informações vão te ajudar a entender melhor seus motivos, para que você possa solucioná-los depois.

Para isso, tente fazer um gráfico simples, listando as tarefas que você costuma adiar. Existem situações específicas em que você procrastina mais do que outras? Preencha a primeira coluna do seu gráfico com pelo menos cinco delas.

Na próxima coluna, escreva o que você faz para evitar cada tarefa. Você conversa com amigos ou colegas de trabalho? Envia e-mails ou dá aquela olhadinha nas redes sociais? A culpa é do Netflix, sites de notícias ou YouTube?

Às vezes, o hábito de procrastinar é tão natural que nem percebemos quando isso acontece. Por isso, fique atento: como você sabe que está procrastinando? Seria pela falta de tempo em concluir tarefas simples? Dificuldade em estabelecer prioridades? Baixa produtividade? Entregas de trabalhos de última hora? Artigos mal revisados ou com erros bobos de ortografia?

Analise seu gráfico pronto e confie em seus instintos para decidir se cada comportamento realmente constitui procrastinação ou se é apenas um modo que seu cérebro encontrou para fazer pausas necessárias.

Agora que você já sabe quando, como e porque procrastina, é hora de elaborar sua estratégia para compensar os hábitos ruins. Você pode começar a estabelecer um limite de tempo para as tarefas que te distraem, aumentar o tempo de descanso entre uma tarefa e outra, usar aplicativos de produtividade e o que mais achar necessário para melhorar sua concentração.

Seja gentil consigo mesmo

Como superar a procrastinação não é uma tarefa fácil, é preciso ter paciência nessa missão. Você pode até pensar que, para vencer esse mal, é preciso ser bastante rigoroso com suas próprias atitudes e sentimentos, mas isso não é o que a ciência diz, sabia?

Uma pesquisa publicada pelo BPS (British Psychological Society) apontou que quanto mais disposto você estiver a se perdoar pelo seu hábito de procrastinar, mais propenso você estará a superá-lo.

Isso acontece porque, ao entender que a procrastinação é comum na vida de qualquer pessoa, a compreensão dos seus próprios atos ajuda a cortar os principais motivos desse mau hábito pela raiz: perfeccionismo e medo de cometer falhas.

Depois disso, é possível dizer que é bem mais fácil focar nas suas tarefas quando a insegurança vai embora, certo?

Use a música ao seu favor

Pense em alguma canção ou vídeo que realmente te deixa energizado ou motivado. Pensou? Essa será a sua música anti-procrastinação, e você sempre deverá colocá-la para tocar ao perceber que está postergando alguma tarefa importante.

Parece uma dica boba, não é? Mas acontece que cérebro gosta de ter um gatilho para criar novos hábitos, e você fica mais propenso a segui-los quando os associa ao bom humor e vontade de tomar iniciativas. Por isso, solte o som e mãos à obra!

Agora que você já sabe como superar a procrastinação, não pare de aprender! Aproveite para fazer nosso curso gratuito sobre hacks de produtividade e turbinar sua capacidade produtiva! Só não vá deixar isso para amanhã, ok?