Por Autor Convidado

pelo blog da Comunidade Rock Content.

Publicado em 18/06/2019. | Atualizado em 19/06/2019


Existem muitas formas de reutilizar seus vídeos e nós mostraremos aqui como aproveitar essa oportunidade para a criação de artigos incríveis.

Webinar, vídeo tutorial ou mesmo uma live. Não importa o estilo, que os conteúdos audiovisuais são uma excelente opção para engajar o público e aumentar as vendas, todo mundo já sabe.

Mas além disso, as produções podem se tornar peças-chave para você recriar outros formatos de conteúdo para turbinar sua estratégia de marketing.

Existem muitas formas de reutilizar seus vídeos e nós mostraremos aqui como aproveitar essa oportunidade para a criação de artigos incríveis.

Por que você deve reutilizar seus conteúdos audiovisuais

Se você já tem uma estratégia de marketing de conteúdo ativa ou vem estudando para colocar uma no ar, já deve ter percebido que trabalho é o que não falta, não é mesmo?

Cada peça de conteúdo a ser criada demanda muito investimento, especialmente em tempo. Seja um conteúdo textual ou vídeo, antes mesmo de produzi-lo é preciso pensar em questões como: tema, palavra-chave, tom de voz, elaboração da pauta e por aí vai.

Por isso, aprender a reutilizar seus conteúdos audiovisuais poderá te poupar bastante trabalho.

Mas além disso, existem outros pontos fundamentais:

  • oferecer formatos diversificados de conteúdo — afinal, você encontra com pessoas com gostos e situações bem diferentes. O conteúdo escrito é mais uma possibilidade de atingir seu público;
  • fortalecer a presença online do seu negócio — uma vez que você estará conversando com as pessoas por diferentes plataformas;
  • ter mais páginas para construir a estratégia de backlinks;
  • aumentar a autoridade e credibilidade — quanto mais conteúdos você publica, mais seu público terá segurança na sua marca e perceberá seu negócio como referência no segmento;
  • criar conteúdos de maneira ágil — afinal, do vídeo para o texto, o trabalho consiste praticamente em transcrever as falas.

Como fazer a reutilização dos seus vídeos?

O primeiro passo para iniciar esse processo é fazer um mapeamento completo dos conteúdos em vídeo que você já possuiu.

Em seguida, faça uma seleção dos temas que sua audiência mais se interessou (você pode medir esse fator através do número de curtidas e comentários que cada vídeo teve).

Com os temas em mãos, crie uma pauta com o propósito de transformar aquele vídeo em texto.

Para garantir que a estruturação do conteúdo não ficará confusa, é interessante que você já estabeleça pontos como: títulos, subtítulos e informações que não podem faltar em cada tópico.

Em seguida, confira seu calendário editorial para entender qual o melhor momento de divulgação de cada um dos temas que você selecionou.

Por fim, é hora de colocar a mão na massa e efetivamente colocar os temas dos vídeos (ou trechos com informações de destaque) no ‘’papel’’.

Vale sempre lembrar que a ideia da reutilização não é o processo de transcrever o conteúdo do vídeo, na íntegra, como se fossem legendas completas.

Por isso, fique atento: a não ser que seu conteúdo seja realmente a transcrição do vídeo, é muito importante retirar trechos de saudação, expressões excessivamente informais para o suporte escrito e outras partes do vídeo como o CTA.

Para te ajudar nesse processo, conheça os dois modelos de reutilização dos vídeos:

Modelos top-down e bottom-up

No caso do modelo top-down, você pega o vídeo para transformá-lo em vários conteúdos.

Em geral, a ideia é que você usa um material rico para produzir vários conteúdos mais simples. Essa é uma estratégia muito importante, principalmente se você perceber que tem muita qualidade nos vídeos, mas poucos conteúdos. Um webinar, por exemplo, pode se transformar em vários artigos e chamadas nas redes sociais.

Já o inverso dessa possibilidade, o bottom-up é quando você reúne vários conteúdos para uma produção mais impactante. Nesse caso, a ideia é criar um material rico com a reunião de vários mais simples. Imagine que você tenha criado uma série de pílulas sobre um determinado assunto, talvez seja hora de transformá-las em um e-book, não é mesmo?

Técnicas para reutilizar seus vídeos e fazer conteúdos inesquecíveis

Agora que você já conferiu as vantagens de reutilizar seus vídeos para oferecer novidades para a sua audiência, está na hora de conhecer dicas e segredos para deixar essa estratégia ainda mais otimizada. Para isso, é importante também alinhar essa técnica com os seus objetivos de marketing. Afinal, as possibilidades da criação de conteúdo são praticamente infinitas, então, observe se as novidades contribuem para o foco do momento.

Faça uma auditoria dos melhores vídeos

Uma boa dica para quem vai produzir conteúdos escritos usando vídeos é reunir os melhores primeiro. Isso não significa que não dá para aproveitar os outros, mas certamente o que você encontrar nessas produções tem algo que realmente chama a atenção do público. Se você já aplica nas estratégias de vídeo marketing e provavelmente conta com alguns desses tipos:

  • webinars;
  • vídeos tutoriais;
  • vídeos de perguntas e respostas;
  • lives;
  • conteúdos para o YouTube;
  • vídeos institucionais;
  • webséries e pílulas.

Faça uma lista com um top 5 ou top 3 de cada formato. Assim, além de trabalhar com o que tem dado mais resultado, você terá pistas sobre assuntos e abordagens que realmente atraem a sua audiência.

Pense: como este conteúdo poderá se tornar um ótimo texto

Imagine que você está pesquisando algo e se depara com o seguinte texto:

“Olá, tudo beleza? Estou falando de brasília e aproveitando para observar uma deliciosa chuva que está caindo agora. Se você observar por essa janela aqui, verá como ela está realmente bonita. Bom, como nosso foco é outro, vamos mudar o assunto. Sei que você está aqui para aprender como fazer filmagens melhores com celular. A primeira dica que dou, é que segure o aparelho com o braço assim, para evitar que a imagem saia muito tremida.”

Você observou como o texto não foi autônomo, precisando do suporte imagético para a compreensão do que está escrito? Se você estiver realmente interessado no conteúdo, certamente estará procurando por toda a página o link para o vídeo, mas a verdade com o público nem sempre é essa. O mais provável é que a pessoa retorne para o Google e busque por uma resposta melhor para sanar sua dúvida.

Por isso, cuide para fazer as adaptações necessárias para que o post seja tão impactante quanto seus vídeos.

Experimente adicionar outros formatos ao texto

Apesar da reflexão para o momento de reutilizar o vídeo, fazendo com o texto produzido seja capaz de transmitir as informações necessárias, talvez imagens e gifs podem deixar seu novo conteúdo mais atrativo. Um e-book, por exemplo, pode usar imagens do vídeo para ficar mais ilustrativo. No caso de vídeos passo-a-passo, as fotos podem ser uma boa estratégia para que o leitor entenda melhor o resultado de cada etapa.

Pense no propósito da reutilização do vídeo

Um conteúdo pode ter muitas finalidades, talvez você queira aumentar a sua lista ou melhorar o engajamento com os leads. A resposta para essa questão será extremamente relevante para a criação dos textos.

Enquanto um e-book é uma excelente isca de geração de leads, ideias para interações nas redes sociais são muito bem-vindas para o caso de engajamento e aumento do alcance da marca.

Separe frases impactantes e dados estatísticos

Por mais condensado que seja um vídeo, ele certamente é mais leve e descontraído do que um texto. Por isso, durante a gravação, é comum ter alguns momentos em que você apresenta pensamentos que se destacam ou dados estatísticos totalmente relevantes. Essas partes do conteúdo são um ouro para as redes sociais.

Elas podem se transformar em publicações que convidam o usuário para o vídeo, para outros conteúdos, ou mesmo levam uma informação informações de qualidade para seus seguidores.

Ainda é possível usar esses dados para criar materiais ricos que são curtos, como os infográficos.

Use vídeos de perguntas e respostas

Esse tipo de vídeo é muito importante porque normalmente traz uma informação importante sobre uma dúvida recorrente para a sua audiência. Então, transformar essas respostas em mais conteúdos certamente ajudará seus leads a encontrá-lo quando estiverem buscando algo para resolver a situação ou ainda para vencer as objeções de compra que normalmente surgem.

Para ver se o novo conteúdo continua sendo uma resposta sobre alguma dúvida, veja se cabe no título expressões como “o que”, “por que” e “como”, ou ainda se o seu texto resolve questões como essas. Afinal, quando o usuário pesquisar no Google, a tendência é essa. É mais provável que ele coloque “como filmar com câmera de celular” e não “filmar com câmera de celular”.

Aposte nos tutoriais

Fazendo um gancho com o tópico anterior, estão os vídeos tutoriais. Isso porque eles mostram para o leitor como ele resolve uma determinada situação. Nesse caso, existem duas possibilidades para solucionar o fato do vídeo ser capaz de exibir mais detalhes:

  1. Você cria um texto detalhado sobre cada passo apresentado no vídeo. Se for uma receita culinária, por exemplo, o ideal é falar sobre textura, cheiro e cor que a preparação fica em determinada etapa.
  2. Uma forma mais interativa (e que ainda pode contar com um texto mais descritivo) é capturar fotos do vídeo para inserir ao longo do texto, facilitando o entendimento do leitor.

Além disso, é muito importante mostrar para o usuário, ainda no começo, que ele pode ter as mesmas informações em um vídeo. Como você não sabe como ele chegou à página, talvez a opção do vídeo seja mais relevante para o usuário.

Considere também as publicações sobre o vídeo

Nesse caso, o aproveitamento é das falas da sua audiência durante o vídeo. Elas podem ser transformadas em chamadas nas redes sociais ou ainda se converter em depoimentos poderosos sobre a sua marca ou mesmo sobre o vídeo, aumentando o tráfego para ele.

Dependendo do assunto abordado, você pode tirar fotos do vídeo e usar os comentários como uma legenda em redes sociais como o Instagram. No caso do Facebook, você pode criar publicações no sentido do que as pessoas estão falando sobre o vídeo.

Se o vídeo for longo, crie uma série de artigos

Vídeo aulas e webinars têm muito conteúdo para ser compartilhado. No formato de texto, você deve ter cuidado para que eles não fiquem muito longos.

Uma excelente solução para aproveitar todas as dicas e conteúdos relevantes nesse tipo de vídeo é criando vários materiais. Se você traz muita informação relevante em um vídeo de 60 minutos, é possível criar 1 e-book e 2 a 3 artigos para o blog.

Conclusão

Como você viu, reutilizar seus vídeos pode ser uma solução com excelente custo e agilidade para ter informações relevantes em outros formatos para a sua audiência. Além de otimizar o seu SEO com isso, você ainda mantém um ritmo de apresentar novidades constantemente.

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto