Por Débora Passarelli

Jornalista por formação, redatora, mãe de gêmeos e alucinada por felinos.

Publicado em 01/07/2020. | Atualizado em 14/05/2020


Saber como recusar propostas é fundamental para preservar a sua reputação como freelancer. Entenda, neste texto, como lidar com essa situação da melhor maneira!

Você sabe como recusar propostas de forma estratégica? Todo e qualquer profissional, freelancer ou não, passa por situações em que precisa declinar ofertas de trabalho. A situação é bem comum no mercado e, muitas vezes, necessária. Afinal, nem sempre aquela oportunidade é a ideal para o profissional.

E tudo bem, viu? Nesses casos, é importante saber como dizer não para preservar sua marca como freelancer e não perder outras oportunidades, especialmente se aquela oferta surgiu por meio de uma indicação.

Sabemos o quanto o assunto é delicado. Por isso, preparamos um conteúdo especial que explica como recusar propostas estrategicamente para não prejudicar a sua reputação e, consequentemente, não fechar portas para futuras oportunidades. Confira!

Entenda a importância do bom relacionamento

Você, provavelmente, já ouviu falar sobre a importância de ter um bom relacionamento no âmbito profissional, seja com clientes, empresas ou até outros colegas freelas, mas é sempre bom reforçar! Cuidar da sua rede de contatos pode ajudá-lo a conseguir diferentes parceiros e a fechar novos negócios.

Além disso, parcerias de longo prazo com clientes agregam valor ao seu trabalho e podem render recomendações e indicações. Elas fortalecem sua marca como freelancer e demonstram que você sabe se dedicar verdadeiramente para alcançar o sucesso de um projeto. As vantagens, como pode conferir, são muitas.

Esse bom relacionamento precisa se estender até a sua rede de contatos de colegas freelancers, viu? Alguns profissionais enxergam outros freelas como concorrentes e acabam negligenciando o poder dessas relações. Esse é um erro tremendo!

O ideal é estabelecer uma relação de parceria com outros colegas, assim como você estabelece com clientes. Isso vale para profissionais que ofereçam o mesmo tipo de serviço que você ou não. Além da troca de experiências e conhecimentos, podem surgir, também, oportunidades de recomendação ou indicação.

É aqui que vem nossa questão principal: é possível que você precise recusar essas propostas. Pois, como dissemos, elas podem estar em desacordo com o seu momento profissional ou com o tipo de serviço que você oferece.

Independentemente do motivo, saber como recusar propostas estrategicamente é o caminho para não prejudicar a sua reputação e, ainda, não fechar as portas para outras oportunidades.

Saiba em quais situações dizer não

Mas, afinal, como recusar propostas de forma estratégica? A seguir, listamos algumas situações comuns que fazem os freelas declinarem ofertas. Você verá como agir da melhor maneira ao dizer não. Acompanhe agora!

Quando o cliente faz um pedido irracional

Como freela, você provavelmente já se deparou com propostas irracionais e, inevitavelmente, irritou-se com elas. É possível, por exemplo, que algumas pessoas até tenham pedido para que você trabalhe de graça. Entendemos que essa situação é desagradável, mas, mesmo diante de pedidos absurdos, é preciso manter a postura e prezar pelo bom relacionamento sempre.

Ao recusar esse tipo de proposta, em primeiro lugar, agradeça o interesse e o contato. Explique de maneira educada que, ao aceitar o pedido, você coloca em risco a qualidade de seus serviços para clientes que já investiram em você financeiramente e reconhecem o seu valor.

Quando o cliente quer que você efetue outras atividades

Nessas situações, antes de recusar a proposta, vale a pena olhar as mídias do cliente, como Facebook, Instagram e blog, e entender o tipo de serviço e/ou produtos que ele oferece. Talvez, não haja necessariamente uma incompatibilidade, mas sim um problema de comunicação.

Para esclarecer as coisas, entre em contato por telefone. Assim, fica mais fácil entender exatamente o que ele precisa e, se não for possível atendê-lo, recomendar um outro freelancer. O que acha?

Quando há pedidos de desconto

Outra situação comum em que recusamos propostas é diante de pedidos de descontos. Em alguns casos, esses pedidos podem ser, sim, atendidos. Isso depende, obviamente, de uma série de coisas, como tipo de job e sua complexidade, duração do projeto, relação com o cliente, porcentagem de desconto etc.

De qualquer forma, quando uma proposta como essa surgir, explique os motivos por cobrar um determinado valor e liste os serviços que você oferece. Essa é uma ótima maneira de valorizar seu trabalho. Você pode, ainda, tentar entender por que o cliente quer pechinchar pelos seus serviços e, assim, apresentar uma contraproposta em que todos saiam ganhando.

Se realmente não for possível conceder o desconto, o ideal, como sempre, é prezar pelo bom relacionamento e pela sua reputação, dando uma resposta cordial e educada. Mais uma vez, mencione que aceitar esse tipo de oferta coloca em risco a qualidade de seus serviços e que isso não seria justo com outros clientes que reconhecem o valor das suas entregas.

Quanto cobrar pelo freela? Descubra na Calculadora de Preços para FreelancersPowered by Rock Convert

Quando há falta de tempo

Se você não pode assumir um projeto por falta de tempo, é importante deixar bem claro para o cliente essa questão. Fale, por e-mail ou telefone, que não se trata de desinteresse e, se houver abertura para isso, tente negociar prazos diferentes, colocando-se à disposição para trabalhos futuros.

Conheça boas práticas para recusar propostas

Entendeu como recusar propostas? A partir dos exemplos apresentados, fica mais fácil ter uma ideia de como devemos nos posicionar quando há a necessidade de negar uma oferta de trabalho. Agora que você já sabe mais sobre o assunto, apresentamos, neste tópico, boas práticas para lidar com essas situações. Vamos lá?

Considere o tempo do cliente

Às vezes, você precisa de tempo para avaliar se uma proposta realmente vale a pena. Talvez, diversos fatores precisem ser verificados antes de dizer sim ou não. Nesses casos, vale a pena sempre analisar se o cliente tem urgência em receber um retorno e dar uma resposta de acordo com a necessidade dele, sobretudo quando ela é negativa.

Dessa maneira, você mostra seriedade e responsabilidade. Demonstra, ainda, que entende a seriedade do projeto e da proposta, por isso, fez o possível para retornar rapidamente para que ele tenha tempo suficiente para encontrar outro profissional.

Preze pela honestidade

Esse ponto é importante: responda a oferta com honestidade. Aquela proposta não corresponde ao tipo de serviço que você presta? Fale a verdade. O cliente quer um desconto que é impossível de conceder? Diga por qual motivo não é possível reduzir o valor do seu trabalho.

Você, obviamente, não é obrigado a aceitar todo tido de proposta, mas, ao expor com honestidade e clareza suas justificativas, algumas oportunidades surgem. Você demonstra que é um profissional íntegro, que está disponível para um diálogo e, quem sabe, para realizar contrapropostas, se julgar oportuno.

Seja cordial

Ao recusar propostas, seja cordial e agradeça o interesse e o contato do cliente. Para evitar qualquer tipo de ruídos na comunicação, vale até entrar em contato por telefone, a fim de expor com clareza suas razões. Às vezes, conversas por texto não expressam tão bem aquilo que temos a dizer.

Você pode, sim, declinar as ofertas por e-mail, mas tenha cuidado com suas palavras e mantenha sempre a boa educação. Nessas situações, é importante fazer o possível para que não surjam interpretações equivocadas. Um contato por telefone deixa a situação menos impessoal, então, aposte nisso!

Ofereça soluções

Você recusou a proposta, mas ainda pode oferecer soluções ao cliente e, quem sabe, negociar prazos para atendê-lo em outro momento. Assim, sugerimos que demonstre interesse e pense em formas de ajudá-lo, mesmo que não possa se envolver com o projeto. Às vezes, até uma indicação de um outro freela vale!

Essa atitude contribui para a preservação de um bom relacionamento e para não fechar as portas com esse cliente, que pode considerar você para projetos futuros.

Ficou claro como recusar propostas de forma estratégica? Depois de saber como agir diante dessas situações, lembre-se de continuar prezando pela qualidade de seus serviços e pelo bom atendimento que você presta aos seus clientes. É importante cuidar de sua reputação e buscar sempre as melhores forma de se posicionar no mercado.

Agora que você já sabe como recusar propostas, aproveite para conferir um guia básico para manter parcerias e se relacionar melhor com os seus clientes!

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *