Como melhorar a sua escrita e ser lido por mais de 19 mil pessoas

Como melhorar a sua escrita e ser lido por mais de 19 mil pessoas

Quer aprender como melhorar a sua escrita e viralizar artigos na internet? Conheça a história do Rodnei Silva e entenda como ele conseguiu alcançar mais de 19 mil pessoas com um artigo! ;)

Qual foi a última vez que você fez um curso que mudou a sua vida? Algo que realmente tenha te ensinado uma nova habilidade e te apresentado novos rumos. Lembrou de algum?

Situações assim são bem raras e somente somos capazes de reconhecê-las após algum tempo, quando vemos o reflexo do que aprendemos em nossas vidas. Neste post, vou te contar uma história que se encaixa muito bem com essa introdução.

Mas não é a minha história, nem a de nenhum outro Rocker. Também não é de nenhum freelancer da nossa base. Hoje, vou te contar a história do Rodnei Silva.

Em Junho de 2018, ele fez uma publicação no grupo da Universidade Rock Content, no Facebook, contando que havia publicado um artigo no LinkedIn seguindo o que aprendeu no curso de Produção de Conteúdo para Web e conseguiu resultados surpreendentes:

como melhorar a sua escrita: print do artigo do Rodnei no LinkedIn

Além das 1070 curtidas, 99 comentários e 316 compartilhamentos que você pode ver no print acima, o texto dele já havia alcançado mais de 19 mil pessoas na última vez que ele me informou. Impressionante, não acha?

como melhorar a sua escrita: print mostrando mais de 19 mil visualizações

Desde que fiquei sabendo dessa história, decidi que precisávamos contá-la aqui no blog da Comunidade e tentei convencer o Rodnei a se tornar freelancer, para que ele próprio pudesse fazê-lo.

Como ainda não consegui, marquei uma chamada via Skype com ele e encarnei o papel de jornalista entrevistador, para que eu mesmo pudesse te contar:

Conhecendo o Rodnei

Atualmente, ele trabalha como copywriter freelancer de resposta direta, com o objetivo de aumentar as vendas de produtos ou serviços dos seus clientes — como ele próprio descreve — usando o poder das palavras com as técnicas de escrita, como faziam os grandes nomes do marketing direto americano.

Mas Rodnei nem sempre atuou nessa área. Ele é graduado em Administração de Empresas com ênfase em negócios internacionais e chegou a começar uma pós-graduação em Gestão de Projetos, mas deixou essa especialização de lado em 2011, quando começou a se interessar por Marketing Digital.

“Me formei em Administração de Empresas, com ênfase em negócios internacionais. Mas hoje vejo que não deveria ter feito nada disso.”

O Rodnei somente começou a trabalhar de fato com Marketing Digital em 2013. Antes disso, ele trabalhou como vendedor de uma marca multinacional:

“Fazia de tudo, era promotor, arrumava o produto na loja e vendia, mas sem receber comissões. Esse foi meu último emprego registrado. Em 2013, tive uma luz e comecei a trabalhar com Marketing Digital, conquistando minha primeira cliente.”

Em 2015, migrou de área novamente, quando passou a trabalhar como copywritter. Foi também nessa época que ele acabou descobrindo a Rock Content:

“Nessa fase, estava bem perdido e comecei a seguir muitas pessoas nas redes sociais. Muita gente mesmo! Nisso, acabei afunilando e descobri a Rock. Passei a conhecer o Marketing de Conteúdo e descobri grandes referências e influências, como a Hubspot e o Vitor Peçanha.”

Em 2017, o Rodnei tirou a certificação de Marketing de Conteúdo, ficou ainda mais interessado pelo assunto e já queria aplicar isso de alguma forma. E passou a encarar um grande obstáculo para todos que trabalham com produção de conteúdo:

O medo de escrever

Existem alguns métodos para superar o medo e começar a escrever e, nesse caso, o Rodnei explorou a própria profissão:

“Primeiro, criei coragem para produzir para os outros. Então, escrevia para meus clientes e também criava conteúdo em vídeo para eles. Apesar disso, continuava achando que não escrevia tão bem e tinha muito medo de colocar minha cara para escrever.”

Mas como você sabe, a escrita é um hábito que precisa ser cultivado e praticado:

“Antes de passar a trabalhar com copy, eu não escrevia nada. A não ser coisa rápida em rede social. Lia bastante, mas escrever mesmo, eu não escrevia.”

Materiais recomendados para escrever textos impecáveis:
Guia definitivo do texto perfeito: do brainstorm às técnicas de persuasão
Guia de produção de conteúdo para web 2.0
Glossário de Produção de Conteúdo para Web
Cartilha de escrita humanizada
Guia prático de português e gramática para web atualizado
Checklist interativa de revisão
ABC do Copywriting

Em 2017, ele decidiu fazer uma imersão de dois meses em Copywriting, que incluía treinamentos para:

  • criação de cartas de vendas;
  • estudo do consumidor;
  • escrita persuasiva levando em consideração o nível de consciência do prospect;
  • técnicas de vendas por e-mail.

E nessa experiência, Rodnei chegou à conclusão de que precisava melhorar sua escrita e deu o próximo passo:

Guia Completo de Produção de Conteúdo

Produção de conteúdo para web

Então, ele fez o curso de Produção de Conteúdo para Web, fez o teste e não passou. Esperou as 48h para que pudesse refazer o teste, mas novamente não passou.

Então, reconheceu que precisava melhorar no Português e começou a ler mais, e com muito mais atenção, para realmente aprender a estruturação das frases e dos textos.

No começo de 2018, Rodnei conseguiu tirar a certificação e se viu melhor preparado para escrever:

Esse foi um verdadeiro divisor de águas. Para mim, essa certificação e todo o conteúdo ensinado nela são muito valiosos e vocês os entregam gratuitamente. Ainda não sou um escritor com profundo conhecimento da língua portuguesa, mas minha escrita já está muito melhor do que era no ano passado.”

Com a certificação em mãos, veio a coragem de colocar em prática. E vieram também os resultados.

Escrevendo artigos para o LinkedIn

Então, recapitulamos a história do Rodnei e chegamos ao ponto de partida de nossa história: o artigo que foi lido por mais de 19 mil pessoas.

Esse texto foi publicado no dia 25 de Maio e, até hoje, continuam aparecendo novos usuários lendo, compartilhando e trazendo novas visitas ao perfil do autor, que ficou surpreso com o resultado:

“Eu não pensei que o artigo teria esse repercussão enorme. Um amigo meu que trabalha em uma empresa em Campinas me mandou uma mensagem dizendo que o artigo foi pra intranet da empresa dele e adotado como um guia prático para ser produtivo.

Ele diz que, no texto, apenas expressa algumas ideias que realmente pratica em sua rotina, como, por exemplo, desligar redes sociais.

Talvez exatamente por esse motivo, as pessoas tenham se identificado tanto com o artigo, que foi fundamental para dar mais coragem ao Rodnei para seguir publicando. Hoje, ele tem outros 9 textos no LinkedIn, que ainda não reproduziram o sucesso do artigo da produtividade, mas isso é mera questão de tempo.

E se você acredita que os números mostrados não valem tanto, por estarem relacionados a métricas de vaidade, veja alguns outros resultados proporcionados:

  • vários convites para entrevistas de emprego (pelo menos 10), que foram gentilmente recusados por não entrar em um acordo comum e, assim, preferir continuar trabalhando como autônomo;
  • várias perguntas sobre seu serviço como copywriter e novos potenciais clientes.

Para finalizar, pedi ao Rodnei que desse uma última declaração:

“Eu quero agradecer. Ainda planejo escrever um artigo para agradecer mesmo à Rock. De tanta coisa que eu fiz, de tanto livro que eu li, a certificação de Produção de Conteúdo para Web foi a que me deu o start mesmo, me tirou o medo de escrever e me deu coragem de expor minhas ideias.”

E você, o que está esperando para tirar a sua certificação e aprender a arte de escrever para web?

Banner para os cursos da Universidade Rock Content