Como escrever bem

Como melhorar a escrita: tudo o que você precisa para ser um redator excelente!

Você ama ler e escrever, e percebeu que tem tudo para se tornar um redator excelente. No entanto, é comum ainda ter que lidar constantemente com bloqueios criativos e com a demora para produzir qualquer tipo de conteúdo. Este é um cenário muito comum para redatores que. apesar de serem habilidosos, não apostam nas estratégias mais eficientes de como melhorar a escrita.

Você ama ler e escrever, e percebeu que tem tudo para se tornar um redator excelente. No entanto, é comum ainda ter que lidar constantemente com bloqueios criativos e com a demora para produzir qualquer tipo de conteúdo. Este é um cenário muito comum para redatores que. apesar de serem habilidosos, não apostam nas estratégias mais eficientes de como melhorar a escrita.

Se este é o seu caso, encontramos a solução para o seu problema! Neste post, abordaremos algumas dicas essenciais para que você se torne um redator cada dia melhor e consiga produzir textos inesquecíveis. Confira:

Pratique diariamente

Em seu livro “Sobre a Escrita”, Stephen King afirma que tem o hábito de escrever 10 páginas por dia ou cerca de 2 mil palavras para melhorar a escrita. Apesar de essa ser uma excelente dica, antes de chegar ao ponto em que ele já está, é preciso começar do zero, ou você pode até desanimar no meio do caminho.

Portanto, tenha em mente que, no início, o importante é praticar pelo menos um pouco diariamente. Dessa forma, você deve aumentar aos poucos a quantidade de palavras escritas diariamente e até o grau de aprofundamento dos textos.

Mantenha um caderno de anotações

Não confie em seu cérebro: anote tudo o que vier em sua cabeça e que pode servir para se transformar em um conteúdo incrível.

Este caderno de anotações pode servir tanto como um material de consulta como um espaço em que você pode escrever todas as ideias que surgirem — nunca se sabe quando a inspiração para um texto vai chegar, seja no banho, no transporte público ou até mesmo quando já estamos deitados para dormir.

Além disso, além de um caderno de anotações, para praticar a escrita, você pode manter um diário. Nele, você pode registrar informações do seu dia ou até produzir um material fictício. Nosso conselho é que você exercite e coloque em prática suas habilidades.

Crie um ambiente propício

O local em que você for escrever deve ser calmo, bem iluminado e com uma estrutura adequada para que você se sinta confortável. Ou seja, evite qualquer tipo de distração que possa prejudicar o andamento da sua escrita. Se possível, escreva em um ambiente longe de pessoas, televisão e telefone (fixo ou celular).

Se estiver escrevendo em um dispositivo com conexão com a internet, a use apenas como auxílio em caso de dúvidas e para procurar por mais referências, e não para checar as redes sociais ou as últimas notícias dos sites de entretenimento.

Dica: para ajudar na concentração, você pode escutar alguns tipos de música que também contribuem para aumentar a sua produtividade.

Leia bastante e diferentes tipos de conteúdo

Leia ficção, os clássicos, contos, jornais, revistas, posts na internet e, se necessário, até bula de remédio. Quanto mais você ler, mais estará em contato com diferentes palavras, aprimorando, assim, o seu vocabulário; gêneros textuais, se apropriando melhor dos recursos linguísticos; norma-padrão, vendo na prática como o português funciona, e adquirindo diferentes conhecimentos.

Existem também alguns blogs específicos que todo redator deve acompanhar, pois estão sempre debatendo assuntos que são do seu interesse. Além disso, não hesite em pesquisar livros técnicos que proporcionarão insights que, provavelmente, você não teria sozinho e que o ajudarão a aprimorar as suas técnicas de escrita.

Aprofunde seus conhecimentos

Você pode até escrever sobre assuntos que não domina, mas quanto mais específico for o seu conhecimento sobre determinado assunto, melhor você saberá falar sobre ele, promovendo discussões mais ricas e acrescentando ao seu leitor informações inovadoras, interessantes e originais.

Copie textos

Não, nós não estamos falando que você deve plagiar outro texto, mas, na verdade, redigir manualmente ou no computador textos de autores consagrados. Essa era uma prática muito comum do aclamado escritor Truman Capote, autor de obras como Bonequinha de Luxo e o excelente A sangue frio.

Essa atividade o ajudará a aumentar a concentração, a perceber de forma prática regras de escrita e de pontuação, além de entender como um autor renomado ou um escritor conhecido pela capacidade de escrita desenvolve os conteúdos.

Para que essa estratégia se mostre realmente eficaz, você deve prestar atenção no que está fazendo, lendo com cuidado cada palavra e copiando o material por completo, já que isso melhorará a sua noção de estrutura.

Desenvolva um estilo

É muito importante que você busque evoluir as suas estratégias e demonstre personalidade em seus textos, de forma a se tornar único e original.

Mais do que observar quais são as táticas adotadas pelos principais autores e profissionais da escrita, você deve também desenvolver um estilo próprio e que o defina. Dessa forma, conseguirá deixar a sua marca no mercado, sendo reconhecido e ganhando destaque perante outros profissionais.

Faça resumos

Leu um livro, viu um filme, conversou com alguém sobre algo novo e inovador, viu alguma reportagem ou conteúdo diferente na internet? Faça um resumo com tudo o que você sabe sobre o conteúdo. Ao fazer um resumo, você estará exercitando o seu cérebro, desenvolvendo sua capacidade crítica e avaliativa sobre diferentes assuntos.

O resumo também se mostrará como uma tática relevante quando você já tem um tema definido para escrever, mas que ainda não sabe a melhor forma de abordá-lo.

Tente organizar suas ideias

Muitas vezes, o “afobamento” para contemplar tudo o que temos para falar pode tornar o seu texto confuso e com informações desconexas. Por isso, antes de sentar e colocar a mão na massa, que tal organizar suas ideias e fazer um escopo dos principais tópicos que serão abordados no seu texto?

Isso não só facilitará na hora de começar a escrever o material como definirá melhor a estrutura e o desenvolvimento do seu texto.

Nesta etapa, é ideal também que você pense em alguns pontos, como:

  • Definir a palavra-chave do texto;
  • Pesquisar as possíveis referências;
  • Considerar quem é a sua persona ou o seu leitor ideal;
  • Possíveis dicas e orientações que podem ser dadas;
  • Tomar os devidos cuidados com adequação da linguagem e tom do conteúdo.

Dê pausas esporádicas

Para clarear as ideias e analisar de forma crítica as informações contidas no seu texto, de tempos em tempos dê pausas esporádicas. Vale ler um livro, ver uma série ou até dar um cochilo. O importante é desviar a sua atenção do texto, de modo que você possa dar um olhar diferente a ele quando retomar a escrita.

Esta estratégia também se mostrará eficiente na hora em que for revisá-lo. Assim que terminar de escrever um texto, vá fazer outras tarefas e só o revise depois de algum tempo. Isso ajudará a identificar erros, tanto de português como de grafia e frases sem sentido com maior facilidade, já que a sua visão terá desacostumado com o material.

Estude o português

Infelizmente ou felizmente, dentre as principais dicas de como melhorar a escrita e se tornar um redator freelancer excelente, é imprescindível dominar o português. Assim, você evita cometer erros — muitas vezes até bobos — e que podem inclusive prejudicar a sua credibilidade no mercado.

Consulte as melhores gramáticas, leia artigos na internet e esteja atento às principais armadilhas em que você pode cair.

Dê o devido aprofundamento ao material

Um erro muito comum de quem está começando a escrever é perceber qual o aprofundamento ideal para cada tipo de assunto. Antes de mais nada, você deve ter em mente qual o tamanho do material e qual é o objetivo que pretende obter com ele.

As estratégias adotadas e objetivos definidos para um texto de 500 palavras, por exemplo, não serão os mesmos de um e-book de 2.000 palavras. No primeiro caso, apesar de oferecer conteúdos ricos e relevantes para o leitor, ele será mais superficial do que o e-book, que visa destrinchar em mais partes um determinado assunto.

Evite palavras muito complexas

Termos técnicos ou palavras muito complexas e em inglês devem ser evitados ao máximo, principalmente se o seu público-alvo for leigo no assunto. Se for imprescindível utilizá-los, não se esqueça de sempre explicar o que significam e de apresentar exemplos.

Isso evitará que o seu texto fique muito complicado, fazendo com que o leitor perca o interesse nele e vá em busca de outras informações mais agradáveis e educativas.

Saiba aceitar feedbacks

Peça a alguém que você confie para ler o seu texto e que dê um feedback sobre ele. Contar com o olhar de outra pessoa pode proporcionar ideias valiosas e percepções que talvez você não tenha pensado.

Não se sinta ofendido se receber um feedback negativo sobre o seu texto. Saiba tirar proveito ao máximo das dicas recebidas e busque entender quais são os seus pontos fracos e o que você deve fazer para aprimorá-los.

Toda crítica construtiva proporciona insights positivos e contribui de maneira efetiva para que você consiga melhorar a escrita.

Agora que você aprendeu algumas dicas de como melhorar a escrita e se tornar um redator excelente, que tal investir na carreira de redator freelancer? Acha que tem as características necessárias para embarcar nessa jornada? Então, baixe o nosso e-book “Redator freelancer – a sua nova oportunidade de carreira” e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Ebook sobre Texto Perfeito