Por Lauro Lam

Jornalista, freelancer ful-time e praticante de esportes radicais.

Publicado em 21/05/2021. | Atualizado em 27/04/2021


Produzir conteúdos na web é um exercício que exige muito estudo e análise apurada para mapear tendências, de olho na busca por excelentes resultados que convertam em vendas e engajamento.

Você já ouviu falar na brincadeira “caça ao tesouro”? Nela, alguém esconde um objeto e as crianças criam estratégias para encontrar, recebendo o que for localizado como prêmio. Mapear tendências na produção de conteúdos web é bem parecido com esse processo.

O tesouro pode ser comparado ao cliente, e o mapa, ao planejamento das ações que serão executadas. Assim, é possível seguir uma direção com foco em atração de clientes, prospecção de vendas e fidelização, trazendo autoridade à empresa, principalmente, para quem quer trabalhar como estrategista de conteúdo.

Quer aprender a executar tal tarefa? Então, mergulhe com a gente neste post e conheça 6 dicas imperdíveis!

Importância de mapear as tendências

Ligado à jornada de compra, o mapeamento de conteúdo é o desenvolvimento de estratégias sintonizadas com as necessidades e as expectativas dos clientes. Por isso, é importante conhecer a audiência para saber a quantidade certa de posts, e também os assuntos abordados.

Dessa maneira, uma boa dica é fazer o planejamento das produções, de olho no atendimento a todas as etapas do funil de vendas, como topo, meio e fundo. Ao documentar os assuntos e períodos em que os conteúdos serão postados, é possível atingir com mais qualidade a persona, aumentando as conversões e a geração de leads.

O funil se alarga e as chances de ampliar as vendas aumentam consideravelmente. Quem faz um mapeamento das tendências consegue melhorar os resultados, sendo fundamental para atender às expetativas, tanto de quem vende quanto de quem compra. Para obter sucesso nessa trilha, algumas orientações devem ser seguidas, como:

  • que tipos de conteúdos produzir em cada etapa;
  • quanto produzir em períodos predeterminados;
  • qual a relevância do conteúdo;
  • identificação dos conteúdos já publicados e as estratégias de SEO;
  • palavra-chave utilizada;
  • pautas bem direcionadas.

Como mapear tendências na produção de conteúdos web?

Dentro das ações para saber como posicionar conteúdos na internet, é válido fazer um brainstorm para criar ideias que estejam alinhadas com as estratégias. Mas as tendências vão bem além, como as 6 que apresentaremos agora.

1. Utilize o Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta gratuita que faz análises das melhores palavras-chave para você utilizar nos textos. Existente desde 2006, ele apresenta um gráfico sobre o volume de buscas. Assim, é possível produzir conteúdos alicerçados no SEO, especificando categoria, tipos de busca etc.

Entre as utilidades do Google Trends, podemos citar, justamente, as tendências dos conteúdos produzidos, pois os posts terão palavras-chave com boas procuras, atraindo pessoas que estão interessadas nos produtos ou serviços oferecidos. Além disso, a ferramenta disponibiliza os termos mais pesquisados, temas correlatos e sinônimos, sendo útil, inclusive, para vídeos.

2. Verifique as redes sociais da concorrência

No momento de mapear conteúdo, vale a pena analisar as redes sociais da concorrência. Esse olhar não tem caráter de cópia, mas para pensar outras abordagens e maneiras diferenciadas de atingir a persona.

Observando as postagens e métodos utilizados, é possível criar conteúdos mais interessantes e que estejam alinhados com novas oportunidades de negócios. Inclusive, uma postagem do concorrente pode ser o insight para uma tomada de decisão que esteja sintonizada com o aumento da audiência.

Dessa forma, a análise da concorrência traz muitas vantagens, como incremento das vendas, melhora no faturamento e um posicionamento mais adequado da marca.

Criando conteúdos para sua persona: tudo que você precisa saberPowered by Rock Convert

3. Assine newsletters

Para fazer um planejamento estratégico de conteúdo, você deve estar antenado em tudo o que acontece no nicho de mercado escolhido. E como saber as tendências e publicações da concorrência sem investir tempo em uma rotina de visitações nos sites ou blogs?

Uma boa dica é assinar as newsletters. Com isso, você receberá em sua caixa de mensagem todas as novidades, tipos de postagens e conteúdos explorados. Trata-se de uma maneira de perceber o que o concorrente está fazendo, criando soluções mais criativas e focadas nos objetivos do seu cliente.

4. Estude os dados

Ao trabalhar como estrategista de conteúdo, você terá em mãos vários dados referentes às preferências dos usuários de cada cliente. Assim, será possível saber quanto tempo a pessoa fica no site, qual a média de leitura de posts no blog, a frequência de compras, os assuntos que mais chamam a atenção e o índice de visitações.

Com as informações bem analisadas, as tomadas de decisões serão mais certeiras, sempre em busca de melhores resultados nas conversões, no tráfego e vendas. Além disso, os dados demonstram possíveis causas das quedas nas visitações ou redução na qualidade dos conteúdos, ou seja, trata-se de um termômetro para você criar publicações que tragam bons resultados, como no ranqueamento nos mecanismos de buscas.

5. Trace metas

Mapear tendências é sinônimo da constante busca por resultados positivos. Para isso, nada melhor do que mensurar metas de publicações e de geração de leads.

Ao estabelecer um norte na produção, a eficiência sempre estará sendo valorizada, de olho em publicações que façam mais sentido para atingir os objetivos previamente definidos. Assim, a criação de metas oferece caminhos às publicações, principalmente, por meio das avaliações dos cliques, buscando sempre ser intuitivo com os usuários.

6. Mantenha o olhar atualizado sobre o mercado

Produzir conteúdos que estejam alinhados com as tendências do marketing digital, e de acordo com as preferências de cada persona, é um exercício que exige olhar apurado sobre o mercado. Afinal, as mudanças no comportamento e nos hábitos de consumo estão em um ritmo bem acelerado, fato que faz com que os produtores precisem estar sempre antenados.

Portanto, mapear tendências necessita de muito estudo e comprometimento com as métricas, ou seja, o trabalho tem várias vertentes que vão bem além do que a produção dos textos. A busca por conhecimento deve ser uma premissa, tanto quanto a prática de leituras nos nichos de mercado que você atende. Assim, mapear tendências ajudará imensamente na satisfação dos seus clientes, trazendo credibilidade e autoridade nas postagens.

E você, gosta de marketing digital e ainda não é um freelancer da Rock Content? Então, não perca mais tempo e se inscreva agora mesmo em nosso banco de talentos!

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *