Por Débora Passarelli

Jornalista por formação, redatora, mãe de gêmeos e alucinada por felinos.

Publicado em 23/03/2020. | Atualizado em 27/05/2020


Quer saber como manter seus clientes durante as férias e pelo restante do ano? No artigo a seguir, nós ensinamos você. Não deixe de conferir até o final!

Você sabe como manter seus clientes? Conquistar novos clientes não é um bicho de sete cabeças, mas a tarefa não é tão simples assim: ela exige dedicação, planejamento e esforço. Cada contato importa, ainda mais se ele abre seus caminhos para um job pontual ou um projeto a longo prazo bacana. 

Assim, tão importante quanto atrair novos clientes, é mantê-los com você por todo o ano, especialmente durante as férias de verão, momento em que o profissional freelancer nem sempre pode se dar ao luxo de descansar.

Sabendo deste desafio, preparamos um conteúdo especial para que você saiba como manter seus clientes durante esse período — e por muito mais tempo.

Boa leitura!

Envolva e engaje o cliente com seu trabalho 

Envolver o cliente em todo o processo de trabalho é o primeiro passo para mantê-lo não só no período de férias, mas pelo ano inteiro. Por isso, não basta simplesmente apresentar uma proposta, delimitar prazos, assinar um contrato e voltar a falar com ele depois de algumas semanas, quando o job deve ser entregue.  

Essa é uma maneira muito fria e ineficaz de conduzir essa relação, que pode contribuir para que ele busque um outro profissional rapidamente. Nesse sentido, a saída é investir em uma comunicação clara e objetiva com seu cliente desde o início.  

Faça o possível para que ele conheça todas as etapas do trabalho, mesmo que seja de maneira remota. Isso permite que ele compreenda melhor todo o processo e, assim, receba um job de acordo com as expectativas dele. Lembre-se de que quando o cliente está mais próximo de você, fica mais fácil entender aquilo que ele realmente quer.  

Mas, calma lá. Talvez, o seu cliente não tenha tempo o suficiente para entender todo o processo do job — ou talvez não esteja preparado para isso. Nesses casos, vá devagar, mas não deixe de fornecer as informações mais essenciais, tudo bem?  

Conheça seu cliente pessoalmente 

Conversas por e-mail, reuniões pelo WhatsApp e videoconferências pelo Skype são uma mão na roda, não é verdade? As facilidades da Internet, novas tecnologias e aplicativos de comunicação são inegáveis, mas, a verdade é que essas modernidades não substituem o contato pessoal.  

É claro que as suas habilidades profissionais devem ser mais importantes do que qualquer coisa, mas o contato direto com um potencial cliente pode ser decisivo para que você feche mais negócios.  

Aquele aperto de mão seguro, o olho no olho e a escuta atenta ao que o outro tem a dizer valem muito — na verdade, valem ouro. Em tempos de relacionamentos virtuais e distantes, de ansiedades e instantaneidades, esse contato pessoal pode ser um diferencial para você.  

Forneça valor ao que você faz

Para manter seus clientes, é importante fornecer valor àquilo que você faz de melhor. Estamos falando de ir um pouco além daquilo que é esperado pelo cliente, sabe? Sugerir mais alternativas criativas. Apresentar uma abordagem inusitada para o job. Ou, quem sabe, propor uma ideia completamente diferente e inusitada.

Nesses casos, não se esqueça de ter cautela e assustar o cliente. A ideia é mostrar que você se envolveu de verdade com o projeto e deseja apresentar as melhores soluções para ele, beleza?

Ademais, para valorizar ainda mais o seu trabalho, sugerimos que utilize um contrato de prestação de serviços. Muitas vezes, por conta do caráter mais livre do trabalho freelancer, nos descuidamos dessa questão e acreditamos que apenas um acordo verbal é suficiente. Mas, a verdade é que essa prática resguarda você como profissional, além de evitar problemas no futuro para ambas as partes.

Na internet, você encontrará diversos modelos de contratos, mas eles nem sempre são adaptáveis. Por isso, vale a pena elaborar um documento que contenha:

  • descrição detalhada dos serviços oferecidos;
  • descrição detalhada das obrigações de cada parte ao longo do projeto;
  • cronograma do projeto e prazos de entrega;
  • informações sobre condições e formas de pagamento;
  • termos para rescisão do contrato, incluindo detalhes sobre multas ou devolução de valores.

Se estiver com dúvidas, fale com um advogado. Essa é uma boa forma de obter um contrato seguro e que atenda todas as suas necessidades.

Powered by Rock Convert

Cumpra os prazos estabelecidos 

Sabe aquele ditado que diz que o combinado não sai caro? Então. Nada como cumprir aquilo que você se propôs a fazer! Conseguir gerenciar o seu próprio tempo, a fim de honrar com suas responsabilidades, é um dos segredos da carreira freelancer. E é dessa forma que os seus clientes permanecem com você.  

É aí que vem outra questão superimportante na vida do freela: a organizaçãoProfissionais autônomos tendem a perder a concentração com muita facilidade. Vale a pena, então, investir em métodos de organização para tornar a vida mais fácil.

Dá para investir em um Bullet Journal, aproveitar os benefícios de aplicativos de organização ou ainda colocar em prática o método GTD. Não importa a maneira como você decide se organizar. O importante, na verdade, é escolher aquele método que mais faz sentido no seu dia a dia. 

Peça feedbacks sempre 

Solicitar feedbacks é importante para qualquer empresa que presta qualquer tipo de serviço, mas quando você é freela e está por conta própria, a prática se torna imprescindível. Essa é a verdade.  

Então, quer saber como manter seus clientes? Peça feedbacks imediatamente após a conclusão de projetos a fim de garantir a qualidade de seu trabalho. Essa é a maneira mais acertada de entender exatamente como você pode melhorar e, assim, ter a certeza de que seus clientes estão verdadeiramente satisfeitos.  

É possível que seu cliente fique incomodado com alguma coisa durante o processo de trabalho e esqueça de mencionar. E ainda que esse detalhe faça a diferença na hora de recontratar você mais para frente, sabia? Portanto, não espere que ele se lembre de lhe dizer o que pode ter dado errado. É de sua responsabilidade buscar entender o que pode ser aperfeiçoado.  

Ajude-o em todas as suas dificuldades 

Por fim, mas não menos importante: ajude seus clientes em todas as dificuldades. Esteja disponível para sanar dúvidas, fazendo o possível para propor alternativas sempre que necessário. É possível que você não tenha todas as respostas sempre, no momento exato em que as dúvidas aparecem, mas é essencial que você se esforce para apresentar soluções.  

Além de entregar um job de qualidade, você deve prestar um atendimento personalizado e adequado, cuidando para que o seu cliente se sinta valorizado enquanto estiver com você.  

Ah, lembre-se de reavaliar essas estratégias sempre que possível e necessário. Às vezes, é preciso mudar seu caminho e pensar em novas alternativas para fidelizar os clientes, especialmente se você é freelancer.

Essas foram as nossas dicas sobre como manter seus clientes durante as férias. Como pode conferir, fidelizar a clientela como freelancer é muito mais fácil do que imagina, não é verdade? No final das contas, as pequenas ações fazem toda a diferença para que você continue trabalhando o ano inteiro.  

Quer mais dicas sobre como manter seus clientes? Então, aproveite a visita em nosso blog e confira agora mesmo o Guia Completo de Networking para Freelancers!  

Networking para freelancersPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *