Por Redator Rock Content

um dos freelancers da Comunidade. Seja também um redator!

Publicado em 22/05/2017. | Atualizado em 22/01/2019


A carreira como redator web pode trazer grandes ganhos, desde que você encontre os clientes certos.

Dizem que, quando a gente escolhe uma profissão de que gosta, nunca mais tem que trabalhar na vida, não é verdade? E tem coisa mais gostosa do que ser feliz numa segunda-feira, sem aquela sensação ruim de que as horas serão cansativas e longas?

Quando você desempenha uma tarefa pela qual é apaixonado, a obrigação se transforma em uma forma de realização pessoal. Como consequência, sua produtividade aumenta sem estresse.

Daí vem a importância para os redatores de escrever artigos sobre os temas em que eles demonstram mais interesse e afinidade.

Neste post, você vai aprender a ganhar dinheiro escrevendo sobre os assuntos de que você gosta e nos quais sente prazer em se especializar, para melhorar cada vez mais. Acompanhe:

1. Identifique o que te atrai

Antes de colocar a mão na massa, é preciso definir o que você deseja fazer com bastante clareza. Pense nos assuntos que te despertam interesse pessoal. Mas atenção! Nesse momento, é fundamental estar ciente de que interesse não é sinônimo de afinidade ou atração provocada por dinheiro. Escolha o que você gosta e te dá prazer.

Como esse processo pode levar tempo, aproveite para observar sobre quais assuntos você costuma ler no seu tempo livre, quais sites ou autores te inspiram, que tipo de conteúdo te mantém estático na frente dos livros ou das telas.

Nessa hora, é importante se questionar: o que você faz bem? Quais traços da sua personalidade justificam seus gostos? Se salários não fossem importantes, o que você faria para o resto da vida?

Se a motivação da sua escolha for totalmente financeira, é pouco provável que você realmente acabe seguindo sua vocação e fazendo o que ama. Lembre-se de que, quando você realiza um bom trabalho, com paixão e esforço, o reconhecimento pode aparecer como uma boa remuneração.

2. Leia de tudo um pouco

Um escritor que não gosta de ler é como um chef que não gosta de cozinhar. Mesmo que o tema de seus livros não tenha nada a ver com o conteúdo que você redige, é fundamental que você desenvolva o hábito de ler pelo menos 10 páginas por dia.

Para ganhar dinheiro escrevendo, é preciso ter flexibilidade. Ainda que você trabalhe apenas com um tema fixo, é importante que seus conhecimentos gerais e vocabulário sejam amplos, sua criatividade seja boa e você esteja sempre inspirado com conteúdos tão bons quanto você quer que sua escrita seja.

Por isso, não dispense a ajuda de autores renomados da literatura e da não ficção para produzir mais e com mais qualidade.

3. Comece seu próprio blog

Quantos blogueiros de sucesso não começaram suas páginas apenas como hobby? Você pode ser um deles!

Ainda que essa trajetória seja difícil, escrever posts para blog não é uma má ideia para iniciantes. A página pode te render um bom portfólio e te ajudar a criar um hábito de escrita. Além disso, você pode se divertir enquanto faz amigos e conquista leitores.

Você pode escrever sobre, literalmente, qualquer tema que te agrade e variar os assuntos conforme o seu gosto ou a demanda dos seguidores. Conforme a divulgação e o engajamento do seu público for crescendo, você já pode pensar em opções lucrativas.

A mais conhecida é por meio de patrocínios, mas você não precisa esperar seu conteúdo ser descoberto por alguém importante. Outras alternativas incluem os programas de filiação (nos quais você faz indicações de vendas para empresas parceiras) ou divulgação de anúncios pelo Google AdSense.

curso completo do blog pessoalPowered by Rock Convert

4. Publique um e-book

Se você já tem intimidade com a autopublicação, as opções são infinitas. Você pode investir em um livro físico, audiobook, publicar artigos, etc. No entanto, se tudo isso ainda é muito novo para você, os e-books são a melhor opção, por envolverem menos complicações e burocracia na hora de publicar.

Para isso, encontre um tema que você realmente domina e goste. Dentro desse nicho, procure solucionar alguma questão que seja relevante para seu público sobre aquele assunto ou apenas dê liberdade para seus pensamentos fluírem no papel (ou melhor, na tela do computador).

Várias plataformas online, como o Kindle direct publishing e Kobo, auxiliam no processo de publicação e venda de sua obra de forma rápida, sem que você tenha que pagar por isso.

5. Seja um redator freelancer

O marketing de conteúdo é uma tendência empresarial que chegou para ficar no Brasil, onde muitas agências especializadas contam com a ajuda de produtores de conteúdo freelancers para elaborar textos estratégicos.

Nesse contexto, esses profissionais autônomos podem trabalhar online em qualquer hora e lugar por meio de plataformas especializadas. Algumas delas, como a da Rock Content, permitem que o usuário escolha os temas sobre os quais deseja escrever, dentre categorias como moda, design, saúde, esportes e muitas outras alternativas.

Comunidade Rock Content - Faça parte da maior base de freelancers do BrasilPowered by Rock Convert

Dessa forma, você poderá ganhar dinheiro escrevendo apenas sobre os assuntos que te interessam. Além disso, ainda pode contar com um treinamento gratuito fornecido pela empresa para te garantir uma certificação em produção de conteúdo e agregar valor ao currículo.

Outra opção é procurar sites que disponibilizem oportunidades de trabalho, como o Workana e Freelancer.com. Neles, você precisará construir uma boa rede de contatos e ter jogo de cintura para negociar, já que a maioria das contratações é feita de forma livre entre clientes e profissionais cadastrados nessas plataformas.

6. Invista em uma boa presença online

A sua popularidade pode determinar o sucesso de um livro, post ou conteúdo que você publicou na rede. O motivo é simples: os internautas tendem a acessar o conteúdo de quem já conhecem, sendo menos provável que se interessem pelo texto de alguém em quem nunca ouviram falar.

Por isso, divulgue sua imagem e seu trabalho até não poder mais. Frequente fóruns e grupos de redes sociais, responda perguntas, compartilhe conteúdo relevante, interaja com quem não conhece e procure sempre evoluir dentro de sua área de atuação.

Existem várias formas de se mostrar disponível e se comunicar com quem acompanha suas publicações. O importante é não subestimar o poder do social selling para conquistar novas oportunidades.

Kit do Marketing Pessoal no LinkedInPowered by Rock Convert

7. Contate os veículos de comunicação de que você gosta

Se você se identifica com tudo que é divulgado em algum blog ou site, acha que o seu artigo combina muito com uma determinada revista ou admira algum jornal que explora temas sobre os quais você se interessa, por que não procurar oportunidades de ganhar dinheiro escrevendo para eles?

Não tenha vergonha de contatar essas mídias e se apresentar como um redator freelancer. Se quiser, você ainda pode mostrar seu portfólio, currículo ou uma pequena amostra de algum conteúdo que possa agradar os editores.

Ainda que esses veículos não tenham anunciado que estão procurando por colaboradores, as chances de fechar uma parceria serão grandes se a equipe de publicação valorizar o estilo de sua escrita e qualidade do seu conteúdo.

8. Escreva e reescreva todos os dias

Escrever bem é como fortalecer um músculo. Você só dominará essa habilidade com treinos constantes. Por isso, não se importe muito se o seu conteúdo é ”publicável” ou não, apenas concentre-se no fato de que só é possível aprender a escrever na prática.

Comece a praticar aos poucos e peça a opinião de amigos, leitores ou colegas de trabalho para obter um feedback sobre o nível de engajamento dos seus materiais. Com o tempo, você aprenderá a mensurar a qualidade e relevância do seu conteúdo, descobrir quais são seus pontos fortes e melhorar os fracos.

Faça as contas: se você redigir pelo menos 1000 palavras que compõem um conteúdo de qualidade a cada dia, será capaz de montar um e-book a cada 2 meses. Imagine só como seria a sua reputação como escritor se publicasse com essa frequência. Provavelmente muitas pessoas estariam familiarizadas com seu nome, certo?

Não se esqueça também que a reescrita é parte desse processo. É fundamental enxergar seu trabalho como uma escultura artística, que precisa ser moldada e reestruturada em detalhes para que possa ser finalizada e divulgada como um bom trabalho.

É com esse pensamento perfeccionista que você aprenderá o quão importantes as revisões são para garantir a qualidade de suas produções.

9. Não tenha medo de falhar

Apesar dos deslizes, erros e fracassos fazerem parte do processo de ganhar dinheiro fazendo o que gosta, é preciso desocupar a sua mente dessas preocupações. Mesmo que algo ruim aconteça, você sabe que deve se levantar e aprender com a queda.

Por isso, tente passar por cima do medo de arriscar e tenha confiança para acreditar no seu próprio sucesso. Ao direcionar suas energias apenas para o esforço de fazer um bom trabalho, as chances de atingir seus próprios objetivos com certeza serão maiores.

Por fim, é importante ter em mente que ganhar dinheiro escrevendo apenas sobre o que você gosta é o sonho de muitos, embora essa realidade não seja muito fácil de alcançar. Sendo assim, além de seguir essas dicas, é importante que você tenha muita perseverança e otimismo, tendo em vista que até a felicidade tem um preço que vale a pena ser pago.

Quer descobrir outras maneiras de descolar uma renda extra? Confira agora nosso material e tenha, pelo menos, mais 23 maneiras de ter um salário extra!

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *