Como fazer um título de texto conquistador

Primeira impressão: aprenda a fazer um título de texto conquistador

Quer criar um título excepcional para o seu conteúdo? Não deixe de conferir as dicas que selecionamos!

Sempre que marcamos um primeiro encontro, uma entrevista de emprego ou mesmo temos aquele primeiro papo com a sogra, temos um cuidado especial com o nosso visual e, claro, com o que dizemos, certo?

Isso acontece porque causar uma boa primeira impressão é fundamental para se dar bem em qualquer situação, e a coisa não é diferente ao se escrever para web.

É a partir da leitura do seu título que as pessoas vão decidir se vão ou não clicar para ler mais. Afinal, ele é a primeira impressão que o leitor terá e, se o título for ruim, mesmo que você tenha escrito um conteúdo riquíssimo, é bem provável que seu número de visualizações não seja alto.

Em resumo, seu título é o que irá definir o sucesso de seu texto. Obviamente, o conteúdo produzido também é extremamente importante. E se quiser aprender a produzir o melhor conteúdo possível, acesse nosso Guia Definitivo da Produção de Conteúdo. Basta preencher o form abaixo antes de prosseguir com a leitura 🙂


Entretanto, não é ele que irá atrair a curiosidade do leitor e gerar tráfego para seu blog. Esse é o papel desempenhado pelo título.

Neste post, você vai conhecer os segredos para despertar o interesse do seu leitor e seduzi-lo já no primeiro encontro com o seu texto. Leia, observe e aprenda:

Esteja atraente

No primeiro encontro, muitas vezes apenas de bater o olho na outra pessoa você pode se arrepender da saída. Afinal, logo no seu primeiro contato, você espera que o outro tenha se esforçado para ficar minimamente agradável aos olhos, não é? Do contrário, vai ser difícil despertar seu interesse de cara, ainda que ele ou ela tenha um bom conteúdo.

O título do seu texto representa esse primeiro olhar: se ele for sem graça e comum, os leitores dificilmente terão interesse em conhecê-lo profundamente. Um bom título, portanto, precisa incitar paixão à primeira vista, fazendo com que o leitor queira saber mais sobre o seu conteúdo.

Um título como “Cuide melhor do seu gato” por exemplo, seguramente não atrairá tantos leitores quanto “Mude a vida do seu gatinho com essas dicas”. O segundo é mais forte, mais chamativo, transmite um sentimento de urgência e, dessa forma, desperta mais interesse.

Além disso, ser atraente significa muito mais do que se arrumar para estar de acordo com um padrão. É preciso muito mais para conquistar o leitor! Afinal, precisamos aceitar o fato de que uma pessoa diferente, única e com personalidade chama muito mais atenção do que aquela que segue um padrão estético.

Com o título, a história não é muito diferente. Portanto, é preciso mostrar que naquele conteúdo estão informações que não serão encontradas em nenhum outro lugar com o mesmo nível de qualidade.

O título precisa ser forte o suficiente para demonstrar sua personalidade e apresentar algo que o leitor não irá encontrar em nenhuma outra página ao fazer uma busca sobre o termo no Google.

Saiba se preparar

Poucas situações são mais constrangedoras do que não ter nenhum assunto para conversar com alguém em quem você quer causar uma boa primeira impressão — nessas horas, nem mesmo aquela velha técnica de falar sobre o tempo ajuda.

Se quiser evitar momentos desse tipo e não ser tachado de “chato”, às vezes o melhor é pesquisar e já chegar ao encontro munido de opções previamente elaboradas para manter o rendimento da conversa.

Ao pensar o título do seu texto, a mesma preparação prévia deve ser executada, de preferência usando técnicas como brainstorming e mapas mentais para encontrar a melhor opção. Procure dedicar pelo menos alguns minutos antes de enviar o texto pesquisando e listando tópicos e palavras relacionadas ao assunto, elaborando diferentes alternativas e abordagens até, finalmente, selecionar a melhor opção.

Essa tarefa vai exigir um pouco de esforço, mas é primordial para achar o título com maior probabilidade de conquistar seu leitor em poucas palavras.

Não hesite em elaborar mais de um título e só depois decidir qual deles é mais interessante para o leitor. Afinal, você provavelmente não é um especialista no assunto proposto e precisa explorar algumas possibilidades para chegar ao título perfeito.

Portanto, faça uma pesquisa sobre os principais termos relacionados ao tema e tente ser o mais específico possível. Um texto sobre “Como a tecnologia aumenta a produtividade” dificilmente fará sucesso por ser amplo demais. Enquanto isso, “Como usar um sistema ERP para aumentar suas vendas” já demonstra um conhecimento maior sobre o assunto por ter palavras mais específicas.

Materiais para produzir títulos impecáveis:
Máquina de Títulos: Gerador de Ideias de títulos para seu blog
Avaliador de Títulos para SEO | Comunidade Rock Content
Profissional criativo: 8 livros para se destacar no mercado
Guia definitivo do texto perfeito: do brainstorm às técnicas de persuasão

Conte com referências de peso

Em primeiros encontros de qualquer tipo, dificilmente damos crédito e confiança ao nosso interlocutor sem alguma referência que nos comprove que ele é realmente digno de nosso interesse.

No entanto, quando uma pessoa, empresa, marca e até — por que não — seriado de que você gosta surge na conversa, sua opinião sobre o outro pode se transformar em questão de segundos: quem diria que ele ou ela também curte aquele tema?

Quando se fala em um título de texto, a mera menção a uma referência popular para a sua persona também pode funcionar como um gatilho para despertar seu interesse imediato. Por esse motivo, não é de se estranhar que textos com títulos como “Perfil de redator: descubra qual X-men você é” façam muito mais sucesso do que um mero “Descubra qual é seu perfil de redator”.

Mas tome bastante cuidado com essas referências. É preciso usá-las no momento certo. Um blog em que todos os artigos fazem conexão com elementos da cultura pop dificilmente terá a credibilidade do leitor, principalmente se o assunto discutido for algum um pouco mais formal, como economia, política e finanças, por exemplo.

Em resumo, referências são sempre bem-vindas, mas é essencial encontrar uma conexão com o perfil da persona ou com o negócio da empresa que possui aquele blog. Ao contrário, tudo pode soar de uma forma muito estranha e o seu título pode levar o texto a ser um grande fracasso.

Desperte a curiosidade

Não existe nada mais sem graça do que alguém que, já no primeiro contato, te conta tudo sobre a sua vida. Um pouco de mistério é essencial, não acha? Mostrar que você é interessante, sem, ao mesmo tempo, entregar tudo — isto é, deixar a outra pessoa curiosa a seu respeito — é importante para que ele ou ela queira saber cada vez mais sobre você. Da mesma forma, o seu título terá essa importância para o seu conteúdo.

Deixe o público curioso. Não entregue tudo de cara: mostre que você tem uma informação que o leitor deseja e faça com que ele leia o que você escreveu até o final para descobri-la. Instigar o leitor mostrando que você tem a chave para solucionar seus problemas, por exemplo, é uma excelente estratégia.

Assim, no lugar de escrever um título como “Emagrecer fazendo exercícios físicos e comendo bem”, prefira algo como “O segredo para perder peso de uma vez por todas”. Bem mais instigante, concorda?

Pense da seguinte forma: se uma pessoa te conta tudo que ela gosta que o acompanhante faça no primeiro encontro, rapidamente saberá como deve agir e, provavelmente a conquista não terá tanta graça. Enquanto isso, se ela dá sinais e te guia ao caminho da conquista, você se sentirá entusiasmado a cumprir aquele desafio e desvendar o mistério.

Com o título de um texto, o processo funciona da mesma forma. Se, ao pesquisar no Google, o leitor já descobre que beber água faz bem para a pele, por que ele iria perder seu tempo lendo um texto de mil palavras ao invés de começar a ingerir líquido? A resposta para sua dúvida foi encontrada sem mesmo clicar no link.

Seja a solução para os problemas

Por falar na chave para solucionar uma questão, é fato que todas as pessoas estão à procura de algo especial, e no primeiro encontro, você deve demonstrar que você pode ser exatamente aquilo que está faltando, seja na empresa na qual você quer trabalhar ou na vida daquela pessoa com quem você adoraria começar um relacionamento. Procurar entender o que o outro está buscando e como você pode preencher esse desejo é uma técnica infalível para deixá-lo com vontade de te conhecer mais a fundo.

Quando você faz um título para web, essa vontade de encontrar o que estava faltando também está presente. Por isso, é preciso descobrir quais são os desafios enfrentados pelo seu público para, a partir daí, mostrar logo no título que o seu conteúdo tem a solução para esses problemas.

Supondo que o seu leitor esteja tendo problemas com o engajamento nos calls-to-action do seu site ou blog, por exemplo, mencione o cerne da questão no seu título. Use alternativas como “7 formas simples de criar um CTA que converte”, e não apenas “Dicas para fazer CTAs”.

Isso acontece porque, hoje em dia, as pessoas buscam soluções para seus problemas na internet, então de nada adianta entender a raiz dos seus problemas e compreender quais são suas causas, se você não irá propor uma solução prática ao final do texto.

Além disso, é importante lembrar que a solução para os problemas precisa estar bastante clara no título. Ao invés de “Aumente o ticket médio de sua loja”, opte por mostrar a ferramenta que será utilizada, por exemplo “Como usar mix de produtos para aumentar o ticket médio das vendas”. Assim, o leitor fica curioso sobre qual é a estratégia correta e já sabe que pode implementar essa solução de forma prática e por conta própria.

Não prometa algo que você não pode cumprir

Por outro lado, um problema sério ao se causar uma primeira impressão é passar uma imagem diferente daquilo que você realmente é ou tem a oferecer. A partir do momento em que a outra pessoa se aproxima e percebe que você não é aquilo que aparentava ser, ela vai se afastar e não dará credibilidade a nada que você disser. Portanto, nunca se deve tentar parecer algo que você não é.

Da mesma forma, o seu título não deve simplesmente indicar que você tem a solução a um problema do seu público se você não é capaz de oferecê-la de verdade. Um título mentiroso, que promete algo que o conteúdo não cumpre, gera um sentimento de que o leitor foi enganado e está perdendo tempo com o seu texto. Isso faz com que todas as outras informações, mesmo que boas, percam sua relevância.

O seu título deve prometer estritamente aquilo que o seu texto tem a oferecer: “segredos para emagrecer”, mas nunca “milagres para perder peso”, ou “dicas matadoras para não errar mais”, porém não “garantia de que você nunca mais vai errar”. Dessa forma você evita que o leitor fique frustrado, que esperava obter uma resposta que você não pode dar.

Anote!

Além disso, quando você promete algo e não cumpre com um conteúdo de acordo com o que foi oferecido, o leitor provavelmente não irá permanecer no site por muito tempo. Esse fato gera uma série de problemas para o rankeamento e prejudica a estratégia de marketing de conteúdo.

Outro ponto importante é que seu site irá perder a credibilidade, fazendo com que o leitor não prossiga sua jornada de compra por meio de seu blog, quebrando o fluxo do funil e migrando para a página de seu concorrente.

Assim como no primeiro encontro, caso você não apresente o que era esperado, existirão outras pessoas interessantes com aquela tão procurada característica, não é mesmo? Ou seja, ir para a próxima opção é uma tarefa simples e satisfatória.

Ofereça algo de novo

Outra coisa que pode melar o seu primeiro encontro é ser clichê, ficar preso nas mesmices e não oferecer nada diferente do que a pessoa já encontra por aí. Todo mundo está à procura de algo novo e diferente, dessa forma o interesse aumenta e a outra pessoa quer saber mais e mais sobre você.

Na concepção do seu título de texto, tenha isso em mente, demonstre ao público aquilo que o seu conteúdo tem a oferecer e como você pretende abordar aquele assunto sob uma nova perspectiva que ele ainda não teve contato, ou ofereça informações novas sobre determinados assuntos. Por exemplo, “As maneiras comprovadamente mais eficazes de se criar um anúncio”, no lugar de apenas “Dicas para criar um anúncio”, ou “Como fazer um bom SEO on page” em vez de “Dicas de SEO”.

Um exemplo prático é muito importante nesse momento. Por trás de um blog com estratégia de marketing de conteúdo, há sempre uma empresa ou alguém querendo se destacar no assunto. E para ser relevante no mercado é preciso trazer uma novidade. Por exemplo, todos já sabem que o e-mail marketing é uma ótima estratégia de relacionamento e o assunto já está batido. Mas, se você apresenta uma nova métrica, indicador de desempenho ou ferramenta a ser utilizada, o interesse tanto dos iniciantes no assunto quanto dos que estão há anos mercado irá crescer.

Seja específico e objetivo

Ir ao primeiro encontro sem saber nada sobre a outra pessoa é arriscado, afinal, não dá para sacar que tipo de estratégias você pode empregar para conquistá-la. Por outro lado, manter-se neutro e vago até que você descubra mais sobre o outro também não é uma boa ideia, já que pode dar a impressão de que você é superficial ou, pior, que você não tem nada a ver com ele ou ela.

Ao escrever os seus títulos, fuja da vagueza e tente mostrar com transparência o seu conteúdo. Ser específico e objetivo, já revelando de cara do que o seu texto trata — sem, claro, contar a resposta aos problemas do leitor logo na primeira linha — vai te ajudar a atrair exatamente quem está buscando pelo que o seu conteúdo oferece.

Fuja de títulos “misteriosos” demais, como “O poder secreto dos subtítulos” (aqui, o leitor vai se perguntar de que tipo de subtítulo você está falando e por que ele precisa saber desse poder). No lugar disso, aposte naqueles que já indicam na primeira leitura como o texto pode ajudar, como em “O poder dos subtítulos: como criar e engajar o seu leitor”.

É extremamente importante deixar claro que tipo de conteúdo o leitor irá encontrar ao clicar naquele texto. Se ele está pesquisando algo em um buscador ou se deparou com o link em uma rede social, por exemplo, deve entender imediatamente se aquele conteúdo se propõe a solucionar algum de seus problemas ou dúvidas.

“Os 7 segredos para ter a vida dos sonhos” não parece ser muito realista, enquanto “5 passos para conquistar a estabilidade financeira” já traz algo muito mais concreto e relacionado à uma necessidade específica do leitor.

Tenha atitude

Outro ponto extremamente importante no primeiro encontro é ter atitude. Timidez e a não demonstração de vontade de estar ali só afastam a outra pessoa e a deixam sem jeito para continuar a conversa. É aquela velha história: se você não correr atrás e se fizer presente, não irá fazer falta e outra pessoa irá tomar o seu lugar. Então, a primeira impressão exige uma atitude que demonstre vontade.

Ao elaborar um título esse pensamento também é válido. A atitude na escrita diz respeito ao uso de verbos, que demonstram ao leitor o que irá acontecer a partir da leitura daquele conteúdo.

Entenda, saiba, descubra, compreenda, use, comece a fazer, faça e uma série de outras palavras que demonstram ação dão a ideia de o leitor tem a capacidade de mudar sua situação, por isso um interesse maior ainda é gerado.

Use as palavras certas

Não importa se você se preparou com cuidado para o primeiro encontro, pesquisou sobre a pessoa com quem vai conversar e, inclusive, tirou seu melhor look do armário: se na hora de dizer “oi” você vacilar — suponhamos, cumprimentar com “e aí, velho” numa entrevista de emprego ou “boa noite, senhor” ao conhecer alguém da sua idade —, pode colocar tudo a perder.

Quando você acaba de conhecer uma pessoa e começa a observar suas ações, sempre fica curioso para saber como pode ser o primeiro papo, não é mesmo? O assunto provavelmente será o mesmo. A conversa começa com uma breve apresentação, uma pergunta sobre o contexto onde se encontraram e o assunto começa a se desenrolar até encontrar um ponto específico em que os dois tenham interesse. Mas dependendo das palavras usadas, um dos dois acaba perdendo o interesse.

Ao elaborar um título, a história não é muito diferente. O tema apresentado pode até ser de extremo interesse da persona naquele momento. Mas se ele não é abordado da maneira certa, a vontade de continuar lendo pode ir embora. É como se o assunto fosse interessante, mas o papo não.

Por isso, a pesquisa de palavra-chave é tão importante. É preciso descobrir quais são os termos mais buscados dentro do tema a ser tratado, para ter certeza de que o título irá chamar a atenção do leitor e vai efetivar a conquista, ou melhor, o clique no artigo. Isso significa que para fisgar o leitor logo no título, a escolha das palavras também é fundamental.

Padrões que valem a pena seguir

Além de empregar o vocabulário usado por ele (o que ajuda a criar identificação) e pesquisar sobre as palavras-chave mais buscadas, use e abuse de certas fórmulas que chamam a atenção todas as vezes:

A frase que diz que “a primeira impressão é a que fica” pode até parecer ultrapassada, mas quando o assunto é conteúdo web, não existe verdade maior.

Materiais recomendados para escrever textos impecáveis:
Guia definitivo do texto perfeito: do brainstorm às técnicas de persuasão
Guia de produção de conteúdo para web 2.0
Glossário de Produção de Conteúdo para Web
Cartilha de escrita humanizada
Guia prático de português e gramática para web atualizado
Checklist interativa de revisão
ABC do Copywriting

Tipos de título

Até aqui você viu aprendeu tudo sobre como criar títulos encantadores para o seu primeiro encontro com o leitor. Fabuloso! É um ótimo primeiro passo.

Apesar disso, assim como na arte da conquista, há algumas abordagens que podem servir como referência na hora de impressionar o seu “crush”. No caso de um redator, o leitor.

Afinal de contas, ele é o seu objetivo final. E, para que o seu texto seja como um filme de comédia romântica, é preciso impressionar logo de cara. E, provavelmente, será amor à primeira vista.

A seguir, conheça alguns tipos de títulos que você pode utilizar para agradar o usuário sem usar um perfume caro.

Título direto

O título direto é aquele onde as informações são dispostas sem desvios. É como se você falasse o seu nome, profissão e endereço antes mesmo de cumprimentar a pessoa. Não é muito criativo, mas em alguns tipos de negócios, pode ser que funcione muito bem.

No mundo da internet, onde as informações são muitas e há uma vasta quantidade de opções, é possível que essa abordagem tenha sucesso. Veja alguns exemplos:

  • Como criar um blog em WordPress
  • As melhores ferramentas de marketing digital disponíveis na internet
  • Saiba como calcular o ROI da sua estratégia de marketing de conteúdo

Título indireto

O título indireto é muito popular no ambiente corporativo. Geralmente eles são utilizados em anúncios, links patrocinados, banners e outdoors. Algo como: “Essa oportunidade é só para você” ou “Essa promoção vale somente para as próximas duas horas”.

Ele tem a intenção de criar um senso de emergência ou exclusividade e não revela muitas informações acerca do conteúdo. Mas espere um pouco! No marketing de conteúdo, raramente utiliza-se o mesmo formato que em mídia paga. Isso porque não leva em consideração as palavras-chave.

Ou seja, dificilmente serão encontrados por meio dos mecanismos de buscas. Porém, algumas adaptações podem ser utilizadas para utilizar o título indireto para a redação para web. Confira alguns exemplos:

  • As melhores plataformas de ecommerce para empresas iniciantes
  • Formatos de conteúdo que você precisa começar a aplicar no seu blog agora mesmo!
  • Os melhores aplicativos para quem não pode perder nenhuma notícia

Título noticioso

Um título noticioso é oriundo do jornalismo. E, como tal, tem como principal característica a novidade.

Informações atuais são muito engajadoras e geram bastante “buzz” nas redes sociais, sendo excelentes para o compartilhamento. Ao trazer algo novo, certamente as chances de chamar a atenção da sua audiência aumentam muito.

Os títulos noticiosos geralmente trazem palavras que revelam sua originalidade e atualidade. Veja alguns exemplos a seguir:

  • Novo algoritmo do Facebook: saiba o que mudou na rede social
  • Extra! Google lança novas funcionalidades na busca por voz
  • Conheça a rede social que promete desbancar o Instagram

Título interrogativo

Você gosta de perguntas? Então vai adorar o título curioso. Apesar de haver diferentes maneiras de aguçar a curiosidade do leitor, poucos recursos chamam tanta a atenção quanto um ponto de interrogação no fim da frase.

O título interrogativo praticamente inicia um diálogo. Ao clicar nele, o leitor terá a resposta para o questionamento, o que pode ser o início de um longo relacionamento. Alguns exemplos desse tipo de título estão dispostos abaixo:

  • Você sabe o que é marketing baseado em dados?
  • Que tal aumentar suas vendas com alguns hacks simples?
  • Como otimizar o tempo de permanência do usuário nas páginas de um blog?

Título empático

Eis aqui um exercício que deve ser praticado ao longo de todo o texto, e não apenas no título: colocar-se no lugar da persona e pensar em seus dilemas.

Para criar um título empático é preciso pensar como o seu potencial cliente. Esse tipo de abordagem pode levar o usuário à irresistível necessidade de clicar no link, já que ele mesmo passa pelos mesmos problemas. Vamos a alguns exemplos:

  • Problemas para gerar leads: o que fazer quando o leitor não se inscreve
  • Meu cliente cancelou, e agora? Saiba como reconquistá-lo!
  • O que fazer quando o YouTube não mostra os seus vídeos no feed

Título cauteloso

O título cauteloso é, como o próprio nome diz, uma menção ao que não se deve fazer. Comumente, o conteúdo vem em formato de lista e tem o intuito de precaver falhas que são comumente cometidas pela persona.

Eles também são muito bons para aguçar a curiosidade e aumentar o senso de imediatismo. O usuário o lê e pensa: “será que estou fazendo algo errado?”. Afinal, em qualquer estratégia de marketing, é preciso minimizar os deslizes e, portanto, é bem provável que ele se sinta instigado a consumir o conteúdo. Veja alguns exemplos:

  • X erros que você não deve cometer em suas campanhas de email marketing
  • Sua campanha de links patrocinados não deu certo? Saiba o que pode ter acontecido
  • Os principais problemas encontrados para recrutar talentos em agências digitais

Título brincalhão

O título brincalhão é muito popular entre os jovens, mas isso não impede que você o use também em segmentos de mercado mais sérios.

Isso porque, ao utilizá-lo, você fará diferente. É muito difícil que um usuário passe despercebido por uma mensagem engraçada. Então, use o bom humor para cativá-lo. Veja alguns exemplos:

  • “Ninguém tem paciência comigo”: saiba o que fazer quando seu chefe está nervoso
  • Não seja o vilão do Google! Saiba quais são as principais técnicas de black hat
  • Marketis de Conteúdis: X dicas de marketing digital para aprender com o Mussum

Título CTA

Uma call to action é um convite ao leitor para realizar alguma ação. Em textos de marketing de conteúdo, elas são utilizadas ao final do texto, logo após a conclusão, mas nada impede que você também as utilize no título.

Elas funcionam como uma palavra de ordem, mas não têm um efeito autoritário. Em vez disso, fazem sugestões mentais que estimulam a atitude desejada, como você verá nos exemplos a seguir:

  • Clique aqui e saiba como revolucionar o setor de marketing do seu negócio
  • Acesse este texto e aprenda a otimizar suas campanhas nas redes sociais
  • Não consegue engajar seus usuários? Leia este texto e conheça as melhores dicas

Título impactante

O título impactante vem acompanhado de palavras que impressionam o leitor. Ele tem como função trazer uma sensação de furor, emergência e importância ao texto. Veja alguns exemplos abaixo:

  • Como criar textos épicos para a sua audiência
  • X estratégias fantásticas de marketing digital para encantar o seu usuário
  • O incrível case da empresa que alcançou o topo do Google em 3 meses

Título testemunhal

O título testemunhal utiliza a percepção de outras pessoas para atrair o usuário. No mundo digital, as pessoas confiam umas nas outras, então esse pode ser um excelente método para atrair mais leitores. Veja alguns exemplos:

  • “O inbound marketing mudou o rumo da minha empresa”, diz CEO
  • João da Silva: “Como tripliquei o ROI do meu negócio com uma dica simples”
  • “As pessoas precisam tratar seus colaboradores como tratam seus clientes”, diz professor de sociologia

Use as nossas dicas para deixar seus títulos cada vez mais sedutores e aproveite para comentar aqui embaixo dizendo se ficou com alguma dúvida e compartilhando seus títulos mais criativos. Quem sabe a gente não começa a se encontrar com mais frequência por aqui?

E não se esqueça de testar a qualidade do seu título com o nosso Avaliador de Títulos!

Avaliador de Títulos — Acesse agora!