Por Samanta Jovana

Redatora da Comunidade Rock Content.

Publicado em 18/05/2018. | Atualizado em 29/07/2019


Tem dúvidas se o seu resumo está realmente te ajudando na hora de estudar? Confira aqui algumas dicas para ter resumos de qualidade!

É muito comum se ver no tipo de situação em que um resumo poderia ajudar. Quer você esteja estudando para uma prova ou se preparando para uma reunião importante, saber como fazer um resumo vai ajudá-lo a ser mais ágil e eficiente.

Muitos de nós temos nossos próprios métodos para fazer resumos e os utilizamos ao longo da vida fazendo adaptações aqui e ali para atender melhor a cada situação.

Entretanto, será que você está fazendo resumos da melhor maneira possível? Há por aí uma porção de técnicas que são utilizadas por estudantes e profissionais ao redor do mundo para garantir que o resultado sejam sempre bons resumos. Que tal aprender algumas delas?

Confira como fazer um resumo em 7 passos simples:

1. Entenda melhor o tema

O resumo perfeito só pode ser feito quando entendemos muito bem o tema que será abordado. Quer você esteja se preparando para uma apresentação na faculdade, estudando para uma prova ou listando o que deverá ser mencionado para um cliente em uma reunião, compreender perfeitamente do que estamos falando é um passo fundamental. Por isso, a primeira coisa para um bom resumo é o estudo.

Você terá de saber responder às principais perguntas sobre determinado assunto para saber quais são os tópicos de interesse dentro dele. Então terá de buscar tanta informação quanto possível para conseguir se orientar. Seu resumo só estará completo se ao ler o conteúdo dele quem precisar utilizá-lo for capaz de se guiar por um tema.

Preste bastante atenção nessa etapa se estiver fazendo um resumo que não será apenas seu. É muito fácil escrever para nós mesmos e nesse caso podemos usar termos que conhecemos sem nos preocupar em explicar seus significados. Mas um resumo feito para terceiros deve ter o cuidado de introduzir princípios básicos e se fazer acessível.

2. Determine o que precisa ser abordado

Antes mesmo de começar um resumo é preciso definir quais serão os tópicos abordados nele. Se você estiver preparando um deles para estudar para uma prova as orientações do professor serão o suficiente para estruturá-lo. Todavia, caso seja um resumo profissional ou criado para se compartilhar com uma equipe será necessário estabelecer esses tópicos sozinho.

Pense nos princípios de um texto jornalístico completo. Resumos têm a obrigação de informar, portanto compartilham algumas características com esse gênero textual. Quando, onde, por que e como são respostas que devem ser facilmente encontradas no seu resumo.

3. Defina quem vai ler aquele resumo

Como mencionamos anteriormente, fazer um resumo depende muito da aplicação dele. Há algumas liberdades que podemos tomar quando escrevemos textos para o consumo próprio, mas que não são exatamente adequadas ao nos dirigirmos a um interlocutor. Por isso você deve entender qual será o uso do seu resumo e em que contexto ele será consultado.

O resumo que fazemos para que um especialista se oriente durante uma palestra é bem diferente daquele que criamos para um estudante ser introduzido a um tópico. A linguagem que utilizamos também varia de acordo com o destino final de um resumo. Tenha isso sempre em mente.

Confira outros conteúdos para aprender como cativar o seu leitor produzindo textos incríveis! ✍️
Como escrever bem: 39 dicas para começar agora
Como fazer uma introdução perfeita: o guia definitivo
Como fazer uma conclusão perfeita!
Storytelling: tudo sobre a arte de contar histórias inesquecíveis
Copywriting: entenda como dominar a escrita persuasiva
Textos Argumentativos: veja como trabalhar seus argumentos da melhor maneira
O que é resenha e qual é a diferença para o resumo?
Como fazer uma resenha: o passo a passo definitivo para uma resenha perfeita

4. Liste uma tabela de conteúdos

É normal que resumos sigam uma estrutura similar, ou seja, que abordem os tópicos necessários para a compreensão de um tema de acordo com certas regrinhas. Uma introdução, por exemplo, é imprescindível para que um resumo possa nortear quem o lê. Da mesma forma, uma conclusão é importante para ressaltar os principais pontos contidos naquele material.

A estrutura de um artigo acadêmico quando simplificada é um ótimo modelo para a execução de resumos. É que além de já contar com ambos introdução e conclusão essa estrutura geralmente contempla outros pontos relevantes para se construir um resumo completo e fiel a um assunto.

Além desses dois tópicos os artigos acadêmicos tem capítulos e cada um deles constrói conhecimento sobre o capítulo anterior. Então, se você estiver resumindo um livro de história talvez seja uma boa ideia separar os blocos do seu resumo pelo ano ou evento abordado, sucessivamente.

Os mesmos moldes podem ser utilizados para resumos científicos, técnicos e para decidir quando cada parte do assunto será abordada de forma a torná-la mais inteligível.

5. Utilize bullet points

Os bullet points, ou tópicos, são uma boa ideia na hora de fazer resumos. Eles nos obrigam a utilizar uma ou duas frases para descrever um conceito completo e isso ajuda na memorização de informações. Em alguns casos específicos tópicos numerados também podem ajudar, principalmente se aquilo que você estiver resumindo tenha de seguir uma ordem específica ou determinadas instruções.

Bullet points vão tornar o texto mais fluido, uma característica fundamental para os resumos. E poderão ser facilmente conferidos caso alguma dúvida se apresente.

6. Enumere referências para estudo aprofundado

Para fazer um resumo bom de verdade, todavia, precisamos tirar um tempo para listar referências que possam aprofundar o estudo. É claro que os resumos devem conseguir contemplar bem o bastante um assunto para que não seja preciso consultar o material completo, todavia devemos sempre fornecer ao leitor de um resumo fontes para que ele amplie seu conhecimento.

Do mesmo modo que em artigos acadêmicos há uma bibliografia, precisamos incluir nos resumos matérias e links que corroborem o que foi dito ali.

7. Entre em detalhes

Ainda que o resumo seja um material breve não se furte dos detalhes quando isso for necessário. Se é preciso ter um conhecimento anterior para digerir um material por completo, faça uma explicação dele.

A medida de um parágrafo é o suficiente para abordar em detalhes certa pauta de um resumo. Ela garante que há uma orientação para se compreender aquilo que ainda será dito e que não será necessário consultar obrigatoriamente outro material para entender um resumo plenamente.

Aprender como fazer um resumo é imprescindível para aquelas pessoas que precisam desse recurso frequentemente. Quem trabalha e estuda, especialmente, pode se beneficiar das dicas que descrevemos aqui.

Ainda assim acha que pode melhorar a sua performance em ambas as coisas? Entenda como conciliar trabalho e estudos em um guia definitivo!

Como conciliar trabalho e estudosPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *