Por Mérian Provezano

Analista de qualidade de conteúdo na Rock Content , formada em Jornalismo, estudante de Letras e nerd em formação. Passo meu tempo livre lendo livros, vendo séries e escutando Robbie Williams.

Publicado em 05/02/2018. | Atualizado em 29/07/2019


O jeito que você escreve na internet é uma porta de entrada para os relacionamentos que você tem nesse meio. Veja as melhores dicas de como falar corretamente nesse post!

Sem tempo para ler tudo? Clique em ▶ e ouça este artigo na íntegra!

Para que o seu texto passe credibilidade, é de extrema importância que, além de apresentar um conteúdo de qualidade, ele seja bem escrito. Não saber como falar corretamente e utilizar o português equivocadamente são passos que minam a autoridade da escrita.

Quando alguém se dispõe a aprender o que você quer ensinar, é fundamental que o foco da pessoa seja no conteúdo que está sendo apresentado, e não na forma. Um texto mal construído, mesmo que carregue uma mensagem excelente, não cumprirá o seu papel se apresentar algum erro.

Se você quer aprender a falar corretamente, acompanhe o artigo a seguir e aprenda a se portar como um verdadeiro escritor profissional!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como falar corretamente na internet

Mesmo que isto não seja lembrado, a fala e a escrita são essenciais para uma estratégia de Marketing. Por isso, antes de entrarmos na diferenciação de palavras que você pode aprender para melhorar a qualidade do seu texto, confira algumas dicas simples de escrita:

Infográfico com Dicas de como falar corretamente

Essas são apenas algumas das melhores dicas para que os seus textos produzidos estejam sempre com altos padrões de qualidade. Mantenha-as em sua mente e certamente o seu discurso, escrito ou falado, apresentará melhores resultados.

Aproveitando que você está se especializando em falar corretamente, que tal se tornar revisor da Rock Content? E se você ainda tem alguma dúvida, não deixe de ver alguns conselhos que podem ser extremamente úteis na hora de praticar a sua mensagem!

Como garantir a fala correta em qualquer situação

Desde pequenos, a nossa comunicação é exercitada diariamente. Observamos os adultos, imitamos seus gestos e falas e “voilà”, desenvolvemos o diálogo.

Mas você se engana se acha que deve parar por aí. Desenvolver suas habilidades de conversação, seja ela oral ou textual, é muito importante em qualquer etapa de nossas vidas.

Você não quer sair falando por aí sem que ninguém te entenda, como acontece com o Patolino, não é mesmo? Então, abaixo, confira algumas orientações exclusivas para falar corretamente em qualquer situação.

Nota do editor:
Confira nossa videoaula Segredos do Português e aprenda como identificar erros camuflados no texto, maneiras de aprender a detectá-los, além de conhecer algumas ocorrências e por que elas estão erradas — ou não!

Segredos do portuguêsPowered by Rock Convert

Pense antes de falar

Nos dias de hoje, temos pressa para tudo. Tomamos nosso café da manhã rapidamente, aceleramos o carro para chegar ao trabalho, executamos nossas tarefas profissionais com a maior agilidade possível.

Isso culminou em uma geração que deixa os relacionamentos um pouco de lado. Mas, eles são o tesouro no fim do arco-íris, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. E o diálogo é a engrenagem principal de qualquer relação
Portanto, descanse um pouco quando estiver conversando. Pense duas vezes no que você dirá, pois isso pode representar o fechamento de um negócio, uma viagem com os amigos e até mesmo a aceitação de um pedido de casamento.

Calcule suas palavras e lembre-se de que elas têm poder. Algo pode pegar mal ou até mesmo ofender o receptor. Então, mantenha a calma e raciocine mentalmente o que será dito ou escrito.

Estude a norma culta portuguesa

Lembra de todas aquelas regrinhas que você estudou durante as aulas de português na escola? Pois é, elas são muito úteis durante a vida adulta também.

O idioma praticado no Brasil é complexo, mas por outro lado possui belezas únicas. Ao estudá-lo, você pode ter um diferencial em diversas situações sociais na sua rotina. É possível impressionar amigos, parceiros de negócios e até mesmo a sua paquera.

Portanto, estude a norma culta portuguesa. Dominá-la é uma grande representação de capacidade, além de facilitar o processo comunicacional do dia a dia.

Materiais recomendados sobre Português, Gramática e Produção de Conteúdo:
Cartilha de Nova Ortografia
Guia de Produção de Conteúdo para Web 2.0
Guia de português e gramática atualizado
Guia definitivo do texto perfeito: do brainstorm às técnicas de persuasão
Como se iniciar na carreira freelancer
Como escrever o melhor conteúdo para blog

Leia livros de diversos gêneros

A diversidade pode trazer muitos benefícios quando o assunto é aprendizado. E, é claro, a variedade de leitura pode fazer com que você desenvolva o seu vocabulário.

Tente ler gêneros com os quais você não está acostumado. É fã de romances? Então, que tal dar uma chance ao terror? Gosta de literatura fantástica e fantasia? Pode ser uma boa ideia folhear um manuscrito dramático. O mesmo vale para épicos, autoajuda, poesia, negócios, biografia, contos…

Sair da sua zona de conforto pode ser um ótimo meio para desenvolver as ideias e manter o cerebelo em atividade. Se quiser algumas dicas de livros, confira esse material com 8 micro-books para te ajudar a se desenvolver na carreira que fizemos em parceria com o pessoal do 12 min!

Profissional criativo: 8 livros para se destacar no mercadoPowered by Rock Convert

Pratique o discurso na frente do espelho

Você certamente já exercitou as cordas vocais no banho enquanto tocava a sua música favorita, certo? Aquele shampoo não era um microfone e você também nunca foi uma estrela do rock.

Mas você sabia que praticar em frente ao espelho pode melhorar drasticamente a sua fala? Pois é, não são poucos os apresentadores de TV que mantém essa atividade como rotina, pois ela ajuda a perceber os erros e faz com que você melhore a sua dicção.

Super legal, não é? Palestras de duas horas serão fichinha depois de começar a colocar isso em prática. O Cid Moreira que se cuide!

Faça exercícios vocais

Essa dica vem direto das faculdades de Jornalismo. Antes de se exporem no rádio ou TV, os alunos aprendem a fazer exercícios para deixar as cordas vocais afiadas. Aqui vão alguns dos mais importantes:

  • alongue o pescoço para relaxar os músculos;
  • mude o timbre da voz e tente mantê-la afinada;
  • inspire e expire calmamente, contando 10 segundos para cada um;
  • vibre a língua durante um tempo (mais ou menos como o choro do Kiko);
  • tente imitar o relinchar de um cavalo para relaxar os lábios;
  • mova a mandíbula de um lado para o outro;
  • abra a boca o máximo que puder e depois retraia novamente;
  • pratique os diferentes fonemas, como “z”, “sh” e “tr”;
  • contraia os lábios, colocando-os na parte interna da boca e depois na posição de “beijo”;
  • dê o maior sorriso que puder e depois retorne à posição original;
  • tente soletrar algumas palavras.

Além disso, a voz possui alguns inimigos, como tosse, pigarros e gritos. Tente evitá-los, assim as suas cordas vocais agradecem.

Treine a escrita em situações cotidianas

No mundo digital, é muito comum que deixemos de lado o que sabemos sobre o português, não é mesmo? Pontuação, digitação, abreviações… tudo isso pode ser auxiliado pelo dicionário do seu celular, mas também pode prejudicá-lo quando for escrever algo que necessite de uma boa escrita.

Por isso, é recomendado aplicar seus conhecimentos na língua portuguesa em diversas situações cotidianas, como quando você conversa com um amigo no WhatsApp ou envia um e-mail para um cliente.

Certamente, a prática leva à perfeição. Então, pratique a norma culta em seu dia a dia!

Ouça com atenção

Até aqui falamos muito sobre a fala, mas ouvir também ajuda a aprimorar as próprias habilidades de conversação. Preste atenção na forma como as pessoas ao seu redor se comunicam. Até mesmo os erros podem ensinar a evitá-los.

Enquanto você assiste ao telejornal, tem aulas na faculdade, vai ao banco ou conversa com a família durante o almoço, tente reparar naquilo que foi dito. Essa prática certamente fará com que você perceba vícios e desenvolva o seu próprio método de comunicação.

Concentre-se enquanto você fala

Ouvir a si mesmo também é um importante exercício. Dar atenção às próprias palavras é a melhor forma de desenvolver o diálogo. Tente reparar em tudo que diz, observando o que precisa melhorar e o que já está em ponto de bala.

Dessa maneira, torna-se muito mais fácil falar corretamente, pois você desenvolverá uma espécie de senso de autocorreção, que pode ser útil nas suas conversas rotineiras.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Erros mais comuns

Agora que você já tem as dicas para falar corretamente, separamos, dentre os milhares de textos que já avaliamos na Rock Content, alguns dos erros mais comuns, para que nunca mais você tenha dúvidas ao ter que escrevê-los. Confira!

Eficaz, efetivo e eficiente

Para que algo seja eficaz, precisa cumprir o que é esperado dele, atingir ou não um objetivo…

Efetivo tem vários significados. Pode se referir a um número, como em “o efetivo da polícia”; o que nos interessa, entretanto, é o relativo à efetividade, a capacidade de produzir um efeito, seja ele positivo ou negativo. Efetivar é tornar real ou definitivo. Em administração e gerência, usamos também efetivo para nos referir à ação correta ou melhor caminho.

Já a eficiência se refere ao rendimento de um processo. É uma relação que leva em conta quanta energia é despendida na realização de um trabalho.

A expressão popular “matar mosquito com bala de canhão” é um excelente exemplo. A solução é eficaz, já que — caso acerte o alvo — o mosquito certamente morrerá. Mas é uma medida pouquíssimo eficiente, já que o esforço envolvido é totalmente desproporcional ao resultado obtido. Uma vez disparado o canhão, a medida foi também efetiva, realizada.

Materiais e leituras recomendados para evitar pérolas gramaticais!
Guia de português e gramática atualizado
Como falar corretamente: 15 palavras que você confunde!
11 armadilhas do Português que confundem até os melhores redatores
Saiba quais são os 10 Erros de Revisão mais comuns e como evitá-los!

Perca e Perda

Você sabe o que são parônimos? São palavras que, assim como perca e perda, possuem tanto a grafia como a pronúncia semelhantes. No entanto, não é porque elas são parecidas que devem ser usadas da mesma forma.

Por exemplo, digamos que você esteja escrevendo um artigo sobre os tipos diferentes de dietas existentes e escreveu a seguinte frase: “Consequentemente, a perca de peso é inevitável”. Onde está o erro nesta frase? No uso da palavra perca, é claro! O certo seria falar que a perda de peso é inevitável — enquanto perca é um verbo, perda é substantivo.

O uso adequado da palavra perca acontece quando se pretende fazer a flexão do verbo “perder”: Não perca essa vaga!

Descriminar e Discriminar

Aqui temos mais um caso em que basta mudar uma letra para que o sentido de uma frase seja todo alterado.

Por exemplo, “foram “descriminados” todos os motivos para a escolha de um produto” — o que os motivos fizeram para serem absolvidos? Cometeram algum crime? Não faz sentido, não é mesmo? Neste caso, o correto seria dizer que foram discriminados, com sentido de que foram especificados e diferenciados todos os motivos. Descriminar, com a letra e, significa, de acordo com o dicionário Priberam, “Tirar a culpa a; absolver do crime imputado”.

Absolver e Absorver

Por falar em absolver, vamos ver se você está absorvendo todas as informações que estamos te passando. Conseguiu perceber que usamos novamente palavras semelhantes, mas com sentidos distintos? Já explicamos que o verbo absolver tem como definição inocentar ou tirar a culpa. Absorver, por sua vez, é um verbo que quer dizer concentrar-se, fazer desaparecer, assimilar.

Exemplo: O leitor está absorvendo todos os ensinamentos passados pelo EPW!

Qualquer e nenhum

Estava revisando o texto de um redator e me deparei com a seguinte frase: “Porém, não tem qualquer necessidade de intervenção por parte dos usuários”. Você saberia dizer o por quê do uso da palavra qualquer estar errado? Existe uma regra muito simples que ajuda a descobrir quando se deve usar as palavras qualquer e nenhum em uma frase.

Qualquer é um pronome de sentido afirmativo. Já nenhum deve ser usado em construções negativas, como explica a consultora empresarial Laurinda Grion em seu livro “Erros que um executivo comete ao redigir (mas não deveria cometer)”. Ou seja, na frase que o redator escreveu, o correto seria que não teria NENHUMA necessidade de intervenção por parte dos usuários.

Simples e fácil

É um erro comum achar que simples e fácil são sinônimos. Fácil é o oposto de difícil. Quer dizer, aquilo que se consegue realizar sem grande esforço, sem um investimento muito alto.

Simples é o oposto de complicado. Designa algo composto de poucos (ou só de um) elementos. Talvez a origem da confusão venha do fato de que simples pode ser definido como “de fácil compreensão”.

Perceba que não são palavras intercambiáveis e que nem toda situação que aceita uma delas caberá também a outra. No exemplo prático: meditação é simples, mas não é fácil. Não há muitos passos para aprender, além de se sentar em uma posição confortável e respirar. Mas exige atenção e controle do pensamento que são difíceis para quem está começando.

Por outro lado, ler é fácil, mas não é simples. Levamos anos aprendendo todos os conhecimentos relacionados a leitura. É necessário conhecer o alfabeto, saber combinar as letras em palavras e depois em frases e parágrafos. Ainda analisamos e interpretamos, para extrair significado de tudo isto. É uma atividade muito complexa, mas uma vez alfabetizados, ela também nos é fácil, não nos consome muito esforço na realização.

Propício e propenso

Estes dois adjetivos têm significados parecidos, mas seu uso é bem diferente.

Usamos propício para indicar uma situação que seja favorável ou oportuna para que algo aconteça. Ambientes fechados são propícios à disseminação de doenças.

Propenso mostra uma inclinação ou tendência a algo. Em ambientes fechados, as pessoas estão mais propensas a pegar uma doença.

De novo, perceba que não são intercambiáveis. Saiu em um jornal: “Dias quentes são propícios a chuva de granizo”. Para a formação do granizo são necessárias certas condições atmosféricas que são mais comuns aos dias de calor. Assim, dias quentes são propícios à formação de granizo. Mas são propensos? De forma alguma. A chuva de granizo é um evento raro, que acontece em apenas uma fração quase desprezível dos dias quentes.

Agora que você já sabe como falar, por que não partirmos para a escrita? Conheça nosso artigo sobre como escrever corretamente e domine o português como um especialista!

Para aumentar ainda mais o seu arsenal de ferramentas contra os erros dessa língua pra lá de traiçoeira, aproveite para baixar nosso guia gratuito com 63 erros para evitar na escrita e dicas simples de como evitá-los!

63 erros para evitar na escritaPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto