Por Amanda Gusmão

Amante do homeoffice, geek old school e mãe de dois pequenos padawans.

Publicado em 03/08/2020. | Atualizado em 23/06/2020


Quer saber como escolher uma carreira profissional nova que vai permitir que você trabalhe fazendo o que ama, usando seus talentos, trazendo mudanças positivas para o mundo e ainda sendo pago por isso? Descubra como encontrar seu Ikigai.

Já reparou que a cultura do cancelamento se estabeleceu em nossa sociedade? Pelo menos nas redes sociais, é claro. Todo mundo quer cancelar alguém ou alguma coisa, o que faz você, que quer saber como escolher uma carreira profissional nova para seguir, também esteja nesse time.

Relaxa, isso é mais normal do que você imagina. Muitas pessoas fizeram graduações porque achavam que ela renderia ótimos salários, para agradarem seus pais ou, porque não sabiam o que queriam na época. Aí, como uma coisa puxa a outra, começaram a trabalhar na área, conseguiram evoluir, mas nunca, sorrir de satisfação, certo?

Pois bem, a hora de fazer sua transição de carreira chegou e, para ajudar nesse processo, não traremos mais trocadilhos pop e, sim, uma técnica japonesa milenar! A curiosidade bateu lá em cima? Então, vem ler.

Entenda a razão da sua vontade de mudar

A mudança de carreira é uma decisão que precisa ser tomada de forma consciente. Não que ela seja definitiva mas, para garantir que você se realizará profissionalmente, é um passo que precisa ser dado com seriedade, certo?

Então, comece respondendo algumas perguntas, como:

  • eu preciso de uma nova profissão ou um novo emprego?
  • eu estou tentando fugir de alguma mudança ou algo que não me agrada no meu trabalho atual?
  • qual é o problema relacionado a sua vida profissional que você realmente está tentando resolver?

São perguntas interessantes e ajudam a entender se seu desejo está relacionado a uma insatisfação momentânea ou, que, de fato, “você não nasceu para aquilo”.

Roda da VidaPowered by Rock Convert

Use o Ikigai para saber como escolher uma carreira profissional nova

Quem, desde que se entende por gente, sabe qual profissão seguiria tem muita sorte, não é mesmo? Confesso, sempre pensei isso porque não acertei minha carreira da primeira vez. Nem da segunda, mas atualmente está perfeita.

Mas, se você não teve a sorte de nascer com essa certeza profissional e também não quer demorar muito tempo para descobrir a razão pela qual você acorda todos os dias de manhã (alerta de spoiler!), o que fazer? Descobrir seu Ikigai!

Ikigai é uma filosofia japonesa que ajuda as pessoas a fazer o que? Descobrir a razão pela qual elas acordam todos os dias de manhã (eu falei que era spoiler), focando no seu caminho de desenvolvimento e busca pelo propósito de vida.

Para ficar mais simples, basta entender a mandala da filosofia e usá-la para fazer sua reflexão. Ela é dividida em 4 círculos. Veja quais são eles nos próximos tópicos.

O que você ama fazer?

Para responder essa pergunta, basta pensar naquela reflexão de Warren Buffett, ou seja, o que você faria todos os dias se não precisasse ganhar nenhum centavo? Você vai descobrir quais são suas paixões e sua missão profissional.

O que você é bom em fazer?

Aqui a reflexão está mais direcionada com seus diferenciais e sua vocação, por isso, responda com o máximo de informações possíveis, como ter leitura dinâmica, bom relacionamento interpessoal, saber fazer contas matemáticas sem ajuda de calculadoras, ser criativo, ser engajado etc.

Se bater uma dúvida sobre como você se diferencia e quais são suas soft skills, pergunte a opinião de colegas de trabalho, da faculdade e, até mesmo, dos seus parentes.

O que você pode ser pago para fazer?

Aqui vem uma avaliação prática sobre tudo que você já avaliou no seu Ikigai até o momento, afinal de contas, já mapeou coisas boas do seu perfil profissional e o que adora fazer. E, onde tudo isso pode ser a aproveitado na rotina?

Se você ama escrever e seus amigos dizem que a criatividade é um de seus pontos fortes, pode trabalhar com marketing de conteúdo, por exemplo.

O que é bom para o mundo e para o mercado de trabalho que você pode fazer?

Por fim, se tem uma coisa que todo profissional valoriza nos dias de hoje é sentir que seu trabalho faz diferença, certo? Seja para o meio ambiente, seja para a sociedade. Saber que você está somando, trazendo soluções e mudando positivamente é sensacional.

Na interseção de cada um desses círculos, você encontrará sua paixão, profissão, talento e missão e, no ponto onde todas elas se unem, seu Ikigai, ou seja, propósito para acordar todas as manhãs, inclusive na segunda-feira.

Por isso, escreva as respostas para cada um desses círculos e reflita bastante sobre como essas informações podem ser cruzadas.

Liste as profissões que te parecem interessantes

Se você escreveu as respostas dos questionamentos e fez um desenho para seu Ikigai, o que recomendo fortemente, já deve estar pensando o que vem a seguir depois de tanta reflexão de autoconhecimento, certo?

Pois bem, com base nessas informações que você chegou, é hora de olhar para o mercado e enxergar as possibilidades que te parecem mais interessantes.

Dessa forma, faça uma lista daquelas profissões que estão alinhadas com seus conhecimentos, habilidades e propósitos como indivíduo.

Isso será ótimo para avaliar em qual delas investir considerando as oportunidades do mercado, se elas estão alinhadas com as tendências do setor, quais são suas carências atuais e os diferenciais do profissional que o setor valoriza.

Powered by Rock Convert

Crie uma estratégia de transição de carreira eficiente

Juntando o processo de autoconhecimento com essa pesquisa sobre o mercado e suas possibilidades, você já pode definir qual carreira desejaria seguir e os próximos passos para se capacitar para ela.

Se novos cursos e certificações forem necessários, crie um cronograma que possa ser conciliado com suas atividades atuais. Você também pode buscar eventos do setor e profissionais considerados autoridades no assunto para seguir no LinkedIn ou Instagram, por exemplo.

Já que em alguns casos a transição de carreira significa começar do zero, considere fazer uma reserva financeira para situações emergenciais e também:

  • trabalhar de forma voluntária ou fazer estágios não remunerados na nova área para conseguir experiências;
  • fazer networking com outros profissionais e empresas da área para conseguir indicações;
  • acompanhar o mercado e as tendências para identificar oportunidades de investimento;
  • comunicar seus contatos atuais e atualizar seus registros nas redes sociais para que todos saibam dos seus novos conhecimentos e habilidades;
  • conciliar a carreira atual com a nova se inscrevendo como Microempreendedor (MEI) para prestar serviços na nova função de maneira formal;

Conciliar um emprego de carteira assinada com a nova carreira foi a escolha de muitos redatores, planejadores de pauta, revisores, diagramadores e outros profissionais da nossa base de freelancer formalizada. Hoje, muitos vivem apenas dos freelas que conquistam no mercado.

E você, ainda está na dúvida sobre como escolher uma carreira profissional ou acha que esse é o modelo de trabalho ideal para sua realidade?

Então, faça parte da nossa base de talentos e conheça as diferentes modalidades e oportunidades de trabalho sob demanda que a Rock Content oferece para seus freelancers.

Comunidade Rock Content - Faça parte da maior base de freelancers do BrasilPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto