Por Ana Júlia Ramos

Uma quase jornalista apaixonada por séries de televisão, cinema, livros e péssima em auto descrições.

Publicado em 20/04/2018. | Atualizado em 09/01/2019


Descobrir-se em uma profissão não deveria ser difícil, mas é. Veja algumas dicas e orientações para facilitar a busca!

Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

Se você já se perguntou pelo menos uma vez na vida a respeito do melhor caminho profissional a seguir, saiba que não está sozinho. Seja no colégio, na faculdade ou depois de formado, a escolha da “carreira ideal” não é fácil.

Isso não significa que ela é impossível: atualmente existem inúmeras ferramentas e práticas que podem ajudar qualquer pessoa que esteja em uma situação onde a dúvida e a incerteza são parte da rotina.

Acompanhe o nosso post e, finalmente, vá em direção à luz no fim do túnel: descobrir definitivamente como encontrar vocação!

Encontre sua aptidão

Antes de pensar no mercado de trabalho e nas profissões em si, faça uma lista das coisas que você mais gosta de fazer e de pontos fortes da sua personalidade. Todo mundo é bom em pelo menos alguma coisa!

Pense na sua rotina como um todo. Você tem facilidade em lidar com números? Se interessa por literatura? Tem contato frequente com a natureza e animais? Esses são apenas alguns exemplos que já poderiam ser uma porta de entrada para possíveis carreiras.

O processo continua… Ao passar pelo “funil”, suas opções vão se tornando cada vez mais específicas. Veja um exemplo genérico que pode ilustrar bem o que eu estou falando:

Desde criança eu gostei de ler livros e definitivamente não me dava bem com números. É um bom ponto de partida, certo? Já sabemos que exatas não seria muito um caminho a se considerar e que eu era mesmo uma menina de humanas. O tempo passou e, além de ler, comecei a tomar gosto pela escrita.

Daí podemos afunilar as escolhas: podia cursar letras, jornalismo, cinema ou alguma outra área da comunicação. Muitos cursos ainda, vamos caminhar mais adiante.

Sempre fui muito curiosa e gostava de conversar (até mais do que o comum). Letras não me parecia uma opção muito boa, eu queria mais contato com pessoas em larga escala, sempre fui uma criança com mania de grandeza! Me sobravam, então, as opções restantes.

A partir daí, existem outros fatores que devem ser levados em conta. Minha aptidão, ou seja, as atividades nas quais eu sempre fui boa desde criança e que eu desenvolvi com o tempo, me mostrou que o caminho a seguir possivelmente seria o da comunicação. E minha personalidade só afirmou o que já estava previsto.

Pesquise muito sobre a realidade da carreira

Várias áreas, na teoria, são muito diferentes na prática. Por isso, o estudo e pesquisa devem ser frequentes durante o processo de busca da vocação. Como é a rotina de trabalho? Tem gente que se dá muito bem em escritório, já outras pessoas prezam por um pouquinho mais de liberdade e preferem trabalhar em áreas que a permitam “sair da caixinha”.

A questão de horário também é válida: algumas profissões têm o calendário certinho e bem estabelecido, com feriados e finais de semana liberados. Outras, como jornalistas e médicos, por exemplo, podem fazer com que o profissional precise abrir mão de algumas datas.

Se você ainda não tem certeza de profissões específicas, estude as áreas que você mais gosta. Existem ótimas literaturas disponíveis para te ajudar nisso, além de filmes, séries e conteúdos em formato de vídeo. Fora isso, você se distrai e ainda vai absorver conhecimento suficiente para começar a procurar por áreas mais específicas.

Converse com profissionais da área

Uma ótima ferramenta para alinhar expectativas é conversar com pessoas que trabalham na área que você pesquisa. Depois de jogar no Google as principais características da carreira, dar uma olhada na rotina, ver empresas ou referências na área, é hora de conversar.

A internet é uma ótima ferramenta para te ajudar nisso! Se tiver amigos ou conhecidos na área, então, aproveite a chance. Caso não tenha, pode se despreocupar: o LinkedIn é uma ferramenta profissional muito eficiente na busca por profissionais. Vários deles estão dispostos a bater um papo sobre o assunto. Vá em frente.

Perguntar nunca é demais. Tire todas as suas dúvidas e questione, com sinceridade, o que aquela pessoa acha da área. É importante, porém, saber que opiniões são extremamente pessoais e ao mesmo tempo que alguém pode amar a escolha que fez, outra pessoa pode estar desmotivada na carreira.

Não leve nada para o lado pessoal nem perca o ânimo, veja as conversas como formas de descobrir um mundo até então desconhecido para você. Quanto mais papo, melhor.

Faça testes vocacionais

Testes vocacionais são ótimas ferramentas para encontrar vocação. Eles podem ser feitos pessoalmente, com profissionais especializados, ou online.

Após estudar a forma mais adequada para a sua realidade, vá em frente: as perguntas e a forma de análise dos testes são baseadas em vários aspectos diferentes, ou seja, não vão te perguntar apenas quais matérias você mais gostava na faculdade.

Além disso, a resposta não é uma só: muito dificilmente um teste vocacional vai definir um ser humano, que é tão complexo e cheio de particularidades muito positivas, em apenas uma profissão, ou seja, você terá uma gama maior de atividades para pensar a respeito.

Transforme um hobby em profissão

Gosta de escrever? Comece a fazer freelas! Gosta de pintar? Faça quadros e venda para os amigos. Tem uma facilidade em cozinhar? Invista naquelas comidas gostosas que a galera vai fazer fila para comprar.

Transformar um hobby em profissão não é tarefa muito fácil, porém é uma ótima forma de pegar uma atividade na qual você já é muito bom e se sente confortável fazendo, bem como monetizá-la.

Para fazer isso, a coragem é talvez uma das características mais importantes que devem estar presentes na sua personalidade. Depois de analisar se a realidade é viável para você, feche os olhos e vá com tudo: você só terá certeza se realmente gosta do que faz se tentar pelo menos uma vez.

Lembre-se sempre daquilo que você gosta

Durante a vida, principalmente, ao se ver frente a desafios e imprevistos, a vontade de desistir pode aparecer mais de uma vez. A vida adulta não é difícil, mas ninguém nunca afirmou que seria fácil.

Antes do retorno monetário (caso a sua realidade te permita fazer essa escolha), pense na sua paixão e naquilo que te dá prazer. Tenha certeza de que, se você pode ser bom em alguma atividade que não gosta tanto, você será muito melhor ao fazer aquilo que te dá prazer e interesse de verdade!

E então? Acredita que está um passo a frente de como encontrar sua vocação? Se a resposta for sim, veja algumas de livros para profissionais criativos se destacarem no mercado e aprimore ainda mais a busca pela carreira dos sonhos!

Livros para Profissionais Criativos

Posts populares com esse assunto