Por Gustavo Grossi

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 05/07/2017. | Atualizado em 09/01/2019


A conquista dos leitores começa pelo título e criar um conteúdo de qualidade é uma luta interna. Por isso, precisamos usar as ferramentas ideais para vencê-la.

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

Recentemente, o Renato, gerente de Marketing da Rock Content, publicou um artigo com 6000+ palavras sobre conteúdo de qualidade. E, nesse artigo, uma coisa me chamou muita atenção. Para ele:

Conteúdo de qualidade só pode ser criado a partir do momento que você leva à perfeição todos os conceitos básicos de copywriting e marketing de conteúdo.

Para mim, isso soa perfeitamente. A qualidade está na prática incessante, à la Bruce Lee, das técnicas de Marketing (a sua estratégia) e do copywriting (a sua tática).

Traduzindo, nas palavras do próprio mestre das artes marciais:

Eu não temo o homem que praticou 10.000 chutes uma vez, eu temo o homem que praticou o mesmo chute 10.000 vezes.

Bruce lee sorrindo

Simplicidade é a chave para a grandeza.

Seja para a sua produção de conteúdo ou para o seu crescimento pessoal, a mensagem é a mesma. Você percebe que alcançou a qualidade quando as coisas se tornam simples e cristalinas.

Mas estamos falando sobre criação de títulos, por que ainda não começamos?

Na verdade, nós já praticamente terminamos. Uma vez internalizada essa mensagem, tudo mais será muito rápido.

Um título é a peça-chave de qualquer conteúdo, ele representa a diferença entre ser clicado ou ignorado. Um mesmo conteúdo pode ter uma taxa de cliques até 400% maior com títulos diferentes.

E, para criar o nosso título perfeito, precisamos cumprir dois passos simples, concentrando o máximo do nosso esforço onde realmente importa.

O que faz um bom título para conteúdo web?

Não precisamos nos aprofundar aqui. O próprio universo da Rock Content pode te responder isso com precisão aqui e aqui.

Nesse caso, o que precisamos saber é:

  • Todo título precisa conter uma palavra-chave importante para você.
  • O SEO Title deve caber dentro dos padrões da exibição do Google — entre 8 e 16 palavras e entre 55 e 67 caracteres.
  • O título de um conteúdo precisa demonstrar o máximo de valor para o leitor e, ao mesmo tempo, instigar a sua curiosidade.

Entendeu? O segredo está no equilíbrio.

Não pode ser grande demais, mas também não pode ser pequeno. Deve atrair o leitor, mas não pode explicar tudo de uma vez.

O primeiro passo para a iluminação

O conteúdo é mais importante do que a forma, então vamos começar por ele. Já falamos que uma palavra-chave é necessária, correto? E as ideias que vão orbitar essa palavra-chave devem ser encantadoras em milissegundos de leitura.

Mas mestre, onde está a simplicidade em algo tão complexo?

A simplicidade está em economizar esforços para se chegar lá. Um método comum que adotamos na Rock Content, sempre frisado pelo Sifu Pecanha, é o de fazer 10 tentativas antes de escolher um título.

O homem dos 10.000 títulos

Criar 10 títulos precisa ser doloroso? Claro que não. Apenas precisa ser feito.

Então, hora de simplificar! Acesse agora a Máquina Geradora de Títulos da Rock Content e insira as suas ou a sua palavra-chave.

Fim. As suas dez tentativas estão feitas. Veja alguns exemplos de resultados da Máquina de Títulos para a palavra-chave “Marketing de Conteúdo”:

Ainda que você não use nenhuma das opções apresentadas, é o processo de criação e os insights gerados pelos resultados é que importam.

A partir daí, basta adaptá-lo, algo que faremos no próximo passo. Rápido como o vento, não?

O segundo passo: seja como a água

Adapte-se e todos desejarão ser iguais a você.

A água se adapta ao seu recipiente. Em inércia, é inofensiva e incolor, em movimento, pode destruir qualquer coisa.

A água está em tudo, assim como o título para o seu conteúdo.

E, agora que você já tem uma boa ideia para o título, avalie se ela se encaixa no frasco dos motores de busca.

Mãos à obra:

  • Acesse o avaliador de Títulos SEO da Rock Content.
  • Insira o título que você havia pensado com base nos resultados da Máquina de Títulos.
  • O que a sua avaliação diz? Se há problema com o tamanho, adapte; se ele precisa de uma proposta de valor mais interessante — como uma pergunta, um guia, uma lista, um passo a passo — , já sabe o que fazer.
  • Por fim, se certifique que a palavra-chave está nas três primeiras ou três últimas palavras do título. São as áreas mais escaneadas pelos leitores.

Seu título não obteve uma boa avaliação? Adapte-se até receber uma nota excelente.

E, quando você menos percebe, chega o fim do caminho. Utilizando essa técnica simples em dois passos, o poder de influência dos seus títulos será superior ao de 99% da blogosfera.

E, quando eu digo isso, eu incluo também grandes players — que frequentemente se apoiam no pedestal das suas vantagens competitivas, esquecendo as lições básicas.

Definitivamente, isso é algo que nunca fazemos aqui.

E este, caro leitor, é o último conselho que deixo neste conteúdo. Use a inteligência: aprecie o valor das coisas simples, no Marketing ou na vida.

Quer saber como um blog menor pode vencer os seus concorrentes maiores? Esvaziar a própria mente e ser como a água na produção de conteúdo? Deixe um comentário neste post que terei prazer em responder.

Até logo! ????

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *