Por Larissa Lofrano

Publicado em 08/09/2020. | Atualizado em 04/09/2020


O roteiro para webinar serve como um guia para todos que participarão da transmissão. Confira como produzi-lo de forma completa e detalhada neste post!

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

Não precisa ser um heavy user das redes sociais para saber que 2020 se tornou o ano das transmissões ao vivo, também conhecidas como lives ou webinars em contextos mais educacionais. Em muitos casos — principalmente durante a pandemia — , esses conteúdos são usados como uma estratégia de marketing. No entanto, para garantir engajamento e novos clientes, claro, é preciso pensar em um roteiro para o webinar. 

Esse documento é um guia que pode determinar o sucesso da transmissão de uma marca ou pessoa. Por isso, preparamos este artigo. Continue a leitura para descobrir como criar um roteiro para webinar que vai engajar o público e não deixará os participantes passarem sufoco ao vivo e virarem meme. Vamos lá? 

Qual o objetivo de um roteiro para webinar? 

De modo simples e direto, o roteiro para webinar tem como objetivo garantir que os participantes da transmissão estejam alinhados com o tema que será falado. Isso significa que é por meio desse roteiro que todos os envolvidos entenderão os objetivos do webinar, como funcionará a dinâmica de gravação, quanto tempo durará a transmissão e, principalmente, quais serão os tópicos abordados. 

Não é porque os convidados são especialistas no tema do webinar que eles saberão responder a todas as dúvidas da persona em questão. Logo, o roteiro do webinar ajudará na preparação para debater todos os tópicos e detalhes abordados. Além disso, o mediador da conversa também precisa ter conhecimento e acesso a pesquisas e notícias sobre o tema. 

Agora, você pode estar se perguntando: como organizar todas essas informações em um único documento? É o que veremos a seguir.

Como estruturar um roteiro para webinar?

Para a construção de um webinar, é importante conhecer algumas informações, como: 

  • tema, ou seja, sobre do que se trata a transmissão;
  • formato, em que é indicado se será uma apresentação, um bate-papo ou uma entrevista, por exemplo;
  • tempo de duração;
  • título do webinar;
  • data e horário da transmissão;
  • participantes, convidados, entrevistados e mediadores.

Com isso em mente, é hora de começar a organizar o documento de roteiro do webinar. Aqui na Rock, costumamos dividir o roteiro em três partes, as quais detalharemos abaixo.

Informações gerais

Como o próprio nome indica, essa seção reúne informações básicas e gerais sobre o webinar. Isso quer dizer, quando, onde e como ele acontecerá. A ideia nada mais é do que situar as pessoas que terão acesso ao roteiro sobre do que se trata o webinar.

É interessante colocar o nome da empresa que está promovendo o webinar, o título da transmissão, quando e onde vai acontecer, além do nome do apresentador e dos convidados.

Estrutura do webinar

É na estrutura do webinar que você mostra como a mágica vai acontecer. Nessa seção, temos dois elementos essenciais: tema e proposta de dinâmica.

Sobre o tema do webinar

No tema, o redator do roteiro do webinar deve descrever o assunto e os tópicos a serem abordados durante a transmissão. Vamos supor que você está fazendo um roteiro para um webinar sobre marketing digital. Nesse caso, podemos descrevê-lo da seguinte forma: 

O objetivo dessa transmissão é mostrar aos empreendedores as principais estratégias de marketing digital. Para isso, abordaremos a importância de investir nesse tipo de marketing e quais são os desafios. A partir de exemplos, mostraremos como diferentes empresas podem se beneficiar dessa estratégia.

Ainda no tema, é interessante disponibilizar alguns materiais aos participantes como referência, por exemplo, pesquisas, notícias e artigos de blogs.

Sobre a dinâmica do webinar 

A proposta da dinâmica é descrever o funcionamento do webinar. Caso seja uma apresentação, é interessante reunir todas as informações que são importantes e que precisam ser faladas. É muito provável que, após a roteirização, elas sejam usadas para a criação de uma apresentação de PPT, por exemplo. 

Agora, se for uma entrevista ou um bate-papo com mediação, é preciso fazer um roteiro de entrevista. Logo mais, contaremos o segredo para fazer perguntas poderosas e que gerarão valor aos espectadores.

Independentemente do formato, todo webinar começa com uma introdução. Ou seja, uma apresentação aos espectadores sobre o tema, assim como a apresentação dos convidados. Além disso, são dadas informações gerais, por exemplo, se há espaço para perguntas, se a transmissão será gravada etc.

É interessante adicionar uma sugestão de introdução para o apresentador, em que ele pode abordar dados e pesquisas sobre o tema. Assim como, ao final, recapitular os principais tópicos falados durante o webinar e agradecer pela participação dos convidados. 

Sobre construir perguntas poderosas

Como comentamos, no roteiro do webinar, mais especificamente na proposta da dinâmica, o redator do documento deve criar as perguntas a serem feitas aos convidados. Se o webinar for com mais de uma pessoa, é importante indicar qual pergunta deve ser respondida por cada participante. 

Para a redação, uma dica de extrema importância: as perguntas devem priorizar a ordem direta. Ou seja, sujeito, verbo e predicado. Afinal, é a forma como nos falamos no dia a dia. 

O grande segredo na hora de criar perguntas que sejam interessantes para o público é fazer um exercício de empatia e ter sempre em mente as principais dores e necessidades da persona com a qual a marca quer conversar. Dessa forma, você também evitará perguntas que são extremamente simples e óbvias para quem está assistindo.

Assim como quando você está escrevendo um blogpost, a dica para definir a ordem das perguntas é iniciar por tópicos mais abrangentes e ir direcionando para aqueles mais específicos. 

Mini-curso de Storytelling: Conquiste sua audiência contando boas históriasPowered by Rock Convert

Sobre a definição do tempo

O roteiro do webinar deve indicar o quanto durará cada uma das partes da transmissão: apresentação, entrevista, perguntas do público e encerramento. 

Outra dúvida comum é: quantas perguntas um roteiro para webinar deve ter? Para isso, é interessante entender que, em geral, a introdução e os recados finais duram cinco minutos, respectivamente. Caso exista um bloco separado para perguntas do público, ele, normalmente, tem ⅓ do tempo do webinar. O tempo restante é focado no bate-papo com os convidados. 

Para isso, você pode levar em consideração que cada pergunta é respondida entre 1 e 2 minutos. Um ponto importante: não conte com o fato de que o público será engajado e mandará várias perguntas. Então, roteirize questões imaginando que a audiência não participará. Assim, o apresentador pode ficar tranquilo, pois não faltarão indagações para ele fazer aos entrevistados. 

Minibiografia dos participantes

Em muitos casos, os participantes do webinar não tiveram a oportunidade de trabalhar juntos anteriormente. Por isso, adicione um resumo sobre a trajetória profissional de cada um. 

O que acontece depois da criação do roteiro do webinar?

Após a redação do roteiro, o documento passará pela revisão e edição. Esses processos deverão garantir que:

  • o roteiro está atendendo ao objetivo do webinar;
  • as perguntas estão coesas e interligadas;
  • a linguagem está adequada à marca e à persona em questão;
  • a gramática e a ortografias estão corretas.

É comum que o redator de roteiro de webinar também seja responsável pelo copy dos materiais de divulgação, como landing page e fluxos de e-mail. Para a landing page, em um texto curto e com o objetivo de conversão, é preciso deixar explícito o tema do webinar e mostrar para a persona os benefícios de participar da transmissão ao vivo. Isso pode ser feito por meio da apresentação dos participantes, como uma oportunidade de interagir diretamente com especialistas naquele tema.

Já para os fluxos de e-mail, você deve relacionar as dicas e os materiais enviados com os tópicos que serão abordados no webinar. E, claro, não se esqueça de programar um e-mail com um lembrete sobre a transmissão. Ele pode ser programado para o dia anterior ou para alguns momentos antes do webinar. 

Como você viu, a construção de um roteiro para webinar pode fazer toda a diferença na participação e no engajamento da sua audiência. Quanto mais as informações estiverem explicadas e detalhadas, melhor. Afinal, esse é o principal material para guiar a participação de todos.

Após a transmissão ao vivo, em alguns casos, o conteúdo pode ser transformado em vídeos pequenos sobre os tópicos abordados. Logo, aqui a construção de um roteiro também é importante. Por isso, indicamos a leitura do artigo Roteiro de vídeo: aprenda como fazer o melhor script da sua vida“.

Posts populares com esse assunto