Por Mario Lúcio

Administrador, investidor, poeta, fã de séries e em constante aprendizado sobre a vida.

Publicado em 16/09/2020. | Atualizado em 04/09/2020


Os boletos estão chegando e você não faz a mínima ideia de como aumentar a sua produtividade? Neste texto, você saberá a importância das parcerias estratégicas!

Provavelmente, você já percebeu que o universo freelancer é repleto de possibilidades, no entanto, como se destacar de fato e manter clientes em tempos difíceis? Pois bem, um dos segredos é criar boas parcerias estratégicas.

Aliar-se com outras pessoas é uma maneira positiva de alavancar a sua carreira, construindo bom laços profissionais com redatores, revisores, analistas, designers, programadores, influencers, entre outros.

Pensando nisso, você descobrirá 7 aspectos primordiais que deve considerar em sua trajetória, de modo que crie boas parcerias. Prossiga na leitura e confira!

1. Analise o cenário de forma ampla

Assim como um jogo de xadrez, todos os seus movimentos devem ser calculados e organizados, ou seja, para estabelecer boas parcerias, é indispensável ter planejamento estratégico.

É interessante criar alianças com as pessoas ou empresas certas e nos momentos corretos, de modo que consiga ampliar as suas possibilidades de construir uma carreira freelancer de qualidade.

Pesquise as oportunidades que estão no mercado e identifique quem pode favorecer o seu sucesso, mas sempre levando em conta que a parceria é uma via de mão dupla, portanto, faça sorrir se quiser sorrir.

Não se feche apenas na sua área de conhecimento, mas considere a chance de criar vínculos com pessoas que manjam de outros assuntos, no intuito de complementar o seu trabalho.

2. Pondere os prós e contras

Sempre que pensar em uma parceria de negócios, torna-se crucial verificar os prós e contras de se aliar com determinada pessoa ou empresa, pois nem sempre as decisões que tomamos impactam somente a nossa vida.

Imaginando que você negocie demandas com alguma agência de marketing ou publicidade, por exemplo, saiba se a empresa age coerentemente com colaboradores e clientes, até para não arranhar a sua imagem perante o mercado.

Antes mesmo de fazer uma proposta, veja aspectos como credibilidade, profissionalismo, honestidade, educação e demais fatores que podem fazer a diferença em curto e longo prazo.

Os seus propósitos devem estar alinhados, afinal, lidar com conflitos de interesse pode ser algo bem complexo de solucionar ao longo do tempo, sendo que a confiança é uma das palavras-chave no universo freelancer.

3. Trabalhe seu marketing pessoal

Da mesma forma que acontece em qualquer tipo de relacionamento, você jamais vai atrair a atenção das pessoas se não parecer realmente interessante, tendo algo a acrescentar.

Existem milhares de profissionais fantásticos, que produzem textos fabulosos, mas que não têm o mínimo tato para conversar com as pessoas ou investir no marketing pessoal.

Para atrair parcerias estratégicas, você tem que aumentar o seu repertório cultural e intelectual, ou seja, leia com mais afinco, faça cursos de todos os tipos (seja da sua área ou não), ouça podcasts, trabalhe o autoconhecimento etc.

Com isso, você pode não só modificar o seu portfólio de serviços, mas desenvolver conversas que gerem bons insights criativos, fazendo com que as pessoas se interessem pelo que você tem a dizer ou escrever.

Kit do Marketing Pessoal no LinkedInPowered by Rock Convert

4. Escolha os melhores caminhos

Adiantaria você trabalhar em uma oficina mecânica, ter todas as ferramentas necessárias para arrumar os veículos, mas não ter noção do lugar em que deve mexer primeiro?

Tão relevante quanto pensar em “quem” pode te ajudar é identificar “como” isso pode acontecer, isto é, os caminhos que levarão você a criar os vínculos que deseja.

As redes sociais, por exemplo, são um manancial de oportunidades para firmar bons contatos profissionais, mas é essencial que você saiba antes os seus propósitos para não massificar seu planejamento.

Dentro do seu perfil de trabalho, busque alianças que estabeleçam interesses mútuos, podendo construir um bom vínculo por meio de plataformas de freelancers, grupos no WhatsApp, eventos, cursos e assim por diante.

5. Aja com empatia e cordialidade

Se na vida pessoal já é importantíssimo agir com educação com as pessoas, na área profissional, isso ganha um peso ainda maior, afinal, ninguém é obrigado a aturar o mal humor de ninguém, não é mesmo?

Independentemente se conversará por mensagem, ligação ou pessoalmente, trate as pessoas como gostaria que elas tratassem você, tendo em vista que o respeito é elementar.

Ter empatia também é um requisito básico para firmar boas parcerias, ou seja, compreender os pontos de dor do outro lado e não agir de forma egoísta, achando que só os seus problemas são importantes.

As parcerias estratégicas devem ser uma relação de ganha-ganha, de modo que as duas partes se sintam à vontade na negociação e isso reflita em benefícios duradouros.

6. Utilize bem o gatilho da reciprocidade

Pegando o gancho do tópico anterior, uma forma de utilizar muito bem a cordialidade e a empatia é aplicar técnicas persuasivas, tal como o popular gatilho da reciprocidade.

Quando você faz um favor para alguém de maneira descompromissada, a tendência é que a pessoa sinta a necessidade de retribuir, sendo uma atitude natural termos gratidão a quem nos fez bem.

O gatilho mental da reciprocidade é um excelente mecanismo para estimular as pessoas e empresas a se interessarem pelos seus serviços, funcionando como um ímã poderoso que pode ser aplicado em infinitas áreas da vida.

Para ativar essa técnica, você pode deixar recomendações profissionais no LinkedIn, dar dicas para colegas freelas, criar materiais ricos em seu site, ajudar em alguma etapa do trabalho de alguém etc.

7. Aprenda a arte de negociar

Quando há uma aliança firmada na credibilidade e confiança, o seu poder de barganha aumenta consideravelmente, sendo possível até recusar propostas de maneira estratégica e ainda contar com demandas daqueles clientes.

Vender é uma arte, pois não basta apenas precificar os seus serviços, mas sim compreender o momento certo em que deve oferecê-los.

Com uma boa persuasão focada em um relacionamento duradouro, você pode conquistar tarefas de valores maiores, ter moral para negociar prazos, receber propostas de trabalho, aumentar o seu know-how, entre outros aspectos.

Para tanto, aja com paciência e identifique as melhores oportunidades, pois assim você irá longe em sua trajetória profissional.

Em resumo, perceba que construir parcerias estratégicas leva em conta a forma de abordagem, os propósitos que nos movem, as recompensas atreladas a cada aliança, as ações empáticas e recíprocas, além, é claro, de um bom repertório de conhecimento.

Se você gostou do artigo e quer aprender ainda mais sobre o assunto, aproveite e baixe agora mesmo o e-book: Como profissionalizar a sua carreira freelancer!

Powered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto