como cobrar por um freela

Como cobrar por um freela: entenda como definir seu preço de freelancer

Saber cobrar por seus serviços como freelancer pode ser um problema se o valor não estiver aliado a sua necessidade e com a sua expectativa. Descubra o que é preciso para garantir um valor justo para o seu trabalho!

O universo freelancer traz vantagens como mais liberdade e flexibilidade para o profissional. Além disso, é ótimo para faturar uma grana extra e ainda ganhar mais experiência em sua área. Ao mesmo tempo, no entanto, é sinônimo de diversos desafios.

Uma questão frequente, por exemplo, é como cobrar por um freela. Nesse contexto, há alguns aspectos que devem ser evidenciados a partir do momento em que você calcula os preços dos seus jobs e nós vamos contar todos os detalhes para você.

Neste texto, explicaremos como definir o valor a ser cobrado por um freela, seja ele um conteúdo ou uma revisão, seja uma consultoria. Vale destacar que as dicas são todas baseadas em situações práticas e já vivenciadas. Então, vamos ao que interessa!

Determine quanto você quer ganhar

Em primeiro lugar, antes de calcular seu preço, é preciso saber onde você quer chegar. Afinal, se você não sabe aonde quer ir, qualquer lugar serve, certo? Para estabelecer esses ganhos, você precisa ser ousado e, ao mesmo tempo, sensato. Afinal, tem de mirar em uma meta alcançável, certo?

Por isso, chegue a um valor que esteja alinhado com a sua área e experiência. Mesmo que o trabalho como freela seja para conquistar uma renda extra, faça as atividades como se fossem o seu ganho principal. Se for o caso, pense que você está trabalhando além do horário do emprego tradicional. Portanto, tem de valer a pena.

Defina quanto vale a sua hora

Definindo o quanto você quer ganhar, fica muito mais fácil estipular o preço da sua hora. Para tanto, existem algumas formas de ser chegar a um determinado valor. Uma delas pode ser facilmente colocada em prática se você já tem um emprego formal. Nesse caso, pegue seu rendimento mensal e o divida pelas horas trabalhadas.

No entanto, caso você não tenha um emprego, você também pode estimar um preço com base naquele que você seria pago para entrar em uma empresa. Seja sensato e sincero, pois não adianta estabelecer um valor irreal, uma vez que isso pode afastar potenciais clientes.

Empenhe-se em melhorar sua reputação no mercado

Suponhamos que você é um produtor de conteúdo e presta serviços de Inbound Marketing. A qualidade do seu serviço é muito parecida à de outro profissional, que ganha duas vezes o que você ganha.

Se uma pessoa que realiza um trabalho semelhante ao seu ganha duas vezes mais, por que você não pode ganhar isso também? Em primeiro lugar, elimine crenças limitantes. Se tal profissional já tem uma boa reputação no mercado, a realidade é que ele não se estabeleceu da noite para o dia.

E se você passar a oferecer serviços como maior qualidade e mais criatividade? Essa a melhor forma de atrair mais clientes e construir sua reputação no mercado.

Não sinta vergonha de cobrar

Isso é uma coisa que acontece muito frequentemente. Infelizmente, existem muitos freelancers e autônomos que têm vergonha de cobrar pelos seus serviços. Quando você vai a alguma loja, por exemplo, existe a possibilidade de você sair de lá com alguma mercadoria sem pagar nada por ela? Não!

Então, se você tem vergonha de cobrar pelos serviços, mude esse pensamento, pelo bem da sua carreira. Ficar sem jeito de cobrar pelos seus serviços é algo que vai apenas prejudicar sua carreira. Não se esqueça de que todo relacionamento comercial começa por meio de um contrato.

Caso ainda não tenha um, você pode encontrar dentro do kit de documentos para freelancers.

Kit de Documentos Para Freelancers

Valorize seus clientes

Uma das melhores formas de valorizar seu passe no mercado é por meio da valorização dos seus clientes. Afinal, lembre-se de que o boca a boca ainda é uma arma muito poderosa na divulgação dos seus serviços e pode fazer a diferença nos valores que você cobra em seus serviços de freelancer.

Cada cliente deve ser tratado da melhor maneira possível, ou seja, você deve cuidar, perguntar e procurar feedback para ser o melhor profissional possível. Pratique uma atitude empática e também a escuta ativa. Entenda profundamente como o cliente está se sentindo em relação ao seu trabalho.

Faça pacotes e fidelize seus melhores clientes

Uma boa ideia é que você possa oferecer aos clientes alguns pacotes com descontos. Dependendo da situação, vale muito mais a pena ter diversos freelas, ou seja, muitos jobs garantidos do que apenas um cliente que paga um valor fechado, correndo o risco de ele encerrar o contrato e deixar você na mão.

Além disso, a complexidade do trabalho também é algo em que você deve ficar de olho. Em alguns trabalhos, por exemplo, a complexidade pode ser muito grande e esforço não valer a pena. Por outro lado, você também pode cobrar valores mais baixos, quando o cliente é bem tranquilo e você tem um bom entrosamento com ele.

Uma última questão, que é essencial lembrar: de tempos em tempos, você deve reavaliar os valores que cobra, uma vez que a inflação não para de crescer. Para os melhores clientes, você pode avaliar novos bônus ou pacotes especiais.

Evite dores de cabeça

Por padrão , os clientes vão tentar com que você faça seu trabalho pelo menor preço possível. Por isso, lembre-se sempre de deixar tudo muito bem esclarecido. Assim, você pode fazer um contrato e deixar tudo muito bem acordado.

Caso você não tenha condições de formular um contrato, pode acordar tudo por e-mail, fazendo isso de maneira bem detalhada. Clientes podem alegar algo que não foi combinado e, assim, você pode ter problemas por conta dessa situação.

O que você achou dessas ideias sobre como cobrar por um freela? Esperamos que você possa colocar essas dicas em prática, de forma que você possa se destacar no mercado e se tornar o melhor freela do pedaço.

Embora seja desafiador, é totalmente possível se reinventar e tornar-se um profissional que cobra valores altos, desde que as entregas contem com um alto nível de excelência. Para ajudá-lo nessa tarefa de forma direta, confira agora mesmo a nossa calculadora de preços para freelancers.

Quanto cobrar pelo freela? Descubra na Calculadora de Preços para Freelancers