Por Dimitri Vieira

Editor-chefe do blog Comunidade Rock Content.

Publicado em 20/03/2018. | Atualizado em 09/04/2018


Aprenda como usar sua inteligência emocional para aliviar o estresse. E amenize (ou erradique) problemas como perda de foco e distrações, que podem estar comprometendo sua produtividade.

Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert


Sem tempo para ler tudo? Clique em ▶ e ouça este artigo na íntegra!

Ter foco é fundamental para o sucesso nas nossas atividades diárias. Seja um foco interior, para alinharmos com nossas intuições e valores; seja um foco exterior, para interagirmos com outras pessoas ou com o ambiente. Para isso, saber utilizar a inteligência emocional é um recurso muito valioso!

Muito frequentemente, nossa atenção é desviada e ficamos em um estado distraído, desfocado, ou se preferir, com a “cabeça nas nuvens”.

Dessa forma, é comum nos sentirmos sobrecarregados, apressados e mentalmente exaustos — o que pode destruir nossa produtividade diária. E isso é absolutamente normal, como explicado em nosso post sobre as mentiras contadas pelos blogs.

Mas não é por ser normal que devemos aceitar passivamente.

E, neste post, vamos te ensinar a lidar com o desafio de se manter focado e a fugir de distrações, usando sua inteligência emocional! Então, não se distraia e leia até o final:

O que é estresse?

Estresse é uma resposta física ou mental do nosso organismo a um estímulo externo. Quando submetidos a uma atividade estressante, nosso sistema nervoso é inundado por cortisol e adrenalina, que podem comprometer funções cognitivas importantes e afetar outras funções corporais.

Entretanto, é importante entender que o estresse não necessariamente é algo ruim.

Em curto prazo, elevar os níveis de cortisol — conhecido como hormônio do estresse — pode aumentar nossa adrenalina e nos motivar a performar de forma mais eficiente, para que respeitemos os prazos, por exemplo.

Entretanto, altas quantidades desse hormônio podem ser tóxicas para o cérebro em períodos mais longos. E alguns cientistas acreditam que possa contribuir para doenças como Alzheimer e outros tipos de demência.

Quando não conseguimos focar em uma atividade, é comum ficarmos estressados por não estarmos sendo produtivos. Isso nos deixa ainda mais desfocados e contribui com o estresse, configurando um ciclo.

Na maioria das vezes, não percebemos o acontecimento desse processo até ficarmos completamente sobrecarregados pelo cortisol. Assim, ficamos mentalmente e emocionalmente exaustos, e perdemos toda a capacidade de concentrar e captar informações.

Mas você não deve assumir derrota para esse círculo vicioso do estresse. É possível aliviar e até erradicar seus sintomas utilizando inteligência emocional, autoconsciência e autocontrole!

Use sua autopercepção para aliviar o estresse

Comece reparando as seguintes situações:

Por quê você se sente ansioso ou estressado?

Antes de lidar com qualquer problema, você deve compreender a origem dele. Quando você compreender o que está te levando ao estresse, será bem mais simples tomar ações para evitá-lo.

Faça uma lista de tudo que habitualmente provoca estresse e, então, separe os itens em duas categorias:

  1. Coisas que você pode mudar;
  2. Coisas que você não pode mudar.

Para os da segunda categoria, você precisará encontrar um modo de alterar sua atitude em relação a eles.

Como você perde seu foco?

Compreendendo exatamente quais são os acontecimentos que te tiram o foco, você conseguirá identificar padrões de distração a ser evitados. Dessa forma, será possível evitá-las e manter seu estado de foco original.

Como você se sente quando está desfocado?

Durante uma entrevista ou reunião importante, você fica ansioso quando não consegue se lembrar de uma informação?

Fica tenso ou confuso ao redigir um texto quando não encontra as palavras exatas para se expressar?

Essas são pistas de que você está mais estressado do que havia percebido. E que sua dificuldade de concentrar está trazendo ainda mais estresse.

Quando você perde seu foco?

Preocupações constantes podem levar a situações de alto risco. Perder o foco ao dirigir, cozinhar, descer escadas, manipular ferramentas etc. são indicadores de níveis perigosos de estresse.

Então, caso você se encontre numa situação similar, encare-a como um sinal alarmante para que traga sua atenção para o momento. E deixe suas preocupações para depois. Afinal, é bem pouco provável que você possa solucionar o seu problema naquele momento.

Tenha autocontrole para contornar o estresse

Agora que você já aumentou sua percepção sobre as situações do cotidiano que tiram seu foco e geram estresse, chegou a hora de tomar algumas ações:

Faça uma desintoxicação digital

Pessoas que checam emails, textos e mídias sociais constantemente têm uma forte tendência de enfrentar maior estresse diário que os demais. Isso foi levantado em uma pesquisa da Associação Psicológica Americana, feita em 2017.

Muitas vezes não é possível nos desligarmos totalmente da tecnologia. Até porque a possibilidade de você trabalhar utilizando um computador é gigantesca. Mas aproveite suas pausas e intervalos para se afastar um pouco do universo digital.

Descanse seu cérebro

Todos já passamos noites em claro causadas por medos, ansiedades ou remorso de algum evento passado. Mas quando isso se torna parte da rotina, fica quase impossível focar, lembrar e captar novas informações.

Lembre-se do Clube da Luta: quando se tem insônia, tudo fica muito distante e se torna a cópia da cópia cópia; você não consegue tocar em nada e nada consegue tocar você.

gif Clube da Luta sobre insônia

A falta de sono compromete nossa capacidade de juízo e de tomada de decisões, por mais que você não repare isso. Assim, dormir por, aproximadamente, 7 ou 8 horas pode mudar sua produtividade e sua vida para melhor.

Aproveite que você já se desligou um pouco do mundo digital e se planeje para conseguir dormir mais. Depois disso, compare seu rendimento e veja a diferença que faz!

Pratique atenção plena

Atenção plena é aquele estado em que você está completamente focado em uma ação específica. Independente do que venha a acontecer ao seu redor, nada é capaz de te distrair.

Esse estado é a chave para a resiliência emocional. Isto é, impede que você tome decisões precipitadas e não pensadas, além de contribuir para que você recupere rapidamente de momentos de distração, sem estressar ou perder o foco.

Cada pessoa possui características diferentes, mas todos somos capazes de atingir a atenção plena. Uma dica que te dou é trabalhar com picos de foco, permitindo-se algumas distrações momentâneas.

Foque em outras pessoas também

Quando fixamos nossa atenção em medos e em preocupações, não nos importamos com outras pessoas, colegas de trabalho e familiares.

Existem estudos comprovando que o ato de se importar com outras pessoas promove um efeito psicológico que te acalma, além de aumentar sua resiliência.

Assim, você vai tirar o foco do seu próprio estresse. Mas também vai experimentar uma reação bem positiva ao saber que está fazendo algo bom e prestativo por alguém que seja importante para você.

Portanto, além de saudável, essa atitude te torna uma pessoa e um profissional melhores!

Muitos ainda têm enorme dificuldade para lidar com estresse e distrações. Mas agora você já aprendeu: basta prestar atenção às causas de seus problemas e ter autocontrole para agir corretamente.

E se quiser ser ainda mais produtivo, inscreva-se agora no nosso curso de Hacks de Produtividade por e-mail!

Curso por email - Hacks de produtividade banner

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *