Por Samanta Jovana

Redatora da Comunidade Rock Content.

Publicado em 25/06/2017. | Atualizado em 04/05/2020


Já pensou em investir na carreira de revisor? Vale a pena conferir as oportunidades e os benefícios da área. Acompanhe!

Acha que uma carreira de revisor é limitada e vai se resumir ao mesmo trabalho todos os dias? Pois, você não poderia estar mais enganado. Quem se envereda pelo universo da revisão tem muito pelo que esperar em termos de novidade na sua rotina de trabalho e pode escolher diversos campos de atuação para colocar os seus talentos em ação.

Muito longe de ser uma dessas coisas que você pode fazer se estiver querendo ganhar algum dinheiro, uma carreira de revisor é um trabalho sério que exige especialização e muito empenho.

Não basta ser um grande leitor ou ser suficientemente bom com as palavras para se dar bem neste mercado: é preciso conhecer intimamente a língua portuguesa e se atualizar constantemente a respeito de suas mudanças.

Por isso, se você estiver considerando uma carreira de revisor, o primeiro passo é dedicar-se a ela, entendendo exatamente o que constitui o dia a dia da profissão.

O que esperar da Carreira de Revisor

Você terá de ler manuscritos e textos diariamente para conferir a gramática e ortografia de suas composições, fazendo mudanças e sugestões para que eles se tornem mais fáceis de serem digeridos. É importante não confundir isso com outras profissões ligadas a escrita, como o copywriting, a redação e o fact-checking.

Em cada uma dessas carreiras, uma especificidade é cobrada do profissional e nenhuma delas se assemelha exatamente com a revisão, por assim dizer. De todo modo, se for a carreira de revisor o que você procura, será a hora de encontrar a qualificação que o permita ingressar neste universo. Um curso de Letras ou de Comunicação Social pode ajudar.

Nessas faculdades, você terá contato próximo com a língua portuguesa e poderá se aprofundar nas suas especificidades, particularmente, em como ela funciona do ponto de vista de terceiros.

Afinal, como revisor é seu papel corrigir as frases e construções gramaticais dos outros. Dessa maneira, você precisa de alguma forma entrar na mente deles e entender o que pretendiam dizer antes de tomar qualquer decisão.

Talvez o seu trabalho não seja o mais divertido do mundo o tempo todo e você terá de construir um background em diversos assuntos para ser capaz de revisar textos sobre múltiplos temas.

Alguém que busca uma carreira de revisor em tecnologia, por exemplo, precisa se acostumar com termos como “cloud computing” e “jornada para a nuvem”, ainda que eles não sejam exatamente comuns a outros gêneros da escrita.

Outra coisa que você deve conferir antes de optar por uma carreira de revisor é se essa é a opção mais adequada para você. Há muitas alternativas por aí do que podemos fazer em nossas vidas. Encontrar uma profissão cujo perfil combine com o nosso é fundamental para ser feliz nela.

Características do revisor

Um revisor é uma pessoa atenta a detalhes, cheia de vontade de conhecer novos temas e assuntos, bem como extremamente curiosa a respeito do próprio idioma. Sem essas características, o sucesso jamais poderá ser alcançado, quer você opte por uma carreira como freelancer ou por um trabalho fixo em alguma agência ou editora, por exemplo.

Falando no trabalho como freelancer, a carreira de revisor vai exigir jogo de cintura se você escolher trilhar este caminho. Lidar com clientes é uma tarefa difícil e construir um relacionamento com eles para obter trabalho de forma regular é extremamente importante para o seu sucesso.

Portanto, não basta conhecer bem a gramática e devorar dicionários: o bom revisor é uma pessoa que consegue lidar bem com outras pessoas.

Se ainda assim você continua interessado na carreira de revisor, parabéns! Essa é uma profissão extremamente gratificante e que pode lhe dar muito conforto e flexibilidade. Conheça algumas possibilidades de trabalho para quem opta por ela:

Revisor de livros

Um dos principais trabalhos que se pode ter nessa carreira é o de revisor de livros. Essa ocupação tradicional é a primeira que nos vem em mente quando ouvimos falar do termo revisor. E, muitas vezes, não deixa de ser um dos empregos mais costumeiros que se pode ter na área.

Como revisor de livros, será seu papel garantir que eles sejam publicados sem equívocos ortográficos ou gramaticais, entretanto, essa tarefa pode ser mais difícil do que parece.

Afinal, na literatura há vários estilos e muitos deles são um pouco mais livres do que a escrita tradicional. Em função disso, um revisor de livros deve ser uma pessoa que está em sintonia com o trabalho do autor e conhece bem a sua intenção.

Revisores de livros podem trabalhar como profissionais freelancers, sendo contratados diretamente por autores ou editoras, ou serem profissionais alocados em editoras por tempo integral, participando de todo o processo de criação de centenas de obras ao longo do ano.

É, todavia, muito raro que estes profissionais trabalhem exclusivamente em um lugar só.  O mais comum é que a maioria deles prefira a flexibilidade da vida de freelancer e a possibilidade de atender a múltiplos clientes simultaneamente.

Um revisor de livros pode trabalhar sozinho em uma obra ou em parceria com outros revisores, dependendo da sua complexidade. Por isso, ele precisa saber cooperar com terceiros e deve ser bom em se comunicar com os seus colegas de trabalho, já que isso será parte integral da sua rotina.

Em geral, para se tornar um revisor de livros a pessoa precisa ser graduada em Letras ou em alguma área afim. Mas experiência conta muitos pontos e pode ser que mesmo com um diploma em outra disciplina você consiga uma colocação no mercado.

Revisor de conteúdos para a web

O revisor de conteúdos para a web, por outro lado, tem um papel bastante diferente do revisor de livros. Isso porque os conteúdos com que ele trabalha são, em geral, menos extensos e exigem uma linguagem mais leve, com a cara da internet.

Logo, revisores de conteúdos para a web precisam ter um perfil mais dinâmico e menos tradicional do que seus parceiros que trabalham nas editoras.

Ainda assim, o talento e a afinidade com a língua portuguesa continuam sendo traços de primeira necessidade para este profissional. Não é porque os conteúdos web são postados em blogs e sites que eles não precisam ter uma cara profissional e um tom de voz autoritativo.

Por isso, o papel do revisor de conteúdos web é normatizar esses textos para que eles fiquem com a cara do veículo em que serão publicados. Sem deixar de lado a grafia e a gramática que são praxe em sua profissão.

Revisores de conteúdos para web raramente trabalham com contratos fixos e quando o fazem, geralmente, estão alocados em agências de publicidade, que desenvolvem esse tipo de conteúdo diariamente e o publicam nos blogs de parceiros. Do contrário, são freelancers e têm toda a flexibilidade que esse regime pode conferir à vida profissional de alguém.

Podem fazer seus próprios horários, pegar tantos jobs quanto acreditarem ser capazes de entregar e produzir no horário que melhor funcionam. Além disso, têm o benefício de escolher quanto vão ganhar a cada mês, definindo por quanto tempo e para quantas pessoas trabalharão.

Revisor de trabalhos acadêmicos

O revisor de trabalhos acadêmicos é, provavelmente, um dos profissionais que tem a rotina mais estrita dentre todos em nossa lista. Afinal, ele precisa adequar suas revisões às normas e padrões estabelecidos pela academia para a execução de trabalhos e monografias, portanto, precisa estar sempre atento a ABNT e ao que ela normatiza e rege.

Seu papel é garantir que, além de coesos, trabalhos acadêmicos não contenham erros crassos como a inclusão de fontes que, simplesmente, não estão ali ou a duplicação de referências.

O revisor acadêmico atua como um corretor, verificando previamente a integridade do trabalho bem como a sua ortografia e gramática a fim de que ele esteja em sua melhor forma quando for entregue a uma determinada instituição.

De forma geral, esses profissionais também são freelancers e como tal desfrutam de todos os benefícios dessa modalidade de trabalho, como já foi citado ao longo deste texto.

Além de poder fazer seus próprios horários e decidir quanto ganham, os revisores acadêmicos escolhem para quem vão trabalhar e se só aceitarão revisar trabalhos de uma determinada disciplina ou de várias delas, diversificando assim seu portfólio.

Revisor de traduções

O revisor de traduções é um profissional completo e complexo, que trabalha sempre com um dicionário bilíngue ao seu lado e está pronto para enumerar uma quantidade absurda de sinônimos para os termos mais comuns que encontra no dia a dia.

Afinal, é seu papel garantir que as traduções que a ele são encaminhadas estejam tão bem redigidas quanto os textos originais e isso significa que ele precisa conhecê-los muito bem.

Para se tornar um revisor de traduções você precisará, portanto, dominar pelo menos mais de uma língua e conseguir comunicar-se tão bem nela quanto em seu idioma nativo. Mesmo porque traduzir não é uma tarefa tão fácil quanto parece e revisar traduções pode ser mais complicado ainda.

Este profissional pode trabalhar em editoras, na produção de conteúdo para a web ou como freelancer. Seu papel é certificar-se de que não há diferenças de sentido e propósito nos textos originais e traduzidos.

Revisor de publicações científicas

A carreira de revisor de publicações científicas é diferente de todas as outras que já abordamos aqui porque ela, geralmente, exige que o profissional tenha também um diploma na área do conhecimento em que ele está revisando textos.

Ou seja, se você revisa textos médicos, pode ser necessário ser pelo menos enfermeiro ou, se trabalha com textos de biologia,  deve ter um diploma nessa área, por exemplo. Isso porque tratam-se de publicações altamente específicas e especializadas, que exigem um nível de precisão que nenhuma outra em nossa lista exigirá.

Qualquer erro aqui pode significar a publicação de achados completamente equivocados em jornais científicos, revistas da área ou mesmo traduções internacionais de periódicos.

Por isso, o revisor de publicações científicas é antes de tudo um cientista e, apenas depois disso, um apaixonado pela língua portuguesa, que consegue discernir todos os porquês, pronomes e conjugações de verbos.

Para se tornar um revisor nessa área, a pessoa geralmente trilha o caminho contrário do tradicional na carreira de revisor. Em vez de estudar uma profissão que tenha a ver com comunicação ou com linguística, essa pessoa dedica parte da sua vida às ciências naturais e, apenas depois disso, descobre que a sua grande paixão é realmente revisar conteúdos para publicação.

Uma pós-graduação ou alguns cursos livres costumam ser o suficiente para orientá-lo nessa direção e assim nasce um revisor de publicações científicas.

Este profissional também pode trabalhar como freelancer ou atrelado a alguma instituição de pesquisa, como preferir. O que importa é que ele esteja sempre revisando conteúdos dentro de sua área de expertise.

Requisitos

Para ingressar na carreira de revisor, como já dissemos na introdução deste texto, você vai precisar se esforçar bastante. Este é um mercado extremamente competitivo e cheio de profissionais prontos para dar o seu melhor. Se você quiser se destacar, terá de rapidamente se tornar um deles, sob o risco de passar despercebido.

Um entendimento de marketing e negócios será fundamental para o seu sucesso e você verá que é muito mais fácil ser um revisor bem-sucedido se se tem em mãos os instrumentos para administrar sua própria carreira. Promover seu portfólio, expertise, cursos e habilidades é uma necessidade constante para o revisor.

É possível viver uma vida confortável e fazer bons lucros como freelancer nessa área. Outra opção é combinar o trabalho em um escritório com jobs extras que rendem um dinheiro a mais no final do mês. Basta ser organizado o bastante para que isso aconteça e nunca perder o seu foco.

Mas o mais importante mesmo na carreira de revisor é se distinguir da multidão. Experiência, talentos e qualificações são as melhores maneiras de conseguir isso e quanto mais você puder investir em você mesmo, melhor.

Aprenda os softwares mais utilizados na sua profissão, ganhe familiaridade com membros chave da indústria e acompanhe blogs e sites que falam sobre o tema revisão para se manter sempre atualizado. Você tem tudo para ser um grande profissional desde que continue em constante processo de melhoramento.

Gostou de conhecer melhor a carreira de revisor e as possibilidades de atuação para este profissional? Esperamos que sim. E, para lhe ajudar, a partir de agora nos seus jobs, baixe o nosso checklist de revisão! Ele é uma forma completa de verificar se você está pronto para enviar um texto ou não.

 

Checklist de Revisão de Conteúdos WebPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto