Por Ana Júlia Ramos

Uma quase jornalista apaixonada por séries de televisão, cinema, livros e péssima em auto descrições.

Publicado em 19/03/2018. | Atualizado em 09/06/2020


A vida de freelancer é muito glamorizada, principalmente quando ouvimos falar em nômades digitais. Mas parar ter sucesso, existem algumas características que são cruciais! Veja quais são!

Não só de mordomia vive um freelancer (muito pelo contrário)!

Por mais que existam inúmeros benefícios em trabalhar enquanto autônomo (como se livrar do trânsito diário, economizar na gasolina ou na passagem de ônibus e não precisar sair de casa para almoçar, por exemplo), não é qualquer pessoa que consegue ter sucesso na carreira e viver exclusivamente desse trabalho.

Um freela de sucesso é aquela pessoa que reúne algumas características primordiais dentro de si mesmo, ou que aprende a desenvolvê-las com o tempo e vê valor disso para o seu crescimento pessoal e profissional, sendo seu próprio chefe.

Quer saber quais são elas e, além disso, descobrir se você tem o que é preciso para arrasar na área? Não se preocupe, vou te contar!

1. Organização

Você pode até deixar o seu armário arrumado e sempre lavar a louça, porém não atingir níveis de organização ideais para trabalhar em casa é infinitamente mais prejudicial.

O motivo é fácil: a organização deve ser vista como um conjunto de características que servem não apenas para melhorar o espaço em que você vive, mas também para te ajudar a ser uma pessoa mais focada, determinada e bem-sucedida.

Começando pela mesa de trabalho: se você não tem um lugar específico para desempenhar suas atividades profissionais, pare o que estiver fazendo (depois de ler esse texto, obviamente), e procure uma escrivaninha ou mesa acessível o mais rápido possível.

Não é preciso sacrificar todo o cômodo de casa e transformá-lo em home office nem investir montanhas de dinheiro nisso. Porém, tenha em mente que a qualidade de vida muda por completo quando nós trabalhamos em um lugar que foi designado para atividades profissionais.

Pense em trabalhar deitado na cama. Legal, né?

Você pode até gostar muito da ideia por algumas semanas, ou até meses. Depois de entrar na rotina, vai desejar que o tempo volte naquele dia em que teve a possibilidade de trabalhar em uma mesa e evitar dores nas costas e no pescoço, preguiças, sonecas fora de horas, entre tantos outros momentos inconvenientes.

E não basta ter uma mesa, ela precisa estar em boas condições. Invista em itens de papelaria como caixas, gavetas de plástico, estojos e agendas, por exemplo.

Confira algumas recomendações de leituras e conteúdos para desenvolvimento pessoal e de autoconhecimento! 🌱
Desenvolvimento pessoal: o guia completo para o sucesso
Criatividade: o que é e como se tornar mais criativo em 11 passos
Marketing Pessoal: o que é, sua importância e 14 dicas para o sucesso
Produtividade: 25 dicas de como ser mais produtivo no trabalho
Personal Branding: a importância de estabelecer sua marca pessoal
Teoria dos Traços de Personalidade: entenda o que significa!
Livros Online Grátis: as melhores opções para ler ou baixar de graça!

2. Senso de desafio

Lembra aquilo que eu falei de ser o seu próprio chefe?

Uma ótima de colocar o conceito em prática é na hora de estabelecer metas: elas são fundamentais para que você não perca, além da produtividade, todo o controle do trabalho.

Para que isso seja feito, indico duas perguntas a serem feitas antes de calcular quanto deverá ser produzido naquele mês:

  • Quantas horas/dia estou me disponibilizando a trabalhar?;
  • Quanto eu gostaria de receber no final do mês?

A partir dessas duas informações, é possível calcular quanto deverá ser produzido para alcançar o valor X, que será o seu salário.

Ao estabelecer metas, cumpra-as como se sua vida dependesse disso! Afinal, ela meio que depende para quem vive de freela, não é mesmo?

Pense que, para chegar no fim do mês com um dinheiro que, além de pagar as contas da casa, possa ser guardado, é preciso foco.

Um freela de sucesso é capaz de desafiar a si mesmo dia após dia. Você pode fazer isso ao bater suas próprias metas e não desacelerar quando cumpri-las: continue produzindo!

3. Boa comunicação

Ter uma boa comunicação é uma das características imprescindíveis para qualquer trabalhador autônomo. Você será a ponte entre o seu trabalho e o seu cliente, ou seja: o marketing pessoal é muito importante!

Veja alguns momentos que vão dificultar muito a sua vida, caso você não tenha essa característica:

  • busca: tenha em mente que “encontrar” um cliente, seja no ramo de oferta de produtos ou até naquelas áreas onde não existe venda direta, é um grande desafio. É preciso saber se comunicar e divulgar o trabalho de forma no qualca as pessoas te encontrem e gostem de você;
  • negociação: não é fácil apresentar valores para um cliente. Vários são tranquilos e aceitam de bom grado, porém, existem aqueles que discutirão cada centavo e tentarão reduzir consideravelmente o seu preço;
  • criação: é preciso entender o que o cliente quer. Ao conversar francamente, entender o que se passa na cabeça dele e articular as melhores formas de realizar o trabalho, tenha certeza que ele ficará muito feliz com o resultado;
  • resultado: saber conversar é fundamental na hora de receber um feedback, seja para absorver críticas importantes ou para defender o seu trabalho.

4. Controle financeiro

Na CLT, todo mês o dinheiro cai certinho na conta. Já enquanto um trabalhador autônomo, você receberá por job. Dessa forma, é importante criar algum método que seja efetivo para o controle dos seus gastos.

Se isso não acontecer, além de perder a noção do quanto entra de dinheiro na conta (algo extremamente prejudicial), uma grande quantidade dele será perdida. Estabeleça alguma forma de gasto: seja ao aguardar por um período X para usar a quantia que chegou ou ao esperar o acúmulo de um valor específico, tudo depende de como você se sente mais confortável.

Atualmente, existem inúmeros aplicativos que podem te ajudar nisso, e uma simples busca no Google já será necessária para que você monte toda a estrutura do seu “departamento financeiro”.

Planilha de Controle FinanceiroPowered by Rock Convert

5. Versatilidade

Se em uma empresa existe o setor de Customer Success, Vendas, Financeiro, Administrativo, Jurídico, e assim sucessivamente, na realidade do freelancer todas essas funções ficam destinadas especialmente para você.

Uma pessoa versátil e multitarefas consegue lidar direitinho com toda a pressão que pode chegar dessas áreas distintas (às vezes parece que nós não vamos conseguir, mas fique tranquilo).

É preciso ter em mente que a “arte de ser freela” é muito enriquecedora, te proporciona desafios incríveis a cada dia e agrega uma bagagem profissional que grande parte das profissões não conseguem garantir atualmente.

Aprenda um pouquinho mais sobre as funções no qual você está exercendo — desde a assinatura de um contrato até os serviços de venda e retenção de clientes. Estudar nunca é demais, saiba disso e você vai longe!

Confira um compilado de dicas e leituras para seguir crescendo na carreira freelancer! 🚀
Marketing Pessoal: o que é e como trabalhar sua imagem profissional
Como criar um blog grátis personalizado: veja as 9 melhores opções!
Personal Branding: a importância de estabelecer sua marca pessoal
Trabalho Remoto: 8 sites e 10 dicas para ganhar dinheiro sem sair de casa
Como criar um portfólio de redator impressionante!
O que colocar em um currículo freelancer: tiramos todas as suas dúvidas!
As 13 melhores opções de trabalho de fim de semana!
Nômade digital: o que é, como se tornar um e as principais vantagens

6. Networking

Vou separar os benefícios do networking em duas áreas: a profissional (obviamente) e a pessoal. Veja o motivo das duas serem tão importantes:

Profissional

O networking enquanto trunfo para a carreira de um profissional não é segredo para ninguém, não é mesmo? Quando nos comunicamos com nomes da mesma área ou de áreas relacionadas às nossas, o marketing “boca a boca” vai se propagar de uma maneira muito natural e interessante.

Não será preciso investir tanto tempo, esforço e até dinheiro na captação de possíveis clientes, afinal, você terá pessoas dispostas a fazerem isso por você sem qualquer custo! Muito mais do que isso, as indicações serão honestas e extremamente valiosas.

Redes sociais estão com tudo, e o LinkedIn é uma delas. Invista em um perfil legal, coloque seus melhores atributos, escreva todo o seu currículo e comece a criar uma rede de amigos por ali. Além de encontrar possíveis contatos, a rede é uma forma de “portfólio” e estará sempre em mãos caso você se veja frente à uma oportunidade que apareceu de repente.

Nota do editor:
Compilamos as principais práticas para Facebook, Instagram e Twitter em um único ebook, que ainda inclui ideias de conteúdo, conhecimentos sobre métricas, persona e tipos de conta. Acesse agora e melhore sua estratégia nas redes sociais!

Estratégias de Redes Sociais para FreelancersPowered by Rock Convert

Pessoal

Essa forma de relação no qual eu mesma batizei de “networking pessoal” é muito importante para você, freelancer, não se sinta completamente sozinho e desamparado.

A falta de um escritório repleto de colegas é sentida em algum momento da carreira de freela, e em muitas das vezes os seus amigos e parentes não trabalham na mesma área que você. Faz falta ter alguém para conversar não apenas sobre o mercado atual e assuntos profissionais, mas também para dividir angústias, sonhos, tirar dúvidas e desenvolver relacionamentos sólidos.

Aqui na Rock nós temos o grupo da Comunidade de Freelancers no Facebook. Modéstia à parte, ele é uma ótima maneira de conhecer pessoas da área e descobrir novidades dessa profissão que muda radicalmente a cada dia.

Mesmo que não seja em grupos de Facebook, busque canais de comunicação com pessoas que também são autônomas. A prática faz toda a diferença no dia a dia e traz resultados incríveis com o passar do tempo, pode ter certeza!

7. Vontade de aprender

Tudo o que eu falei no decorrer desse artigo não tem função alguma caso você não seja uma pessoa que gosta de aprender e enriquecer seus próprios conhecimentos.

Isso não significa que você precisará ler páginas e páginas de livros e artigos científicos (se quiser, ótimo!). Uma boa forma de começar a estudar e se interessar por áreas que não estejam necessariamente envolvidas com a entrega do seu trabalho é procurando nomes de peso e seguindo essas pessoas nas redes sociais.

Além de perfis de profissionais, siga também blogs, canais no Youtube, contas no Instagram ou no Twitter, enfim, deixe suas redes lotadas de pessoas que te informarão de maneira leve e cotidiana.

Investir nas redes sociais é bom não apenas para aprender, mas também para investir em networking e divulgar o seu trabalho. Na realidade em que estamos vivendo no século 21, esta é uma ótima forma de se popularizar e se transformar em referência na área. Não perca a oportunidade!

E então? Acredita que você tem o que é preciso para ser um ótimo freelancer? Não se preocupe, com um pouquinho de prática todo mundo chega lá!

Se você gostou deste conteúdo, tenho certeza que vai adorar descobrir 23 maneiras de complementar a renda e aumentar o salário no final do mês!

complementar a rendaPowered by Rock Convert

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *