Por Gustavo Grossi

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 18/09/2017. | Atualizado em 18/09/2017


Anúncios, afiliados, cursos online, produtos físicos... como você quer monetizar o seu blog? Conheça as melhores opções da internet agora!

Torne-se um especialista em produção de conteúdo!Powered by Rock Convert

Criar um blog e escrever posts com frequência, embora não pareça, pode ser a alternativa mais eficiente para aumentar a rentabilidade de um negócio ou empresa.

Hoje, mais do que nunca, negócios que conseguem lucrar e dar tração aos seus negócios utilizando blogs.

Entretanto, na cabeça de muitas pessoas, o blog ainda é um tipo de site que funciona como um diário pessoal ou um caderno online de ideias. Ou seja, algo em que ninguém está interessado ou vai pesquisar em algum motor de busca.

Por isso, vamos demascarar agora mitos como esse, apresentando alguns fatos importantes sobre esse universo — bem como algumas opções para você mesmo escrever um blog que gere renda. Vamos lá?

A realidade sobre como escrever um blog

Ppessoas e empresas têm encontrado nos blogs uma forma muito eficiente de atrair clientes, sendo essa uma das estratégias mais efetivas de Marketing Digital hoje em dia.

Segundo a Hubspot, 46% das pessoas leem blogs ao menos duas vezes ao dia. Além disso, empresas que blogam regularmente têm 13 vezes mais chances de conquistar um retorno sobre investimento (ROI) positivo.

Sendo assim, o que é preciso saber para escrever um blog que gera renda? O que fazer para conquistar resultados como os descritos nas estatísticas acima? Nós temos o conhecimento essencial para você! Confira:

Opção 1: Anúncios pagos

Esta é a forma mais comum de monetização de blogs. Para quem está iniciando, esta é uma estratégia bastante amigável, pois nem sempre é necessário lidar diretamente com seus anunciantes.

Serviços como o Google Ads intermediam a relação com anunciantes, oferecendo recompensas por cliques em anúncios distribuídos em seu site. Assim, você não precisa estabelecer metas muito rígidas se não quiser, permitindo que você faça testes e vá ganhando experiência com a prática.

Nos experimentos falhos que você realizar no seu teste, evidentemente o volume de cliques pode cair, gerando uma renda inferior. Portanto, vale a pena arriscar quando você julgar interessante, sem o medo de que seus clientes dispensem o seu serviço.

Por exemplo, testar uma nova persona ou investir em conteúdos de diferentes etapas do funil de vendas são meios interessantes de receber informações sobre o mercado.

Opção 2: Cursos e consultorias

Você tem vocação para gerar conteúdo educativo? Além de escrever posts de blog, você gosta de criar videoaulas, podcasts, e-books e manuais? Então é bem provável que haja pessoas interessadas em pagar por um conteúdo tão rico.

Sendo assim, o seu blog serve como um meio de fazer seus potenciais clientes avançarem na jornada de compra. Dessa forma, você pode fazer do conteúdo produzido o próprio produto a ser vendido.

Logo, ao estabelecer sua autoridade no mercado, você pode ir ainda mais a fundo e oferecer informações de maneira customizada através de consultorias ou coaching, de acordo a demanda dos seus clientes.

Plataformas como o Udemy e o Coursera, assim como alguns plugins para WordPress permitem que você crie seu próprio curso online em poucas etapas.

Opção 3: Programa de afiliados

Você sabe o que é um programa de afiliados? A ideia é muito simples: você gera links em seus posts que direcionam para o site ou loja do seu cliente.

Assim, quando o leitor do seu blog acessar o realizar uma compra no site do seu cliente afiliado e a origem desse visitante for o seu blog, você tem direito a uma comissão sobre a venda realizada.

Sites como a Amazon e o Zanox podem oferecer recompensas de até R$75,00 por venda promovida através do seu blog. Imagine o quanto isso pode render se você produzir um conteúdo convincente!

Basicamente, você faz do seu conteúdo o funil de vendas para produtos de terceiros,

Opção 4: Portfólio

Você vende seus serviços como copywriter no mercado? Então é essencial que você tenha um espaço na internet para seus clientes te encontrarem. Sendo assim, um blog é perfeito para você divulgar suas habilidades como produtor de conteúdo web.

Sobretudo se você escreve posts para blog, um site com as sua assinatura é o melhor canal para mostrar suas publicações em funcionamento.

Opção 5: E-commerce

Se você comercializa algum produto ou solução, você já sabe que o blog é uma ferramenta importante para o seu funil de vendas. Agora, imagine se você pudesse, além de criar conteúdo, possuir um canal de vendas dentro do seu próprio blog?

Hoje, existem ferramentas de gerenciamento de conteúdo, muito populares na criação de blogs, que possuem extensões para e-commerce.

Plataformas como o WordPress e Magento, hoje, oferecem soluções rápidas e um design honesto, para que você crie e integre sua loja virtual ao seu blog em poucas horas.

Assim, você pode fazer suas vendas e o seu marketing de conteúdo no mesmo lugar, criando um processo contínuo de tráfego, geração de leads e vendas.

Opção 6 (bônus!): Todas as opções anteriores

Caso você esteja muito empolgado com as opções anteriores (ou seja um blogueiro experiente), você pode montar uma estratégia que combine o máximo de métodos que você quiser para monetizar o seu blog.

E aí, curtiu as opções? Se você quer começar um blog agora mesmo, existem algumas opções gratuitas de qualidade profissional! Que tal dar uma checada? 🙂

Até logo!

Posts populares com esse assunto