computador exibindo um blog como portfólio

Blog como Portfólio: saiba como criar o seu e conquistar mais clientes!

Para focar em como desenvolver uma nova habilidade como produtor de conteúdo, um portfólio é essencial e pode ser feito por meio de um blog. Saiba como!

Como já dissemos neste post clássico do nosso blog, os blogs são ótimas ferramentas para você usar como portfólio. Afinal, a maior parte da produção de um redator web é dedicada a blogs, não é mesmo?

Além disso, blogs contêm todas as funcionalidades para você interagir com os seus prospects e clientes. Através dele, você poderá estabelecer uma estratégia de conteúdo que vai mostrar a qualidade do seu trabalho e encontrar os melhores clientes!

Selo do Certificado Blogs Corporativos Universidade Rock Content

Por isso, recomendamos a Certificação em Blogs Corporativos da Universidade Rock Content. Neste curso, o professor André Mousinho te ensinará como dominar as técnicas adotadas pelos maiores players do mercado.

Enquanto isso, conheça as dicas mais valiosas que separamos para você arrasar no seu blog como portfólio!

Como escolher as melhores peças para o meu blog

Antes de escolher seus melhores trabalhos, é preciso definir um objetivo para o seu blog. Os mais indicados são:

  • portfólio para conseguir trabalhos freelancer;
  • autopromoção para gerar reconhecimento.

Com esses objetivos, você poderá projetar seu blog não apenas pensando em conquistar mais clientes, mas em construir seu nome no mercado e, quem sabe, se tornar um profissional de referência.

Além disso, esses objetivos devem nortear toda a criação do seu blog, desde o endereço do domínio até o design da página.

Definido o propósito, é hora de escolher os conteúdos que vão mostrar um pouco do seu trabalho para possíveis clientes. Aqui estão alguns pontos que devem ser considerados:

Qualidade

Para compor o blog em que você vai expor seus melhores trabalhos, dê preferência para aqueles que mostrem a qualidade do seu trabalho. Escolha os textos mais bem desenvolvidos, que tenham sido aprovados — e até elogiados — pelo cliente, que tratem de temas atuais e que sejam de fácil leitura.

Priorize os trabalhos mais recentes para manter o portfólio atualizado. Trabalhos recentes dão a sensação de que você está sempre trabalhando e profissionais requisitados são referência de qualidade!

Atenção também para a gramática e ortografia, bem como para as fontes e cores escolhidas.

Versatilidade

Ao escolher os conteúdos que serão expostos, procure selecionar exemplos de diferentes temas e abordagens. Isso mostra ao cliente que você é um profissional versátil, capaz de produzir bons textos sobre qualquer assunto.

Essa dica é válida para redatores que desejam produzir textos especificamente para um blog pessoal e utilizá-los como portfólio também.

Escrever sobre temas que te agradam e interessam pode ser uma forma de apresentar um pouco da sua identidade ao mercado. Entretanto, é preciso ter cuidado ao tratar de temas mais sensíveis, como política, assunto em alta no momento.

Expressar opiniões e posicionamentos muito pessoais pode te atrapalhar com alguns clientes. Um motivo para isso é que as empresas, em geral, contratam redatores para escrever como ghost writers, ou seja, falando em nome da companhia. E seus posicionamentos pessoais não te ajudariam muito para esse perfil de trabalho.

Conhecimento

Se você trabalha com algumas temáticas específicas (como economia, gestão, saúde, entretenimento, etc.), vale a pena expressar isso em seu blog.

Selecione conteúdos que mostrem seus conhecimentos nessas áreas e se posicione como um especialista! Esse tipo de autopromoção é saudável e deve ser encorajado, uma vez que favorece a identificação dos clientes com o seu tipo de trabalho.

Evidentemente, ser um redator especialista em conteúdo sobre tecnologia e inovação não significa que você não possa expor trabalhos sobre arquitetura, por exemplo. Pelo contrário, você ganha em duas frentes: conquista os clientes que buscam por especialistas em produção sobre tecnologia e mostra versatilidade para os demais que gostarem do seu estilo.

O que postar além dos melhores trabalhos

Com o blog, é possível ir além do simples portfólio mostrando os melhores momentos da sua carreira. Para conquistar mais ainda a atenção e admiração dos clientes, invista em conteúdos diversificados sobre a sua atuação.

Você pode expor peças-fantasma — aqueles artigos que não foram aprovados, mas que agregam valor ao seu portfólio — ou que você produziu por vontade própria e acha que merecem divulgação.

Também é possível descrever alguns casos de sucesso de que você participou, citando os resultados alcançados com os conteúdos que produziu e outros detalhes das experiências.

Se você produz conteúdo com apoio de entrevistas e/ou fotografia, pode ainda capturar momentos “por trás das câmeras” e mostrar como funciona o seu processo de criação. Essa estratégia cria aproximação com os visitantes e atesta seu comprometimento com a qualidade do resultado final.

Quais cuidados são importantes

Cuidar de um blog não é nenhum bicho de sete cabeças. Com alguns cuidados simples, você poderá manter seu portfólio sempre atualizado e disponível para ser encontrado pela web. Confira:

Escolha uma boa plataforma

Você pode optar por um domínio próprio (www.seusite.com.br), que dá mais identidade e personalidade ao seu blog. No entanto, essa modalidade exige um pagamento constante (mensal, semestral ou anual) para manter aquele nome e URL. Fique atento para realizar os pagamentos nas datas corretas ou você pode perder seu domínio!

Outra opção são as plataformas de blog já conhecidas, como o WordPress. Muito popular, o WordPress tem uma interface bastante amigável e intuitiva e uma grande quantidade de temas gratuitos disponíveis.

Além dele, o Medium vem conquistando seu espaço entre os amantes de “textões” e pode ser uma ótima alternativa para interagir com amigos e outros colegas de profissão!

As últimas alternativas (mas não menos eficazes!) são as plataformas próprias para criar portfólios. Em geral, permitem o upload de arquivos em PDF, link building com as postagens originais e arquivos de mídia (imagens, vídeos e áudios). São indicações: Clippings.me, Journo Portfolio, entre outros.

Faça uma boa descrição de si mesmo

Se o cliente entra no seu blog e se encanta com o seu trabalho, com certeza vai querer saber mais sobre quem está por trás daqueles conteúdos. Capriche na descrição pessoal e não deixe de incluir pelo menos uma forma de contato!

Você pode fazer um link para o seu perfil do LinkedIn, por exemplo, que vai trazer informações importantes sobre a sua carreira e experiências prévias.

E não se esqueça de mencionar na descrição os formatos de conteúdo que você produz, sua disponibilidade para emprego formal ou trabalho freelancer e outros dados que achar relevantes.

O importante é que o cliente possa sair do seu blog conhecendo um pouco da sua atuação e com as informações mais importantes para decidir te contatar.

 

Agora você já está preparado para criar um portfólio invejável. E, para dar seguimento na sua carreira como freelancer, é hora de estruturar o seu empreendimento. Conheça o nosso kit de documentos que vão te poupar do trabalho administrativo (e focar em criar uma boa experiência para os seus usuários)!

Ferramenta gratuita: Kit completo de ferramentas para freelancers