Conheça a maior e mais qualificada base de freelancers da América Latina e faça parte dela

Conheça a maior e mais qualificada base de freelancers da América Latina (e faça parte dela)

Conheça melhor a maior base de freelancers da América Latina e entenda todos os principais motivos por que você deve fazer parte dela.
Imersão Freelancer - maior curso online gratuito do BrasilPowered by Rock Convert

60 mil freelancers e produtores de conteúdo cadastrados em nossa base. E contando.

No momento que você lê este texto, certamente esse número está desatualizado e, talvez, já tenhamos uma comunidade com 65 mil membros, ou até 70 mil.

Focando no número atual, quando este artigo foi escrito, temos uma base de freelancers capaz de encher qualquer estádio de futebol brasileiro. E só não ultrapassamos a capacidade dos cinco maiores: Maracanã, Mané Garrincha, Morumbi, Castelão e Mineirão.

Porém, o diferencial dos freelancers que escrevem para a gente não é a quantidade, mas sim a qualidade. E é isso que vou te contar agora.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como funciona o recrutamento dos freelancers?

O blog da Comunidade Rock Content fornece as melhores dicas e práticas de produção de conteúdo para web, vida e carreira de freelancer, além de conteúdos gerais sobre organização, produtividade e marketing de conteúdo.

Assim, por meio de tráfego orgânico, atraímos vários usuários interessados em aprender mais sobre todas essas área com conteúdos relevantes e que geram valor para eles.

Alguns artigos que você certamente não encontra em nenhum outro lugar:
Gig Economy: como é o mapa-múndi dos freelancers?
Como se tornar o freelancer de conteúdo mais disputado do mercado em 2019
Aprendizados de um evento de marketing para seu desenvolvimento pessoal e profissional
Como um único post no LinkedIn gerou 12 propostas freelancer
Como melhorar a sua escrita e ser lido por mais de 19 mil pessoas
Carreira e Produção de Conteúdo: 14 lições que aprendi com o Murillo Leal

Além de tudo isso, ainda oferecemos a oportunidade de freelancers produzirem conteúdo em nossa plataforma. Dessa maneira, não somos apenas um portal focado no treinamento de redatores autônomos, mas também uma fonte de jobs.

Oferecemos quatro modalidades de atuação para os freelas:
✍️ Redator
🔎 Revisor
💭 Planejador de pautas
🎨 Diagramador

Cada categoria tem sua particularidade no momento da candidatura. Aqui, vamos focar na de redator. Mas caso queira saber mais sobre as outras, é só consultar nosso Manual do Freelancer.

Como escrever para a Rock Content?

Para que você possa se candidatar a redator freelancer e produzir conteúdos em nossa plataforma, temos uma única exigência: que você seja certificado no curso de Produção de Conteúdo para Web, oferecido pela Universidade Rock Content.

Ele é ofertado gratuitamente, tem duração inferior a três horas e aborda vários tópicos fundamentais caso você tenha interesse em publicar textos na internet.

Por que fazer o curso de Produção de Conteúdo?

Para ter sucesso escrevendo para a web, não basta saber escrever. Afinal, o comportamento de um usuário online é bem diferente e precisamos levar em conta vários aspectos para não perdermos sua atenção.

Na certificação, a Luiza Drubscky cobre vários conceitos cruciais para que você garanta uma excelente experiência ao seu leitor, como:

  • escaneabilidade;
  • técnicas de copywriting;
  • uso adequado de chamadas para ação;
  • intertítulos e muito mais.

Todos esses conceitos são trabalhados e explicados detalhadamente, de forma que não exigimos nenhuma experiência em produção de conteúdo de nossos freelancers, fora o certificado.

Porque a certificação é realmente capaz de te preparar para ter sucesso escrevendo para web:

“De tanta coisa que eu fiz, de tanto livro que eu li, a certificação de Produção de Conteúdo para Web foi a que me deu o start mesmo, me tirou o medo de escrever e me deu coragem de expor minhas ideias.”

Rodnei Silva

Depoimento do Rodnei Silva, que não é um freelancer Rock Content, mas escreveu um artigo lido por mais de 19 mil pessoas usando os conceitos ensinados no curso.

O que fazer depois de tirar o certificado?

Basta escolher uma categoria e fazer a sua candidatura na plataforma. Oferecemos mais de 40 assuntos que você pode escolher à vontade:

Infográfico com os dados dos redatores freelancers

Portanto, é certo que você encontrará um nicho com o qual se identifique. Mas quais vantagens oferecemos em termos de desenvolvimento na carreira de produtor de conteúdo freelancer?

As principais vantagens de escrever para a Rock Content

E aqui não vou nem citar a possibilidade de ganhar uma grana extra como freela. Nós oferecemos isso também, mas complementar a renda você consegue em qualquer outra plataforma. Inclusive, temos um texto que fala de várias opções além da nossa.

O que nós oferecemos de diferencial é a possibilidade de você se desenvolver a ponto de se tornar freelancer por opção, e em tempo integral, se quiser. E temos alguns exemplos de profissionais que mudaram de vida ao conhecer a Rock:

“Se não fosse a Rock Content, eu não seria hoje um nômade digital. Não teria conquistado as coisas que eu conquistei. Eles são realmente incríveis, todos os analistas, os gestores e o CEO. Se hoje estou onde estou, é porque eles me dão e mão e caminhamos juntos. É uma win-win situation.

Renato Ribeiro

Renato Ribeiro

Nômade digital, jornalista e especialista em marketing e gestão de negócios, além de redator freelancer da Rock Content e consultor de marketing para pequenos empreendedores.

O depoimento do Renato foi retirado de um webinar que ele participou com a gente presencialmente, contando sobre os seus primeiros passos para se tornar um nômade digital.

Primeiros passos de um nômade digital

“Testei (a vida de freela) e deu certo. Acabou funcionando bem melhor que todos os outros empregos que eu já tive e hoje sou bem realizado com isso. Consigo conciliar todos os meus hobbies com meu trabalho.”

Marcelo Faria

Redator freelancer, professor de Aikido, criador de abelhas nativas-brasileiras e devorador de wikipedia.

“Com a Rock, conheci uma nova área e tive uma outra perspectiva da minha vida. Quando era freelancer, fazia muitas coisas e ainda trabalhava. As pessoas não acreditavam que eu fazia aula de alemão, fazia crossfit, fazia academia, viajava, ia em shows e ainda mantinha minhas contas em dia. Trabalhar como freelancer mudou minha vida literalmente.”

Gabriel Nascimento

Um engenheiro civil que se descobriu no marketing digital e, atualmente, é analista de Inbound Marketing na eNotas.

“A liberdade que a vida freelancer proporciona é ideal para quem tem filhos. Poderia apontar outras milhares de vantagens, mas as principais que eu vejo são: ver meus filhos crescerem; ter meus momentos de pausa e ócio criativo com eles; ensinar para meus filhos o valor do trabalho; e entender o real valor da minha hora de trabalho.”

Amanda Gusmão

Administradora de empresas que vive a maternidade e a carreira de freelancer integralmente.

Os depoimentos do Marcelo e do Gabriel foram retirados do webinar Produtores de conteúdo:de hobby a profissão, que também contou com a participação da Amanda. Mas seu depoimento foi baseado no seguinte conteúdo escrito por ela: Como a vida freelancer me deixou mais próxima dos meus filhos.

Produtores de conteúdo

E quer entender o motivo desses depoimentos?

Mais de 80 analistas para te dar suporte direto

Em nossa plataforma, cada blog tem um projeto específico. E cada um é de responsabilidade de um determinado analista, que lida diretamente com os freelas, avaliando seus conteúdos e dando feedbacks sempre.

Isso te proporciona uma oportunidade única de aprender diretamente com os maiores especialistas em Marketing de Conteúdo da América Latina. Basta avaliar os feedbacks que receber para entender seus principais pontos fortes e os pontos de melhoria.

Sempre que precisar aprimorar, teremos um artigo pronto para te recomendar explicando exatamente como melhorar em um determinado atributo.

E se esse artigo não existir ou estiver desatualizado, escrevê-lo ou aprimorá-lo entra imediatamente para a nossa lista de afazeres para que possamos te fornecer o melhor conteúdo possível.

Intermediamos seu relacionamento com o cliente

Com esse tópico, nós resolvemos as principais dores de cabeça que um freelancer costuma ter, no que diz respeito às dificuldades de:

  1. prospectar novos clientes;
  2. definir o seu preço;
  3. garantir que vai receber o pagamento em dia.

Escrevendo para a Rock, o processo é intermediado por um dos 80 analistas e pela equipe de Sucesso do Cliente.

Da mesma forma que a pauta chega pronta para você, o pagamento também chega, assim que sua tarefa é aprovada. Desse modo, todos os seus esforços ficam focados para o que realmente importa: a produção do conteúdo.

Mas caso decida seguir a carreira de freelancer solo e queira aprender a prospectar clientes sozinho, nós também te ensinamos como fazer isso. Vai ser bem mais difícil, mas você pode aprender parte do processo em nosso webinar Abordagem de vendas para freelas: aprenda a vender o seu diferencial.

Abordagem de vendas para freelas

Na verdade, faltou uma única dor de cabeça comum aos freelancers para solucionarmos neste item:

Você encontra oportunidades de trabalho recorrente

Sabe aquela inconstância da vida de freelancer de não saber exatamente como será seu próximo mês em termos de finanças e jobs?

Produzindo conteúdo para a Rock, você vai amenizar muito essas incertezas. É verdade que ainda não saberá o número exatas de tarefas que terá e isso acaba impossibilitando uma previsão exata de quanto vai ganhar por mês.

Mas de uma coisa você pode ter certeza: teremos tarefas para você. Pode até acontecer de não encontrar tantas tarefas quanto antes num projeto ou categoria específicos. Mas, para esses casos, a solução é bem simples:

Faça outra candidatura. Ou outras. Temos mais de quarenta categorias, lembra? E nós não restringimos o número de categorias para as quais você pode se candidatar e o número máximo de tarefas que você pode pegar simultaneamente é quatro.

Ou seja, sendo organizado e mantendo o nível de qualidade dos seus conteúdos, é possível escrever muito. Separei um exemplo para te mostrar como não estou exagerando:

Um dos nossos freelancers mais ativos é aprovado em 22 categorias e produziu ao todo 5.381 conteúdos já publicados. Quer uma noção melhor do quanto é isso?

Considerando que cada conteúdo produzido era de 500 palavras (menor tarefa que ofertamos), ele teria produzido um volume superior ao seguinte:

  • 2 vezes a franquia completa de Harry Potter;
  • 5 vezes a trilogia de Senhor dos Anéis;
  • 1,5 vezes a série de Game of Thrones;
  • 4 vezes as obras da saga Crepúsculo.

Para o George R. R. Martin ainda damos uma colher de chá, pois ele não terminou de escrever sua série. Mas os demais já foram superados, e nem adianta acrescentar O Hobbit na conta do Tolkien.

* Todos os cálculos tiveram como referência: Quantas palavras um livro famoso tem?

Oferecemos gratuitamente todos os materiais necessários para você crescer na carreira

Temos vários materiais que teriam sucesso facilmente caso fossem transformados em infoprodutos:

Curso de Produção de Conteúdo para Web
Guia definitivo do texto perfeito
Guia de produção de conteúdo para web 2.0
Aprenda sobre Produção de Conteúdo com um Top Voice LinkedIn
Partiu Mundo! Histórias e conselhos dos 10 principais nômades digitais brasileiros

Além do curso gratuito mais completo de blogs pessoais da internet brasileira!

curso completo do blog pessoal

Todos esses materiais poderiam ser vendidos ao invés de disponibilizados gratuitamente. E estaríamos lucrando com isso, mas esse não é nosso propósito.

O propósito do Comunidade Rock Content é criar e treinar a maior base de freelancers da América Latina. Para isso, produzimos e atualizamos ebooks com frequência e ainda criamos uma série de webinars: o Freela Talks.

Freela Talks

Assim, temos um contato muito mais próximo não apenas com quem já é freela da Rock, mas também com qualquer pessoa que se interesse por produção de conteúdo e vida freelancer.

Se sentir falta de algum tema que ainda não cobrimos? É só sugerir no formulário da própria página do Freela Talks e ficar atento ao seu email. E caso você seja um Freelancer Rock Content, ainda pode participar com a gente no webinar.

Oportunidade única de networking com especialistas em produção de conteúdo (e com os analistas da Rock)

Quando tiver sua candidatura aprovada, você receberá um convite para participar do nosso grupo do Facebook exclusivo para freelancers.

Nele, você pode interagir com todos os freelancers de nossa base e ainda tem contato com os analistas da Rock. Frequentemente divulgamos novos conteúdos exclusivos por lá e vários de nossos projetos nascem também neste grupo.

Várias pautas são sugeridas no grupo e ainda produzimos Community Posts com frequência, baseados em algumas postagens que fazemos no grupo:

Dia dos Namorados Freelancer: lições da vida amorosa e de freela
Pós-graduação e Vida de Freelancer: pode dar certo?
9 conquistas dos freelancers Rock Content que vão te inspirar a ser freela

Além disso, temos um case bem legal do Renato Ribeiro. Seu primeiro texto para o Comunidade surgiu de uma sugestão feita por ele no grupo dos freelas. Hoje, ele assina o primeiro resultado do Google para uma palavra-chave que tem tudo a ver com ele. No próximo tópico, te conto essa história em detalhes.

Ou seja, além da oportunidade de networking, o grupo pode acabar se tornando um canal direto para se tornar autor em nossos blogs.

Você ainda tem a chance de ganhar espaço e visibilidade escrevendo para os blogs da Rock

Produzindo conteúdo para os clientes, você estará escrevendo como ghostwriter e não terá seu nome evidenciado. Mas redigindo textos para nossos blogs, você terá a chance de se destacar nos seguintes blogs:

Quer um exemplo claro de como isso pode fazer diferença para você?

No dia 13 de Junho de 2018, foi publicado o primeiro texto do Renato Ribeiro no blog da Comunidade. Hoje, ele já tem mais de 30 conteúdos com o nome dele e, se você pesquisar no Google por “nomade digital”, o primeiro resultado é um texto assinado por ele:

Para escrever para nossos blogs, costumava depender muito de feedbacks e indicações internas dos analistas de conteúdo. Assim, caso um redator estivesse se destacando muito, ele acabava sendo convidado. Mas criamos um atalho:

Coluna Freela: conte sua história no blog da Comunidade

Inaugurada no dia 15 de Junho de 2018, a Coluna Freela é um espaço aberto para os freelancers contarem suas histórias e exigimos um único pré requisito: ter sua candidatura aprovada.

Não importa se já escreveu cem, cinquenta ou um único conteúdo na plataforma. Ou mesmo se a Coluna Freela venha a ser seu primeiro texto para a Rock.

Basta uma boa história relacionada à vida freelancer e uma candidatura aprovada, que o espaço será seu para contar a sua história.

Para isso, é só preencher o formulário que pode ser encontrado ao final de cada coluna, aguardar nosso contato via email e acompanhar o blog: toda sexta-feira publicamos uma nova história de um freelancer.

Crescemos junto com nossa Comunidade

Conforme mencionado em alguns momentos, estamos sempre acatando sugestões e desenvolvendo novos projetos para continuarmos crescendo junto com vocês.

Assim nasceram vários dos projetos mencionados neste texto e foi assim também que surgiu o maior curso gratuito da internet brasileira sobre vida de freelancer e produção de conteúdo: a Imersão Freelancer.

Serão 12 webinars ao vivo transmitidos ao longo do mês de Novembro, cobrindo absolutamente tudo o que você precisa saber para ter sucesso na sua carreira. E todos continuarão disponíveis caso queira assistir depois, basta fazer sua inscrição.

Imersão Freelancer

Agora, o próximo passo é com você

Já te contei como funciona o processo de candidatura, o que você vai aprender com o curso de produção de conteúdo para web, além de todas as vantagens de se tornar um redator Rock Content.

Então, faça o seu cadastro, comece a se desenvolver na carreira de produtor de conteúdo freelancer ainda hoje e seja um membro ativo da nossa Comunidade.

banner levantada de mão redação