Por Thaís Costa

Publicado em 15/09/2018. | Atualizado em 19/05/2020


Quais são os seus maiores desafios como freelancer? Confira aqui algumas das questões mais importantes para a vida de freela!

Ser seu próprio chefe, ir ao shopping em plena terça-feira e poder ficar no conforto do lar são aspectos frequentemente apontados como vantagens da vida freelancer. E eu poderia citar várias outras: passar mais tempo com a família e com os pets, ter maior flexibilidade de horários, controlar a própria produtividade e até mesmo, quem sabe, optar pela vida de nômade digital.

No entanto, todos os benefícios da vida freelancer correm o risco de se tornarem prejuízos sem um bom autogerenciamento.

Precisamos desmistificar a ideia de que a vida freelancer é fácil ou que só o lado positivo existe.

É claro que as vantagens são muito recompensadoras, mas ser freelancer exige tanto comprometimento quanto — ou até mesmo mais que — uma carreira CLT.

Afinal, se agora você tem o benefício de não ter um chefe, precisa ser seu próprio chefe e coordenar todas as suas atividades, certo?

Esse raciocínio se mantém para tudo: você vai ter que controlar seu salário, entender como direcioná-lo para as mais diversas áreas da sua vida (quanto você vai destinar à saúde, alimentação, transporte, lazer, economias etc.), fazer uma boa gestão do seu tempo para conseguir entregar tudo no prazo, organizar seu ambiente de trabalho e torná-lo adequado para você e por aí vai.

Enfim, você vai assumir diversas funções nessa empresa de uma pessoa só que você, profissional freelancer, é.

Mas por que isso é tão importante?

Pode parecer bobeira, mas não pensar em todos esses pontos pode tornar a vida freelancer uma grande confusão que vai acabar prejudicando sua produtividade, seu rendimento e seu bem-estar.

Por isso, neste artigo vamos falar sobre como o autogerenciamento é fundamental nos mais diversos aspectos da vida freelancer e vai te levar ao sucesso nessa carreira. Bora lá?

Tempo

A primeira grande promessa que um profissional freelancer vislumbra é o tempo. Em um mundo em que tempo é dinheiro, ter mais tempo é extremamente valioso.

Todos queremos mais tempo, seja para nós mesmos, para viajar, para os filhos, para os pets, para ler… independentemente do motivo, poder dedicar mais tempo ao que gostamos é muito importante para nossa felicidade.

E sabemos que encontrar disponibilidade de tempo em meio ao dia a dia de uma vida CLT, conciliando com outros elementos — estudos, amigos e atividade física, por exemplo —, é bastante complicado.

É por isso que poder ficar em casa, ter mais tempo livre e não ter que se deslocar para o trabalho (o que pode demorar muitas horas em alguns casos) são ótimos elementos da vida freelancer.

Por outro lado, é preciso fazer uma boa gestão do tempo para manter a produtividade e entregas em alta, além de fazer com que ele seja bem distribuído entre as várias atividades que você planeja inserir na sua rotina.

Não ter um planejamento do uso do tempo é um erro que muitos profissionais correm o risco de cometer e que pode trazer vários prejuízos.

E a ilusão de que o profissional freelancer tem muito tempo disponível pode acentuar isso. Afinal, disponibilidade e flexibilidade de tempo não significam tempo livre, não é mesmo?

Isso porque, por falta de planejamento, acabamos postergando atividades (ah, a procrastinação) ou, pelo contrário, fazendo tudo de uma vez. Ambos os cenários atrapalham o sono, os compromissos sociais, a rotina de estudos, a prática de atividades físicas ou outras atividades que você precisa e quer realizar.

Por isso, a melhor opção é sempre estabelecer uma rotina, mas aproveitando a flexibilidade da vida freelancer para fazer adaptações. Por exemplo: você pode separar um dia da semana para descanso, mas tenha em mente que pode precisar abrir mão de uma parte do seu fim de semana para dar conta de suas tarefas.

E lembre-se: nem todo o tempo que você tem é tempo disponível para trabalhar! Separe o tempo de ficar com a família, o tempo de fazer seus exercícios, o tempo para assistir um pouco de Netflix e, claro, o tempo do trabalho!

O importante é adaptar o seu tempo à sua realidade e suas preferências, sem deixar que impacte negativamente em sua qualidade de vida.

Quadro de Produtividade Para Freelancers

Controle de tarefas

Outro benefício do trabalho freelancer é o controle de suas próprias tarefas. Você não precisa de um chefe que te diga o que e quando fazer: você é seu próprio chefe e organiza suas entregas como preferir.

É claro que isso é vantajoso, já que é normal ter dias de baixa produtividade, seja porque aconteceu algum imprevisto, seja simplesmente pelo humor. Assim, você pode definir quais tarefas quer executar, quando elas serão entregues e a melhor forma de coordená-las.

Porém, apesar desse aspecto positivo, a boa organização dessas tarefas também é fundamental. Caso contrário, você pode trazer vários prejuízos tanto para você quanto para o cliente.

Se você não define e registra as tarefas que deve entregar, quando essas entregas devem acontecer e quanto tempo você tem disponível para realizar cada uma delas, por exemplo, pode causar grandes confusões.

Além disso, esse controle é fundamental para entender o quanto você está produzindo, quais melhorias você pode fazer e também o rendimento que você está obtendo (abordaremos melhor esses tópicos mais à frente).

Seguindo a lógica do tópico anterior, é importante distribuir bem as suas tarefas entre o tempo disponível que você tem para trabalhar.

Nesse ponto, seja realista. Divida bem suas tarefas para garantir uma boa produtividade, mas também metas realistas. Não adianta querer fazer tudo de uma vez: o melhor é entender seus momentos mais produtivos e traçar objetivos realistas de produção de acordo com eles.

Rendimentos

Esse tópico fundamentalmente une os dois anteriores. Afinal, agora você não só tem que gerir seu dinheiro, mas também precisa entender como precificar seus serviços e conseguir uma renda satisfatória para suas expectativas.

Dificilmente, como freelancer, você terá um rendimento fixo e previsível todo mês. No entanto, é possível minimizar isso relacionando o seu tempo disponível com as tarefas a serem executadas.

Outro elemento importante é sempre fazer a prospecção de clientes, seja por meio de indicações, seja tendo seu portfólio. Esse é outro ponto: freelancers também precisam se preocupar em se vender.

Além disso, entenda como precificar seus serviços. Lembre-se sempre de que agora você tem que colocar inúmeros aspectos nessa conta, como suas despesas com material e estrutura. Também precisa escolher a forma de cobrança, como tempo ou número de palavras (se você for redator, por exemplo).

Por fim, para ter uma boa rentabilidade, lembre-se sempre de aliar seu tempo às suas tarefas e conseguir uma boa taxa de produtividade, aumentando o valor do seu tempo trabalhado. Não sabe como avaliar isso? Sem problemas: use o Quadro de Produtividade para freelancers!

Gestão financeira

Se no tópico anterior falamos que conseguir o dinheiro é importante para o profissional freelancer, agora é a hora de pensar em como administrar esse dinheiro.

Uma grande vantagem da vida freelancer é ter controle financeiro e ciência de todos seus ganhos e gastos. Além disso, todo o seu trabalho é convertido em renda para você.

Mas isso também é uma grande responsabilidade! É preciso que você defina seus gastos mensais com cada aspecto da sua vida e seja fiel a esses cálculos.

Afinal, são eles que garantirão que você tenha qualidade de vida, além de uma certa previsibilidade que permite estabilidade financeira.

E, para te ajudar, montamos uma planilha de controle de gastos mensais incrível com o apoio do Me Poupe, garanta já a sua versão

planilha de controle de gastos

Vida social

Ser freelancer é ótimo! Agora, você vai poder sair para almoçar com os amigos na terça-feira, viajar no fim de semana, encontrar a turma para um happy hour em um dia útil… mas calma!

O profissional freelancer muitas vezes é visto como aquela pessoa que tem todo o tempo do mundo e está disponível a qualquer momento. Porém, lembra quando falamos que a boa gestão do tempo é importante para conciliar tarefas e atividades de desenvolvimento pessoal? Isso também vale para a vida social!

Lembre-se de que disponibilidade de tempo é diferente de flexibilidade! Você pode sim rearranjar seus horários para encontrar seus amigos ou fazer aquela viagem, mas garanta que também vai ter tempo para executar suas tarefas!

O contrário também é verdadeiro. Não deixe que o excesso de trabalho (alô, workaholics!) prejudique sua vida social, ok?

E, se eu puder dar um conselho, é esse: separe pelo menos um dia de descanso na sua semana! Aquele dia em que você não vai fazer nada relacionado ao trabalho e vai curtir seu tempo livre. Isso evita que você acumule tarefas demais para um domingo, por exemplo, e acabe não tendo o tempo que você queria.

Carreira

Quando falamos de carreira, novamente temos uma grande vantagem na vida freelancer: você manda na sua carreira. Você tem maior liberdade de agir conforme o que acredita, fazer o que deseja e perseguir seus objetivos profissionais.

No entanto, a carreira freelancer não segue os moldes de uma carreira tradicional em uma empresa. Por isso, é importante que haja uma mudança de mentalidade em relação a como ela vai ocorrer.

Agora, você não tem um plano de carreira definido por terceiros: é você que deve definir quais são os próximos passos.

Você não vai ser promovido, mas deve se autopromover, independentemente do que isso signifique para você: vai trabalhar apenas com clientes de um segmento específico? Vai fazer somente as atividades de que você vai mais gosta? Vai mudar de cidade?

As autopromoções da carreira freelancer estão muito atreladas aos objetivos pessoais. Assim, apesar de ser mais difícil ter de definir toda a sua carreira, é certamente muito recompensador.

Ambiente de trabalho

Ah, trabalhar de casa, trabalhar da praia, trabalhar na Tailândia: os sonhos da vida freelancer! Mas vamos transpô-los para a realidade?

Muita gente pensa que, junto com o trabalho freelancer, vem o melhor ambiente de trabalho do mundo. Mas, na verdade, agora é você que vai ter que proporcionar o melhor ambiente de trabalho do mundo para você mesmo.

Fala sério: se você fosse trabalhar na praia, como imagina que seria? Dificilmente daria para ficar em uma rede, com o pé na areia e tomando uma água de coco enquanto está trabalhando em seu laptop. Vamos ser sinceros: a vontade real é curtir aquele momento, além de que toda a areia, o sol, o vento, na verdade, atrapalham.

Se em um emprego fixo a tendência é que a empresa forneça um bom ambiente de trabalho, com bons computadores, mesas e cadeiras confortáveis e tudo organizado, essa responsabilidade agora será inteiramente sua.

Sei que muitas vezes nos imaginamos em casa de pijama, sentados no sofá e vendo TV enquanto trabalhamos. E, embora isso possa funcionar para algumas pessoas, a tendência é que em longo prazo um ambiente que não é favorável prejudique sua produtividade, suas entregas e até mesmo sua saúde (pense na sua coluna com carinho).

Por isso, a melhor dica é organizar um cantinho para você na sua própria casa, procurar um coworking bacana ou até, quem sabe, compartilhar um escritório.

Viagens

Quem não ama viajar? Conhecer vários lugares está se tornando cada vez mais fácil e muitas pessoas priorizam esse aspecto em suas vidas (eu me incluo nessa!).

E a possibilidade de viajar mais é um grande benefício da vida freelancer! Afinal de contas, agora a flexibilidade de tempo é maior e, portanto, dá para organizar o calendário para algumas viagens. Mas não é só isso: agora, a possibilidade de trabalhar e viajar ao mesmo tempo é real!

Para isso, no entanto, é preciso planejamento. Sim, essa palavra mais uma vez! E não é à toa.

Se você quer viajar mais, garanta que esse objetivo esteja conciliado com suas outras responsabilidades, tanto atuais quanto futuras. Isso significa organizar bem seu calendário de produção para sempre entregar as tarefas para os clientes, bem como garantir que o rendimento vai se manter para os próximos tempos.

Já se você deseja ser um nômade digital, também é preciso se planejar para definir os dias e horários de lazer e os de produção. Além disso, é sempre importante escolher lugares com acesso à internet e que ofereçam tranquilidade e condições de trabalho.

Espero que este post ajude você a entender melhor como administrar vários aspectos da vida freelancer e, assim, ter um autogerenciamento para o sucesso mais eficiente, impactando na sua felicidade pessoal e profissional.

Se você quer continuar nessa jornada de autoconhecimento para melhorar ainda mais seu dia a dia e a forma como você lida com as questões da vida freelancer, te convido a conhecer a Roda da Vida! Esse é um teste elaborado pela Comunidade Rock Content para que nós, freelancers, possamos nos desenvolver.

Posts populares com esse assunto