Por Redator Rock Content

um dos freelancers da Comunidade. Seja também um redator!

Publicado em 18/08/2017. | Atualizado em 06/06/2018


Os adjetivos são as palavras que utilizamos para dar características aos substantivos. Podem indicar estado, qualidade, aspecto ou modo, e flexionam em gênero, número e grau conforme o substantivo que acompanham.

Você sabe usar adjetivos?

Tem certeza? Pense de novo!

Por mais que pareçam termos simples de empregar, os adjetivos podem transformar um texto, para o bem ou para o mal. Se bem aplicados, eles tornam a leitura fluida, didática e ritmada, mas também podem confundir e alterar o significado das frases na mesma proporção.

Para acabar de vez com as dúvidas sobre os adjetivos, produzimos este guia completo sobre eles. Vamos falar desde a sintaxe e a morfologia dos adjetivos até os erros mais comuns de redação. Só saia da página quando se sentir um expert no assunto!

O que é um adjetivo?

Morfologia dos adjetivos

Os adjetivos são as palavras que utilizamos para dar características aos substantivos. Podem indicar estado, qualidade, aspecto ou modo, e flexionam em gênero, número e grau conforme o substantivo que acompanham.

Existem quatro classificações básicas de adjetivos:

1. Simples

São aqueles que têm apenas um radical em sua composição.

Exemplo: O livro era extenso, mas a leitura foi agradável.

2. Composto

São os adjetivos formados por dois ou mais radicais.

Exemplo: A tese analisava fatores socioculturais da cultura luso-brasileira nos anos 1940.

3. Primitivo

São aqueles que originam outros adjetivos, ou que não derivam de outros substantivos.

Exemplo: Ela era uma menina inteligente.

4. Derivado

É o adjetivo que deriva de outros substantivos ou adjetivos.

Exemplo: Ele era uma criança inteligentíssima.

Sintaxe dos adjetivos

Os adjetivos podem ocupar três posições ou funções sintáticas dentro das orações. Observe os exemplos:

O rapaz concentrado andava pelo corredor.

Nesse caso, o adjetivo concentrado qualifica o rapaz. Aqui, o adjetivo se comporta como adjunto adnominal, pois acompanha o substantivo diretamente.

A revisão é importante para manter a qualidade dos textos.

O adjetivo importante qualifica o sujeito da frase, revisão. Por isso, o adjetivo ocupa a função sintática de predicativo do sujeito.

Fomos a um shopping enorme, com várias lojas que eu não conhecia.

Nesse exemplo, o adjetivo enorme qualifica o shopping. O verbo “ir” é transitivo, ou seja, precisa de um complemento, pois quem vai, vai a algum lugar. O shopping, então, é o objeto que complementa o verbo, tornando o adjetivo enorme um predicativo do objeto.

Como aplicar adjetivos em uma redação?

Essas classificações parecem complexas, não é? Você não precisa classificar os adjetivos em suas funções sintáticas toda vez que for escrever.

Porém, é importante que você entenda as diferentes formas de utilizá-los, para evitar erros que podem comprometer a compreensão do seu texto.

A melhor forma de empregar adjetivos é ser moderado. O excesso de termos pode tornar o texto complicado, dificultando a leitura e o entendimento. Veja um exemplo:

Era uma manhã clara, fresca e ensolarada. Os pássaros pequenos, barulhentos e agitados faziam barulho com seu canto doce, agudo e envolvente. Eu estava apressado, mal vestido e desalinhado, mas esperava ir bem na entrevista apostando em minha personalidade encantadora, comunicativa e amigável.

Você também ficou cansado? Ao ler um texto, o leitor vai dando forma às palavras em sua mente, imaginando como aquela história se daria no mundo real. Com essa quantidade de adjetivos imaginar parece uma tarefa muito trabalhosa.

O resultado é que o leitor desiste do texto e você perde uma oportunidade de conquistar alguém com a sua escrita.

Utilizando bem os adjetivos é possível transformar um texto simples em um verdadeiro ímã para os leitores. Vamos ver outro exemplo, dessa vez pensando em um texto voltado para copywriting:

Já imaginou gerenciar todas as suas contas bancárias em um único aplicativo? Conheça a nossa solução para melhorar a sua gestão financeira!

Se esse texto fosse parte de um anúncio para um aplicativo de gestão financeira, o número de interessados seria muito baixo. Sabe por que? Não há nenhum adjetivo na frase. Os adjetivos, nesse contexto, ajudariam a promover o produto, agregando valor a ele. Veja como podemos melhorá-lo:

Já imaginou gerenciar todas as suas contas bancárias em um único aplicativo? Com a nossa solução, você faz sua gestão financeira de forma simples e integrada, com apenas um toque na tela do seu celular!

Percebeu a diferença? Mantivemos a mesma promessa de integração de dados e com os adjetivos pudemos reiterar a ideia, além de incluir o valor da simplicidade.

Saber trabalhar com adjetivos é fundamental para escrever bons textos. Além de posicioná-los de forma estratégica, você também pode utilizar sinônimos para evitar repetir a mesma palavra.

Quer ver um exemplo? Um adjetivo recorrente é a palavra importante. Você pode substituí-lo de várias formas, dependendo do contexto do que você escrever:

  • essencial;
  • fundamental;
  • relevante;
  • indispensável;
  • imprescindível;
  • básico;
  • primordial;
  • crucial;
  • determinante;

Existem adjetivos que sempre vão aparecer nos seus textos, uma boa dica é observar quais são e fazer uma lista de sinônimos para eles. Assim, você enriquece mais ainda o seu texto e melhora a qualidade da leitura para o seu público.

Guia de Português e Gramática para Produção de Conteúdo Web

Os 4 erros mais comuns

Alguns erros são clássicos quando o assunto é adjetivo. A maioria deles acontece por falta de conhecimento e até por esquecimento. Vamos listá-los para você aprender de uma vez por todas:

1. Mal x Mau

O que escrever para expressar que um texto não estava bem escrito, um local não estava bem arrumado ou uma questão não ficou bem resolvida?

Bom, nestes casos o uso adequado é o mal, como advérbio que indica modo escasso, insuficiente, irregular. A palavra mau é um adjetivo e funciona como oposto de bom, como em “lobo mau” e “mau humor”.

2. Desapercebido x Despercebido

Nesse caso, os dois termos são adjetivos, porém possuem significados diferentes. Desapercebido é alguém que está despreparado para uma situação, desprevenido.

Já o que passa despercebido é algo que não chama atenção, que não é notado. Uma pessoa também pode ser despercebida, se for desatenta ou distraída.

3. Anexo x Em anexo

Essa dica é para nunca mais errar em seus emails! A palavra anexo é um adjetivo, e por isso concordará com o substantivo que estiver qualificando. Observe:

  • Seguem anexas as imagens para os posts dessa semana.

Já a expressão em anexo não varia em nenhuma circunstância. Por mais que pareça estranho, o correto seria:

  • Segue em anexo as imagens para os posts dessa semana.

4. Clichês

Algumas expressões com adjetivos já se tornaram clichês de redação, e devem ser evitados sempre que possível. Elas empobrecem a leitura e não trazem nada de novo para o material:

  • calor escaldante;
  • frio congelante;
  • último adeus;
  • providências cabíveis;
  • silêncio ensurdecedor;
  • trabalho árduo;
  • pecado mortal.

Da mesma forma, alguns adjetivos estão se tornando gastos, e até mesmo esvaziados de sentido. No caso deles, a dica é sempre trabalhar com exemplos, mostrando o que a palavra quer dizer naquele sentido:

  • inovador;
  • criativo;
  • dinâmico;
  • autoridade.

E então, aprendeu tudo sobre os adjetivos? Esperamos que esse post tenha te ajudado! Não deixe seu aprendizado parar por aqui e confira nosso Guia do Texto Perfeito!

Guia do texto perfeito

Posts populares com esse assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *